Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11193
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 28-Jun-2016
metadata.dc.creator: CARDOSO, Heloisa Gomes
metadata.dc.description.affiliation: UFPA - Universidade Federal do Pará
metadata.dc.contributor.advisor1: MATTOS, Carlos André Corrêa de
Title: Resistência à mudança organizacional: uma investigação em uma instituição federal de ensino superior
Citation: CARDOSO, Heloisa Gomes. Resistência à mudança organizacional: uma investigação em uma instituição de ensino superior. Orientador: Carlos André Correa de Mattos. 2016. 98 f. Dissertação (Mestrado em Gestão Pública) - Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Universidade Federal do Pará, Belém, 2016. Disponível em:http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11193. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A resistência à mudança no âmbito organizacional é o resultado de um processo do comportamento humano no qual um ou mais indivíduos procuram defender-se dos possíveis efeitos negativos de mudanças no ambiente de trabalho. Esse processo estrutura-se a partir de um amplo conjunto de fatores, que tem sido objeto de diversos estudos organizacionais. A partir dessa perspectiva, o objetivo geral desta dissertação foi analisar as características da resistência à mudança organizacional entre os servidores públicos lotados na Universidade Federal do Pará. Dentre os objetivos específicos estão, identificar a reação dos servidores frente a processos de mudança e identificar os principais fatores de resistência dos servidores da UFPA relacionados à mudança. A revisão da literatura fundamenta-se no comportamento organizacional, mais especificamente nos aspectos que envolvem a mudança organizacional e gestão pública. A pesquisa é classificada como descritiva e exploratória, com ex post facto, realizada na forma de pesquisa de campo entre os meses de dezembro/2015 a janeiro/2016 e utilizou como instrumento de coleta de dados o questionário estruturado, desenvolvido por Bortolotti (2010), para avaliar a resistência entre os servidores da UFPA, propondo um indicativo de medida de resistência com apoio na Teoria da Resposta ao Item (TRI), a fim de verificar características dos respondentes, diagnosticar a resistência à mudança na UFPA e, principalmente, levantar as causas, as variáveis relacionadas com este comportamento, fornecendo subsídios relevantes e necessários para serem utilizadas no planejamento estratégico da mudança. O tratamento de dados foi quantitativo, utilizando técnicas de estatística descritiva e multivariada, em especial Análise Fatorial Exploratória (AFE), a partir do levantamento das informações gerais necessárias para compreensão da resistência à mudança na UFPA. Os resultados indicam que a reação dos servidores demonstra significativa facilidade em perceber os benefícios da mudança na UFPA, fato que favorece as ações de gestão, pela aptidão, segurança, capacidade e grande habilidade dos servidores para lidar com a mudança. Além disso, mesmo diante da necessidade de manter o status quo, aspecto desencadeador de resistência, as repostas apontam que os servidores públicos da UFPA não temem correr riscos, não receiam em contribuir com as mudanças no trabalho, não tendem a perder interesse pelo trabalho, nem agem com indiferença ou surpresa diante da mudança e não se queixam da gerência em situações de insucesso ou resultados ruins da mudança. Apenas uma pequena parcela da amostra demonstra resistência passiva. A maioria dos servidores entrevistados demonstra abertura à experiência de mudança, aceitação e cooperação voluntária
Abstract: The resistance to change at the organizational level is the result of a process of human behavior in which one or more individuals seek to defend themselves from possible negative effects of changes in the workplace. This process is structured from a broad set of factors, which have been the subject of several organizational studies. From this perspective, the overall objective of this thesis was to analyze the resistance characteristics among public servants crowded at the Federal University of Pará. Among the specific objectives are to identify the reaction of the front server to change processes and identify key resistance factors UFPA of servers related to the change. The literature review is based on organizational behavior, specifically on issues involving organizational change and public management. The research is classified as descriptive and exploratory, with ex post facto held in the form of field research between the months of December / 2015 to January / 2016 and used as a data collection instrument of the structured questionnaire, developed by Bortolotti (2010) to assess the resistance between UFPA servers, offering an indication of support with resistance measurement in item response theory (IRT), to verify characteristics of respondents, diagnose resistance to change in the UFPA and mainly raise the causes, the variables related to this behavior by providing relevant and necessary subsidies to be used in the strategic planning of change. The treatment data was quantitative, using techniques of descriptive and multivariate statistics, especially exploratory factor analysis (EFA), from the survey of general information necessary for understanding the resistance to change in the UFPA. The results indicate that the reaction of servers demonstrates significant ease to realize the benefits of the change in UFPA, a fact that favors the management actions, for fitness, safety, capacity and great ability of servers to handle the change. Moreover, even before the need to maintain the status quo, trigger point of resistance, the responses indicate that public servants UFPA not afraid to take risks, they are not afraid to contribute to the changes at work, do not tend to lose interest in work, not act with indifference or surprise at the change and do not complain management in failure situations or bad results of change. Only a small portion of the sample shows passive resistance. Most respondents servers demonstrates openness to change experience, acceptance and voluntary cooperation
Keywords: Desenvolvimento Organizacional
Comportamento Organizacional
Cultura organizacional
Universidade Federal do Pará
Servidores Públicos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO PUBLICA::ADMINISTRACAO DE PESSOAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Gestão Pública (Mestrado) - PPGGP/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ResistenciaMudancaOrganizacional.pdf1,19 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons