Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/11459
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCRUZ, Marina Trindade-
dc.date.accessioned2019-08-19T14:14:37Z-
dc.date.available2019-08-19-
dc.date.available2019-08-19T14:14:37Z-
dc.date.issued2019-06-26-
dc.identifier.citationCRUZ, Marina Trindade. Travessias em Contato: experiências de improvisação para a instauração de uma poética imprevisível. Orientadora: Ana Flávia Mendes Sapuchay. 2019. 110 f. Dissertação (Mestrado em Artes) - Programa de Pós-Graduação em Artes, Instituto de Ciências da Arte, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11459. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11459-
dc.description.abstractThis memorial writing is a crossroads, in the middle is the provocative traveler and artistresearcher who, inspired by the archetypal image of the Magician, the messenger, who says - I am all arts in power, I have the ability to the present time, traveled long distances and brought tools to share in this crossing, I desire a collective body that gives way, and therefore crosses and is crossed -, where giving passage is a present perspective in the research of Bondía (2002) on the subject who lives the experience, which is also "crossing". In the search for tools for research, I let myself be led by contact improvisation (CI) that leads me to participate in residencies, festivals and laboratories; are events that move research and with this cartography as a procedure, inspired by the work of Deleuze and Guatarri (2012), finds principles that nourish the composition of poetics. The practical experiences are with approaches on improvisation, interpreter-creator and real-time composition (CTR) from the researches of Mayrla Andrade (2012), Waldete Brito (2012), Eleonora Leal (2012), Ana Flávia Mendes (2008), Hugo Leonardo (2008), Ana Mundim (2018) and Ciane Fernandes (2018). These studies provide principles for conducting a laboratory practice that took place from January 23 to 29, 2019, when conducted by the CI from the image-force of the "crossing", a performative act of composition was generated in time real.pt_BR
dc.description.sponsorshipCAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superiorpt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectDança-Improvisaçãopt_BR
dc.subjectDança-Cartografiapt_BR
dc.subjectPoéticapt_BR
dc.titleTravessias em Contato: experiências de improvisação para a instauração de uma poética imprevisívelpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências da Artept_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES::DANCApt_BR
dc.contributor.advisor1SAPUCAHY, Ana Flávia Mendes-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6144243746546776pt_BR
dc.contributor.advisor-co1MENDONÇA, Thales Branche Paes de-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0077830707011397pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6044105302013232pt_BR
dc.description.resumoEssa escrita memorial é uma encruzilhada, no meio está a viajante, provocadora e artistapesquisadora que, movida por incidentes, se inspira com a imagem arquetípica do Mago, o mensageiro, que diz - Sou todas as artes em potência, tenho a habilidade com o tempo presente, viajei longas distâncias e trago ferramentas para compartilhar nesta travessia, desejo um corpo coletivo que dá passagem, e por isso atravessa e é atravessado - , em que dar passagem é uma perspectiva presente na pesquisa de Bondía (2002) sobre o sujeito que vive a experiência, essa que também é “travessia”. Na busca por ferramentas para a pesquisa, me deixo conduzir pelo contato improvisação (CI) que me leva a participar de residências, festivais e laboratórios; são acontecimentos que movem a pesquisa e com isso a cartografia como procedimento, inspirada na obra de Deleuze e Guatarri (2012), encontra princípios que nutrem a composição da poética. As experiências práticas se encontram com abordagens sobre a improvisação, o intérprete-criador e a composição em tempo real (CTR) a partir das pesquisas de Mayrla Andrade (2012), Waldete Brito (2012), Eleonora Leal (2012), Ana Flávia Mendes (2008), Hugo Leonardo (2008), Ana Mundim (2018) e Ciane Fernandes (2018). Esses estudos trazem princípios para a realização de uma prática em laboratório que aconteceu nos dias 23 a 29 de janeiro de 2019, em que conduzido pelo CI a partir da imagem-força da “travessia”, gerou-se um ato performativo de composição em tempo realpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Artespt_BR
dc.subject.linhadepesquisaPOÉTICAS E PROCESSOS DE ATUAÇÃO EM ARTESpt_BR
dc.subject.areadeconcentracaoARTESpt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Artes (Mestrado) - PPGARTES/ICA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_TravessiasExperienciasPoetica.pdf284,34 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons