Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11297
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 29-Jan-2016
metadata.dc.creator: OKADA, Mayana Saraiva Bezerra
metadata.dc.contributor.advisor1: MAGALHÃES, Celina Maria Colino
metadata.dc.contributor.advisor-co1: PEDROSO, Janari da Silva
Title: Maternidade no cárcere: cuidados básicos
Other Titles: Motherhood in Prison: basic care
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: OKADA, Mayana Saraiva Bezerra. Maternidade no cárcere: cuidados básicos. Orientadora: Celina Maria Colino Magalhães. 2016. 90 f. Dissertação (Mestrado em Teoria e Pesquisa do Comportamento) - Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Universidade Federal do Pará, Belém, 2016. Disponível em: . Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O aumento do número de mulheres na criminalidade vem ao longo do tempo exigindo modificações legais para amparar as especificidades deste gênero, como por exemplo, a maternidade. A permanência dos bebês no cárcere é respaldada por lei através da Constituição Federal, Lei de Execução Penal e o Estatuto da Criança e do Adolescente. Este aparato legal visa o desenvolvimento saudável do bebê permitindo que este fique com sua mãe no mínimo seis meses de vida para ter o leite materno como alimento exclusivo e outro ganho que é o estímulo ao vínculo estabelecido pela díade. A importância da estrutura física do ambiente, as crenças dos cuidadores e o modo como as mães cuidam nos levaram a pensar nesta pesquisa, que teve por objetivo analisar as experiências de cuidados de mães com seus bebês em contexto de cárcere. A pesquisa foi realizada na Unidade Materno Infantil, localizada em Ananindeua, região metropolitana de Belém, inaugurada em março de 2013. Participaram 10 (dez) díades constituídas por mãe e bebê. Os dados foram coletados utilizando um roteiro de entrevista com finalidade de levantar informações para descrever o perfil das mães e bebês e aferir os conhecimentos acerca da amamentação e a Motherand Baby Scales (MABS) avaliou a confiança da mãe na prestação de cuidados ao bebê. Os resultados indicaram adesão das mães ao aleitamento, estendendo-se até doze meses de vida do bebê e a permanência do mesmo na instituição. A amamentação foi primordial para a vinculação da díade e para minimizar os danos provenientes do aprisionamento como o estresse. As mães que tinham mais idade mostraram mais segurança em cuidar dos seus filhos e afirmaram que no ambiente de cárcere a dedicação exclusiva aos bebês foi mais fácil, provavelmente pela ausência de outras tarefas concorrentes. Em relação à expectativa de futuro, as mães desejam aos seus filhos uma história de vida oposta a que viveram no cárcere e na criminalidade. O estudo propõe medidas educativas como elaboração de cartilhas com orientações sobre a amamentação, a rotina da instituição e os direitos da mulher presa. Além disso, espera-se que esta pesquisa possa contribuir para implementação de políticas públicas, com intuito de preservar o convívio familiar, a aproximação através do aumento da frequência das visitas, acesso a ligações para familiares, agilização ou informação clara sobre o processo da presa, ações para manter a convivência e manutenção dos laços familiares.
Abstract: The increasing number of women in crime comes over time demanding legal changes to support the specificities of this genre, for example motherhood. The stay of babies in prison is supported by law through the Federal Constitution, Law of Penal Execution and the Statute of Children and Adolescents. This legal apparatus aimed at the healthy development of the baby allowing the child to stay with his mother for at least six months of life to have breast milk as exclusive nourishment and another gain that is the stimulus to the bond established by the dyad. The importance of the environmental physical structure, the beliefs of caregivers and how mothers take care of their babies brought us to think in this study which aimed to analyze the experiences of mothers with their babies in the prison context. The survey was conducted in the Mother and Child Center, located in Ananindeua, in the metropolitan region of Belém, opened in March, 2013. A total of 10 (ten) dyads consisting of mother and baby participated in this study. Data were collected using an interview guide to gather information to describe the profile of mothers and babies and check the knowledge about breastfeeding and the Mother and Baby Scales (MABS) to evaluate the mother's confidence in providing care to the baby. The results indicated accession to mothers’ breastfeeding, extending itself up to twelve months of life of the baby and the permanence of the child in the institution. Breastfeeding was crucial for linking the dyad and to minimize damage from imprisonment such as stress. Mothers who were older showed more safely care for their children and said that in the prison environment the exclusive dedication to babies was easier, probably due to the absence of other simultaneous tasks. Regarding the expected future, mothers want their children to have a story of life opposite from the life that they experienced in prison and in crime. The study proposes educational measures such as preparing brochures with guidelines on breastfeeding, the routine of the institution and the rights of the arrested woman. In addition, it is expected that this research will contribute to the implementation of public policies aiming to preserve family life by increasing the frequency of visits, access the link to family, quickness or clear information about the trial of the arrested, actions to maintain the coexistence and maintenance of family ties.
Keywords: Comportamento humano
Prisões
Amamentação
Mãe e lactante
Cárcere
Mãe - bebê
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: ECOETOLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ECOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MaternidadeCarcereCuidados.pdf5,09 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons