Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11442
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 8-Oct-2009
metadata.dc.creator: SILVA, Jadson Queiroz da
metadata.dc.contributor.advisor1: COHEN, Marcelo Cancela Lisboa
metadata.dc.contributor.advisor-co1: SOUZA FILHO, Pedro Walfir Martins e
Title: Estudo comparativo dos índices de reflectância da vegetação de manguezal e várzea-de-maré do litoral paraense através de sensoriamento remoto e técnicas espectrofotométricas
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: SILVA, Jadson Queiroz da. Estudo comparativo dos índices de reflectância da vegetação de manguezal e várzea-de-maré do litoral paraense através de sensoriamento remoto e técnicas espectrofotométricas. Orientador: Marcelo Cancela Lisboa Cohen. 2009. 83 f. Dissertação (Mestrado em Geologia) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2009. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11442. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O trabalho em questão individualizou as principais vegetações litorâneas do Estado do Pará, através das diferenças nos níveis de reflectância obtidos a partir de imagens Landsat e de campo por meio de um espectrofotômetro. Esse estudo indicou que as amostras de manguezal possuem valores de reflectância menores que as demais espécies, principalmente no intervalo do espectro eletromagnético correspondente ao visível. Este fato pode estar relacionado à forte absorbância realizada pelos pigmentos fotossintetizantes das árvores do mangue. Entre as folhas de manguezal, o gênero Avicennia superou os valores de reflectância obtidos na Rhizophora. A reflectância das folhas de mangue também sofreu uma variação entre as aéreas estudadas, principalmente o gênero Rhizophora, que em Curuçá obteve valores mais altos. Esse fato pode estar associado às condições de estresse encontradas nos pontos referentes a Bragança e Mosqueiro, uma vez que efeitos causados por mudanças no ambiente alteram a reflectância espectral das folhas. No caso dos manguezais, condições adversas de salinidade podem dificultar o pleno desenvolvimento dessas plantas. Medidas realizadas em Mosqueiro apontaram uma baixa concentração de sal nas águas. Esse fator permite uma maior competição ecológica entre as espécies de mangue e demais vegetações, que somado ao tipo de sedimento pode aumentar o estresse, que justificaria a presença de indivíduos de baixa estatura e com valores de reflectância superiores as demais regiões. Os dados referentes à altura da planta relacionados com os valores espectrais encontrados nas amostras de Rhizophora e Avicennia sugerem uma relação inversa entre a reflectância e a estatura do vegetal. Essa associação pode ser atribuída ao desenvolvimento da clorofila nos estágios iniciais de crescimento do vegetal, que permite uma maior quantidade de energia refletida no intervalo do visível até a folha atingir sua coloração verde característica com relativamente menor reflectância. Com base nesses dados foram elaborados mapas com as unidades de vegetação: manguezal, florestas de terra firme, várzea-demaré, zonas de transição manguezal/várzea e campo.
Abstract: The present work delimited the main littoral vegetations of the Pará State through the differences in the reflectance levels obtained by Landsat images and in situ by a spectrophotometer. This study indicated that the mangrove leaves present lower values of reflectance than others vegetations, mainly in the visible interval of the electromagnetic spectrum.This may be related to the strong absorption developed by the photosynthesis pigments of the mangrove trees. Among its leaves, the Avicennia presented higher reflectance values than Rhizophora. Besides, the reflectance of mangrove leaves changed between the studied areas, mainly the Rhizophora that in Curuçá presented higher values. This can be associated to the stress conditions found in the Bragança and Mosqueiro, since the environmental changes affects the spectral reflectance of leaves. In the case of the mangrove, adverse salinity conditions may hinder the plants development. The tidal water salinity in Mosqueiro presents low values. This factor allows a wider ecological competition between the mangrove species and others vegetations that together with the sediment type, may produce an increase in the stress to the mangrove. It may justify the low height of the trees, and the relatively high reflectance values. Thus, the relationship between the tree height and spectral values of the Rhizophora and Avicennia indicates an inverse relation. This may be attributed to the development of chlorophyll in the initial periods of vegetation growth that allows a elevated amount of energy reflected in the visible interval until the leaves reach its typical green color with relatively lower reflectance. Based on the reflectance data was possible to elaborate maps with the following vegetation units: mangrove, terra firme vegetation, tidal varzea, transition zones mangrove/varzea and herbaceous field.
Keywords: Manguezal
Reflectância
Sensoriamento remoto
Várzea-de-maré
Pará
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: GEOLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: GEOLOGIA MARINHA E COSTEIRA
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::GEOQUIMICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EstudoComparativoIndices.pdf2,79 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons