Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11263
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 25-Apr-2019
Authors: PEREIRA, Fabricio Moraes
metadata.dc.description.affiliation: SEMEC/PA - Secretaria Municipal de Educação
First Advisor: NASCIMENTO, Liliane Silva do
Title: Percepções, vivências e perspectivas de professores sobre o programa saúde na escola
Citation: PEREIRA, Fabricio Moraes. Percepções, vivências e perspectivas de professores sobre o programa saúde na escola. Orientadora: Liliane Silva do Nascimento. 2019. 90 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Saúde, Belém, 2019. Programa de Pós-Graduação em Saúde, Ambiente e Sociedade na Amazônia. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11263>. Acesso em:.
Resumo: A saúde na escola é tema de discussões relevantes no tocante à promoção da saúde. A partir de reflexões acerca da intersetorialidade, revisão de literatura e pesquisa em campo, este estudo objetiva compreender as ações resultantes do Programa Saúde na Escola em escolas públicas municipais de Belém, Pará, pela perspectiva dos professores. Trata-se de estudo descritivo-observacional, com análise de entrevistas com 22 professores da educação básica pública municipal. A pesquisa de campo ocorreu no período de abril a junho de 2018. Foi realizada análise de conteúdo, proposta por Bardin, gerando quatro unidades temáticas: Avaliação do PSE no contexto das escolas municipais de Belém; Os determinantes sociais de saúde e a comunidade escolar; Professor da educação básica: inerente educador em saúde; A indissociabilidade do cuidar no binômio saúde-educação. Dos entrevistados, metade desconhecia o programa ou o seu funcionamento. Observou-se diferentes modos de interação entre os realizadores das ações do programa, desde os pontuais e ineficientes ao mais contextualizados e integrativos. O estudo dos determinantes sociais de saúde se fazem necessários para compreender os processos e necessidades destas ações no âmbito escolar municipal, com destaque para questões de saneamento básico, insegurança alimentar, violência e drogas. Destaca-se a necessidade de autorreconhecimento do professor enquanto educador em saúde, a fim de inseri-los na construção da promoção de saúde em suas práticas pedagógicas. A articulação da escola com a comunidade escolar pode servir de insumo para maior integração e estimulação das práticas de controle social. Compreende-se a existência de desafios a serem superados através da concretude da intersetorialidade: os efeitos arraigados do modelo biomédico, as distorções da concepção de promoção de saúde, a necessidade de melhor entendimento e aplicação da intersetorialidade, a conciliação das agendas, a fragmentação das ações em saúde, a valorização profissional de ambos os setores e melhor qualidade na comunicação e troca de informações interprofissionais.
Abstract: Health at school is the subject of relevant discussions on health promotion. From intersetoriality reflexions, literature review and field research, this study aims to understand the actions resulting from the School Health Program in municipal public schools in Belém, Pará, from the perspective of teachers. It is a descriptive-observational study, with analysis of interviews with 22 teachers of municipal public basic education. Field research took place from April to June 2018. A content analysis was carried out, proposed by Bardin, generating four thematic units: Evaluation of the SHP in Belém’s municipal schools context; The social determinants of health and the school community; Basic education teacher: inherent health educator; The indissociability of care in health-education binomial. Half of those interviewed were unaware of the program or its operation. Different modes of interaction between the program's actions managers were observed, from the most punctual and inefficient to the most contextualized and integrative. The study of social health determinants is necessary to better understand the processes and needs of these actions in the municipal school environment, with emphasis on issues of basic sanitation, food insecurity, violence and drugs. It is highlighted the need for self-recognition of the teacher as a health educator, in order to insert them in the construction of the health promotion in their pedagogical practices. The school's articulation with the school community can serve as an input for greater integration and stimulation of social control practices. It is understood the existence of challenges to overcome through the concreteness of intersectoriality: the deep-rooted effects of the biomedical model, the distortions of the conception of health promotion, the need for better understanding and application of intersectoriality, conciliation of agendas, fragmentation of health actions, professional valorization in both sectors and better quality in communication and interprofessional information exchange.
Keywords: Serviços de saúde escolar
Políticas públicas
Colaboração intersetorial
Saúde pública
Pesquisa qualitativa
Concentration Area: SAÚDE COLETIVA
Research Line: SÓCIO-ANTROPOLOGIA, POLÍTICA, PLANEJAMENTO E GESTÃO EM SAÚDE NA AMAZÔNIA
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde, Ambiente e Sociedade na Amazônia
metadata.dc.source.uri: Disponível na Internet via correio eletrônico: RIUFPA@ufpa.br
Appears in Collections:Dissertações em Saúde, Ambiente e Sociedade na Amazônia (Mestrado) - PPGSAS/ICS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO_PercepcoesVivenciasPerspectivas.pdf1.19 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons