Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11143
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 30-Nov-2018
metadata.dc.creator: MUTO, Reiko
metadata.dc.contributor.advisor1: ARAGÓN VACA, Luis Eduardo
Title: Os Koutakusseis e os ideais do expansionismo japonês na Amazônia
Citation: MUTO, Reiko. Os Koutakusseis e os ideias do expansionismo japonês na Amazônia. Orientador: Luís Eduardo Aragón Vaca. 2018. 276 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido) - Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11143. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Esta tese tem por objetivo geral analisar o processo migratório dos koutakusseis e sua relação com a política expansionista japonesa, assim como o perfil demográfico e socioeconômico do grupo koutaku que permaneceu na Amazônia brasileira e a contribuição socioeconômica e cultural desses imigrantes e de seus descendentes. Trata-se da história demográfica de um grupo de imigrantes japoneses, de mais de 500 pessoas, que se estabeleceu no município de Parintins, estado do Amazonas, na década de 1930. O estudo de caso visa dar uma explicação das motivações que engendraram a vinda desse grupo para a Amazônia e a ligação causal da intervenção política na vida desses imigrantes, que viveram um período cambiante e turbulento da geopolítica nacional e global marcado pela xenofobia e racismo institucional, bem como as razões pelas quais eles não conseguiram se estabelecer como colônia agrícola no estado do Amazonas, a exemplo do que aconteceu com a colônia de Tomé-Açu, no Pará. Adotou-se o método indutivo nas interpretações teóricas e empíricas do fato investigado, tendo como instrumental teórico-metodológico a abordagem interdisciplinar. Conclui-se que o idealismo de colonização conduzido pelo político Tsukasa Uyetsuka, o sonho da cultura da juta de Kotaro Tuji e a saga das famílias koutaku estão relacionados ao momento histórico de transição do Japão feudal para o expansionismo territorial e econômico. No entanto, a mobilidade desses imigrantes para a Amazônia nada tem a ver com o expansionismo militar japonês que aconteceu na Manchúria, China. Pode ser considerado um expansionismo comercial, pois se tratava de um empreendimento de colonização agrícola, em vista da concessão de terras devolutas oferecidas espontaneamente pelo governo amazonense, que procurava alternativas para superar o marasmo econômico após a crise da borracha.
Abstract: The main purpose of this thesis is to analyze the migratory process of the koutakusseis and its relationship with the Japanese expansionist policy. It also approaches the demographic and socioeconomic profile of the koutaku group tha remained in the Brazilian Amazon and the socioeconomic and cultural contributions of these immigrants and their descendants. This research presents the demographic history of a group of Japanese immigrants composed of more than 500 people who settled in Parintins – municipality of Amazonas state – in the 1930s. This case study intends to provide an explanation for the motivation underlying the decision of such group in coming to the Amazon and the causal connection with the political intervention in the geopolitics, marked by xenophobia and institutional racism. It is also focused in explaining the reasons why they failed to establish themselves as an agricultural colony in the state of Amazonas, unlike what happened in Tomé-Açu colony in Pará state. In this process, we adopted the inductive method in the theoretical and empirical interpretations to investigate the facts as well as a theoretical-methodological instrument in interdisciplinary approach. The data analysis concludes that the colonization idealism headed by the politician Tsukasa Uyetsuka, the Kotaro Tuji’s dream of the jute cultivation and the koutakusseis saga are related to the historical context of Japan’s feudal system transition into an economic and territorial connection with the Japanese military expansionism that took place in Manchuria, China. The former may be considered a commercial expansionism, since it was an agricultural colonization enterprise, forested by the spontaneous grating of lands by the Amazonian government, seeking for alternatives to overcome the economic stagnation span after the rubber crisis.
Keywords: História demográfica
Imigração - Amazônia
Japoneses - Amazônia
Koutakusseis
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::ANTROPOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Teses em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Doutorado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_KoutakusseisIdeaisExpansionismo.pdf158,34 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons