Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11448
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 24-Apr-2012
metadata.dc.creator: ROMERO, John Alexander Sandoval
metadata.dc.contributor.advisor1: LAFON, Jean Michel
metadata.dc.contributor.advisor-co1: NOGUEIRA, Afonso César Rodrigues
Title: Geoquímica isotópica Sr e geocronologia Pb-Pb da capa carbonática neoproterozoica do Grupo Araras, Tangará da Serra, MT
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: ROMERO, John Alexander Sandoval. Geoquímica isotópica Sr e geocronologia Pb-Pb da capa carbonática neoproterozoica do Grupo Araras, Tangará da Serra, MT. Orientador: Jean Michel Lafon. 2012. 71 f. Dissertação (Mestrado em Geoquímica e Petrologia) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2012. Disponível em:http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11448 . Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: As capas carbonáticas neoproterozóicas têm sido alvo de inúmeros estudos quimiestratigráficos e paleoambientais ao redor de quase todas as regiões cratônicas do mundo. Foram depositadas após eventos de glaciação globais e consistem em dolomitos e calcários primários recobrindo diamictitos glaciais com feições típicas como estromatólitos, estruturas tubiformes, acamamento de megamarcas onduladas e leques de cristais de calcita, interpretados como pseudomorfos de aragonita. No Brasil, a ocorrência principal e objeto de estudo são encontrados nos municípios de Mirassol d ́Oeste e Tangará da Serra, sudoeste do Estado de Mato Grosso, sul do Cráton Amazônico, recobrindo diamictitos glaciais com idade em torno de 635 Ma. A capa carbonática faz parte da base do Grupo Araras sendo composta pelos dolomitos da Formação Mirassol d ́Oeste e pelos calcários e folhelhos betuminosos da base da Formação Guia. O objetivo deste trabalho visa consolidar, uma idade do inicio do Ediacariano para a capa carbonática da região de Tangará da Serra, por meio da geocronologia Pb-Pb, e trazer novos dados isotópicos de Sr que contribuam para o entendimento das condições paleoambientais de deposição destas rochas, bem como para a elaboração da curva de evolução do Sr no Neoproterozóico. Foram coletadas 36 amostras posicionadas no topo da Formação Mirassol d ́Oeste (13 amostras) e na Formação Guia (23 amostras), para análises petrográficas, de difração e fluorescência de raios X, assim como para análises isotópicas de Sr e datação pelo método Pb-Pb por lixiviação em rocha total, utilizando a espectrometria de massa TIMS e ICP-MS. As análises petrográficas permitiram reconhecer feições diagenéticas como, estilólitos, grãos de dolomita recristalizados, preenchimento de dolomita espática, presença de óxidos de ferro e quartzo autigênico nos dolomitos da Formação Mirassol d ́Oeste. Na Formação Guia, foram observados leques de cristais de calcita parcialmente substituída por dolomita espática, fraturas preenchidas por óxidos de ferro, estilólitos, microfraturas preenchidas por calcita e dolomita secundaria, quartzo e feldspato nos calcários da Formação Guia. A análise de difração de raios X complementou a determinação da assembléia mineralógica dos carbonatos, em especial, a identificação da presença de dolomita secundaria, quartzo e feldspato nos calcários da base da Formação Guia. A análise química por fluorescência de raios X permitiu determinar os teores de Fe, Mn, Ca, Sr, os quais foram utilizados para auxiliar na interpretação das assinaturas isotópicas de Sr. A composição isotópica de Sr de cinco amostras de dolomitos da Formação Mirassol d ́Oeste e seis de calcários da base da Formação Guia, foi determinada pelo método de lixiviação sequencial com ácido acético. Para os dolomitos, as razões entre 0,708 e 0,709. Para os calcários, foram obtidas razões isotópicas 87 87 Sr/ 86 Sr oscilaram Sr/ 86 Sr no intervalo de 0,707093 até 0,707289, uma vez eliminadas as etapas de lixiviação com provável contribuição terrígena para o Sr com razões 87 87 Sr/ 86 Sr de até 0,7114. As mais baixas razões Sr/ 86 Sr foram encontradas nas amostras com mais baixas razões Mn/Sr (0,31-0,45) e Fe/Sr (6,03-9,8). A diferença de procedimento analítico utilizado para a obtenção das razões 87 Sr/ 86 Sr pode explicar as diferenças de assinaturas isotópicas de Sr dos calcários da região de Tangará da Serra (lixiviação sequencial) com aquelas, mais radiogênicas, dos calcários da região de Mirassol d ́Oeste (dissolução total), previamente publicados. As razões 87 Sr/ 86 Sr de 0,70709–0,70729 dos calcários da região de Tangará da Serra, posicionam-se acima da curva de evolução do Sr oceânico no Neoproterózoico, na transição do Criogeniano – Ediacarano antes do aumento brusco no inicio do Ediacarano. Foram analisadas 6 amostras de dolomitos e 17 amostras de calcários, para a determinação da composição isotópica de Pb, as amostras foram lixiviadas com HCl. As assinaturas isotópicas de Pb apresentam uma grande homogeneidade nos dolomitos (19,05< 206 Pb/ 204 Pb < 19,50; 15,69 < 207 Pb/ 204 Pb < 16,89) e não foram utilizadas para a elaboração da isócrona Pb-Pb. Das 17 amostras de calcários, 15 forneceram uma idade de 622 ± 33 Ma (2σ), apesar das variações isotópicas limitadas de composição isotópica (18,77 < 206 Pb/ 204 Pb < 31,18; 15,71 < 207 Pb/ 204 Pb < 16,46). Esse resultado reforça uma idade do início do Ediacarano para a formação da capa carbonática do Grupo Araras e comprova a sua associação com os eventos ocorridos após a última glaciação criogeniana no sul do Craton Amazônico.
Abstract: The Neoproterozoic cap carbonates have been the subject of countless paleoenvironmental and chemicalstratigraphy studies in almost all Cratons around the world. Those were deposited after global glacial events deposits, are composed of dolostones and limestones, overlying glacial diamictites with specific features as stromatolits, tubes like structures, megaripples and crystal fans of calcite. In Brazil this ocucurrence, principal objetive of this work is exposed in Mirassol d ́Oeste and Tangará da Serra towns at Southeast of Mato Grosso State, Southeastern of Amazon Craton, recovering glacial diamictites with age of ≈ 630 Ma, The cap carbonate is part of base of Araras Group compoused by dolostone of Mirassol d ́Oeste and limestones of base of the Guia Formation. The main goal of this work is consolidate an Early Ediacaran age for the cap carbonate of the Tangará da Serra area by Pb-Pb geochronology and bring new Sr isotopic data to understand the paleoemviromental conditions as well as the increasing Sr marine evolution curve of during Neoproterozoic. Were collected 36 samples from top of Mirassol d ́Oeste (13 samples) and base of Guia Formation (23 samples), for petrography, X-ray difractometry, X- fluorescence as well as Sr isotopic analyses and Pb-Pb dating, using mass spectrometer TIMS and ICP-MS. The petrography allow recognize diagenetic features as stylolits, dolomite grains recristalized, spatic dolomite, iron oxides and autigenic quartz in dolostones of Mirassol d ́Oeste Formation. In Guia Formation, were observed partial substitution from crystal fans of calcite to spatic dolomite, stilolits as well as microfractures filled by calcite and secondary dolomite. The X-difractometry complemented the determination of mineralogical assemblage about carbonates, identificating the presence of secondary dolomite as well as quartz and feldspar in limestones of Guia Formation. The X-ray fluorescence allows determinate the teors of Fe, Mn, Ca and Sr, which were used to help the interpretation of Sr isotopic signatures. The Sr isotopic signature in 5 samples in dolostones of Mirassol d ́Oeste Formation and 6 limestones samples of base of Guia Formation, were determinated by sequential leaching with acetic acid. For dolostones the 87 Sr/ 86 Sr ratios ranging 0.708 to 0.709. For limestones the 87 Sr/ 86 Sr ratios ranging 0.707093 to 0.707289, after eliminate the leaching by probably terrigenous contribution for 87 Sr/ 86 Sr ratios until 0.7114. The lowest 87 Sr/ 86 Sr ratios were found in samples with lowest Mn/Sr ratios (0.31-0.45) and Fe/Sr (6.03-9.8). The differences in analytical procedure used to obtain the 87 Sr/ 86 Sr ratios, allow to explain the differences a out the isotopic Sr signatures in limestones from Tangará da Serra área (sequential leaching) with which, more radiogenic from limestones from Mirassol d ́Oeste área (total dissolution), previously published. The 87 Sr/ 86 Sr ratios ranging 0,70709 – 0,70729 in limestones from Tangará da Serra area, are positioned above from Sr marine curve in late Neoproterozoic, in transition from Cryogenian to Ediacaran, before the abrupt rise in early Ediacaran. Six dolostones samples and 17 limestones samples were analyzed, for determination of isotopic Pb composition, the samples were leached with HCl. The isotopic Pb signatures are homogeneous in dolostones (19.05< 206 Pb/ 204 Pb < 19.50; 15.69 < 207 Pb/ 204 Pb < 16.89) and were not used for elaborate the Pb-Pb isochron. From 17 limestones samples just 15 provided and age of 622 ± 33 Ma (2σ), despite de limited isotopic variations of the isotopic composition (18.77 < 206 Pb/ 204 Pb < 31.18; 15.71 < 207 Pb/ 204 Pb < 16.46). This result reinforces the Ediacaran early age to cap carbonate of Araras Group and check their association with the events after the last Criogenian glaciation at South of Amazon Craton.
Keywords: Geocronologia Pb-Pb
Geoquímica
Neoproterozóico
Capas carbonáticas
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: GEOQUÍMICA E PETROLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: GEOCRONOLOGIA E GEOQUÍMICA ISOTÓPICA
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::GEOQUIMICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_GeoquimicaIsotopicaGeocronologia.pdf3,71 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons