Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11157
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 2012
metadata.dc.creator: COSTA, Solange Maria Gayoso da
metadata.dc.contributor.advisor1: ACEVEDO MARIN, Rosa Elizabeth
metadata.dc.contributor.advisor-co1: ALMEIDA, Alfredo Wagner Berno de
Title: Grãos na floresta: estratégia expansionista do agronegócio na Amazônia
Citation: COSTA, Solange Maria Gayoso da. Grãos da floresta: estratégia expansionista do agronegócio na Amazônia. Orientadora: Rosa Elizabeth Acevedo Marin. 2012. 298 f. Tese (Doutorado em Ciências do Desenvolvimento Socioambiental) - Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Universidade Federal do Pará, Belém, 2012. Disponível em:http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11157. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A presente tese objetiva analisar as estruturas sociais do campo de produção de soja na Amazônia Legal, bem como as diversas estratégias utilizadas pelos principais agentes sociais. A constatação primeira deste trabalho é a de que o crescimento dos plantios de soja na Amazônia não configura mera expansão agrícola, mas fruto de uma planejada estratégia expansionista do agronegócio de grãos assentada em quatro elementos estruturais: a migração especializada, o mercado de terras, a infraestrutura logística de transporte e escoamento da produção e a influência do fator ambiental na organização da atividade produtiva. Para demonstrar tal estratégia, toma-se como referência teórico-metodológica a teoria de campo de Bourdieu e como empiria o campo de produção da soja na mesorregião do Baixo Amazonas, com a identificação da dinâmica social de cada um desses elementos e suas respectivas relações, assim como o posicionamento dos agentes sociais nesse campo econômico. Demonstra-se também que, no campo de produção da soja, os principais agentes envolvidos organizados em redes associativas de posições hierárquicas internas em determinadas conjunturas e momentos detêm interesses comuns. Assim, identifica-se a existência de duas grandes redes integradas pelos agentes sociais do agronegócio (a dos produtores e a da agroindústria)e uma terceira formada pelos agentes sociais que sofrem os efeitos do campo (agricultores familiares, povos e comunidades tradicionais). Na terceira rede, os agentes têm em comum a “frágil” condição de impor seu modo de vida e manter seu território diante da agressiva estratégia expansionista do agronegócio, capitaneada por seus agentes e pelo próprio Estado. O estudo evidencia, ainda, que o campo de produção da soja é um território de luta entre formas antagônicas de apropriação e uso dos recursos naturais da Amazônia.
Abstract: This thesis aims to analyze the social structures of the field of soybean production in Amazon, as well as the various strategies used by the main actors in society. The primary findings of this study is that the growth of soybean plantations in the Amazon does not constitute mere agricultural expansion, but the result of a planned expansionist strategy of agribusiness grain established on four structural elements: the specialized migration, the land market, the logistical infrastructure of transport and disposal of production and the influence of environmental factors in the organization of productive activity. For demonstrate this strategy, taking as reference the theoretical-methodological of Bourdieu’s fieldwork theory and empiricism as the field of soybean production in the middle region of the Lower Amazon, with the identification of the social dynamics of each element and their relationships, as well as the positioning of social actors in the economic field. Also this demonstrates that in the field of soybean production, key stakeholders are organized in associative networks equipped with internal hierarchical positions among themselves, that in certain situations and moments hold common interests. Thus, it identifies the existence of two large integrated networks by social agents of agribusiness (the producers and agribusiness) and a third formed by social workers who suffer the effects of the field (family farmers, peoples and traditional communities). In the third network agents have in common the "fragile" condition to impose their way of life and maintain their territory before the aggressive expansionist strategy of agribusiness, led by its agents and the State. The study evidences also that the field of production of soybeans is a territory of struggle between antagonistic forms of appropriation and use of natural resources in the Amazon.
Keywords: Agroindústria - Amazônia
Economia agrícola - Amazônia
Soja - Amazônia
Terras agrícolas - Amazônia
Agronegócio - Amazônia
Território - Estratégias - Amazônia
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Teses em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Doutorado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_GraosFlorestaEstrategia.pdf4,98 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons