Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11299
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 26-Aug-2013
metadata.dc.creator: ALVÃO, Maureanna Cardoso
metadata.dc.contributor.advisor1: CAVALCANTE, Lília Iêda Chaves
Title: Transição ecológica: crianças no início da vida escolar e as mudanças de ambiente, atividades, relações e papeis
Other Titles: Ecological transition: children in early school life and the changes of environment, activities, roles and relationships
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: ALVÃO, Maureanna Cardoso. Transição ecológica: crianças no início da vida escolar e as mudanças de ambiente, atividades, relações e papeis. Orientadora: Lília Iêda Chaves Cavalcante. 2013. 152 f. Dissertação (Mestrado em Teoria e Pesquisa do Comportamento) - Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento, Universidade Federal do Pará, Belém, 2014. Disponível em: . Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Ao longo da vida o indivíduo passa por mudanças na sua forma de pensar, fazer e sentir, em geral decorrentes das transições vividas na infância e as alterações que são subjacentes à troca de papeis e mudança de ambiente ecológico. Nesse sentido, entende-se que o conceito de transição ecológica por ter sido formulado no escopo de uma teoria do desenvolvimento humano se aplica a estudos que como este pretende investigar a percepção que a criança tem de sua inserção e adaptação à escola como um contexto ecológico que se diferencia do ambiente familiar. Esta pesquisa objetivou estudar o processo de transição ecológica que envolve a ligação entre os microssistemas família e escola do ponto de vista da criança e seus cuidadores, a partir da investigação das mudanças de ambiente, atividades, relações e papeis que marcam o início da vida escolar. Os objetivos específicos foram verificar como a criança vivencia e percebe os processos de transição ecológica caracterizados por sua inserção e participação no cotidiano em dois microssistemas distintos, mas interligados - a família e a escola; identificar fatores que facilitam e dificultam o processo de adaptação à escola e que marcam a vivência dessa forma de transição ecológica do ponto de vista das crianças e seus familiares e professores; descrever processos de transição ecológica vivenciados por crianças no primeiro ano de sua vida escolar, identificando possíveis semelhanças e diferenças na sua percepção em razão da idade. Participaram da pesquisa 53 pessoas, sendo quarenta e seis crianças matriculadas na Escola Casa da Criança Santa Inês (ECCSI), quatro pais e/ou responsável e três professores. Além do ambiente familiar (aqui considerado como o local de moradia) e escolar (dependências internas da escola, sobretudo os dormitórios infantis, a sala dos professores, e as salas de aula), as crianças (especialmente as que participaram do estudo de casos múltiplos) foram observadas no seu trajeto de ida à escola e na sua volta para casa. Os pais foram entrevistados na sala dos professores, assim como no dormitório infantil masculino. Já os professores foram entrevistados nas salas de aula do Jardim I, e na sala dos professores. Dentre os principais resultados, verificou-se que, cotidianamente, durante os percursos de ida à escola e volta para a casa as crianças demonstraram tanto sentimentos de bem-estar/alegria (envolvimento da mãe e outros familiares nas rotinas diárias, relacionamentos iniciados no ambiente escolar) como malestar/tristeza (queixas de dor e outros sintomas de doenças, violência). No que se refere aos fatores que facilitam e que dificultam o processo de adaptação à escola que foram organizados em torno dos quatro núcleos do modelo bioecológico, observou-se serem as categorias mais frequentes: pessoa (vivência de emoções confortáveis e positivas; manifestações corporais e alterações fisiológicas), e processo (atitude positiva em relação à escola e à aprendizagem). Ao se comparar os três casos selecionados, percebeu-se que cada uma das crianças viveu de forma particular o processo de adaptação no início da vida escolar, sendo importante observação o quanto resistiram às mudanças decorrentes da sua permanência em um novo ambiente e suas atividades, relações e papeis. Este estudo pode ser útil para ampliar o conhecimento sobre esta e outras transições ecológicas vividas na infância, com destaque para o processo de adaptação da criança no início da vida escolar.
Abstract: Throughout life the individual undergoes changes in its way of thinking, doing and feeling, usually resulting from transitions experienced in childhood and the changes that underlie the exchange of roles and changing ecological environment. In this sense, it is understood that the concept of ecological transition having been made in the scope of a theory of human development applies to studies like this intends to investigate the perception that children have their insertion and adaptation to school as an ecological context which differs from the family environment. This research aimed to study the process of ecological transition that involves the connection between family and school microsystems from the point of view of children and their caregivers, by investigating the changes of environment, activities, roles and relationships that mark the beginning of school life. The specific aims were to investigate how children experience and perceive the processes of ecological transition characterized by their inclusion and participation in daily life in two different microsystems, but related - family and school, to identify factors that facilitate and hinder the process of adjusting to school and that mark the experience of this form of ecological transition from the point of view of children and their families and teachers; describe ecological transition processes experienced by children in the first year of their school life, identifying possible similarities and differences in their perception on grounds of age. 53 people participated in the survey, with forty-six children enrolled in the Children's House School St Agnes (ECCSI), four parents and/or guardian and three teachers. Besides the family environment (here considered as the place of residence) and school (internal dependencies school, especially the kids bedrooms , the staff room and classrooms), children (especially in the study of multiple cases) were observed in their path way to school and on their return home. Parents were interviewed in the staff room, as well as the male child dorm. Have teachers were interviewed in classrooms Garden I, and the staff room. Among the main results, it was found that, every day, during the journeys of going to school and back to the house the children demonstrated both feelings of bem-estar/alegria (involving the mother and other family members in daily routines , relationships started in the environment school) as mal-estar/tristeza (complaints of pain and other symptoms of illness, violence). With regard to the factors that facilitate and hinder the process of adjusting to school that were organized around the four cores of the bioecological model was observed to be the most frequent categories: person (living comfortable and positive emotions, and bodily manifestations physiological) changes, and process (positive attitude toward school and learning). Comparing the three selected cases, it was noticed that each of the children lived in a particular way the adaptation process at the beginning of school life, it is important to note how much resisted changes resulting from their stay in a new environment and their activities, relationships and roles. This study may be useful to expand knowledge about this and other ecological transitions experienced in childhood, especially the adaptation of the child at the beginning of school life.
Keywords: Psicologia infantil
Psicologia educacional
Educação pré-escolar
Transição ecológica
Adaptação à escola
Criança
Pré-escola
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: ECOETOLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ECOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_TransicaoEcologicaCriancas.pdf1,75 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons