Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/11462
Tipo: Dissertação
Data do documento: 13-Dez-2013
Autor(es): OLIVEIRA, Lelis Araújo de
Afiliação do(s) Autor(es): UEPA - Universidade do Estado do Pará
Primeiro(a) Orientador(a): GOMES, Ellen de Nazaré Souza
Título: Determinação de modelo de velocidades para a migração em profundidade de dados sísmicos 2-D da Bacia do Jequitinhonha
Agência de fomento: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citar como: OLIVEIRA, Lelis Araújo de. Determinação de modelo de velocidades para a migração em profundidade de dados sísmicos 2-D da Bacia do Jequitinhonha. Orientador: Ellen de Nazaré Souza Gomes. 2013. 52 f. Dissertação (Mestrado em Geofísica) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2014. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11462. Acesso em:.
Resumo: A migração no domínio do tempo é bastante empregado pela indústria de hidrocarbonetos por sua baixa demanda computacional, entretanto em áreas onde o campo de velocidade tem grande variação lateral, em decorrência do meio em subsuperfície apresentar estruturas complexas, como falhas, domos de sal, etc., esta técnica torna-se ineficiente na caracterização das feições geológicas. Embora o custo computacional seja alto, a migração no domínio da profundidade, mostra-se mais efetiva que a migração em tempo ao lidar com essas estruturas. Todavia para obter uma seção em profundidade há a necessidade de um modelo de velocidade em profundidade com certo grau de precisão. Neste trabalho, são aplicadas duas metodologias de conversão tempo-profundidade para a obtenção do modelo de velocidades em profundidade para duas linhas marinhas reais 2-D da Bacia do Jequitinhonha. A precisão dos modelos gerados foram analisados a partir das seções sísmicas migradas obtidas por meios dessas velocidades.
Abstract: The migration time domain is quite employed by the oil industry for its low computational requirements, however in areas where the velocity field has great lateral variation as result of the environment is complex subsurface structures, such as faults, salt domes, etc.., this technique becomes inefficient in the characterization of geological features. Although the computational cost is high, migration in the field of depth, proves more effective than time migration to deal with these structures. However for a section in depth there is a need for a velocity model in depth with some degree of precision. In this paper, two methodologies for time to depth conversion for obtaining the velocity model in depth to two real 2-D marine lines Jequitinhonha Basin are applied. The accuracy of the models generated were analyzed from migrated seismic sections obtained by means of these velocityes.
Palavras-chave: Prospecção sísmica
Método de reflexão sísmica - Processamento de dados
Prospecção sísmica
Conversão tempo-profundidade
Velocidades de migração em tempo
Modelo de velocidade em profundidade
Migração em profundidade
Seismic prospecting
Time to depth conversion
Time migration velocities
Depth velocity model
Depth migration
Área de Concentração: MÉTODOS SÍSMICOS
Linha de Pesquisa: SÍSMICA APLICADA À EXPLORAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE RESERVATÓRIOS
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA::GEOFISICA APLICADA
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Geociências
Programa: Programa de Pós-Graduação em Geofísica
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Fonte: 1 CD-ROM
Aparece nas coleções:Dissertações em Geofísica (Mestrado) - CPGF/IG

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_DeterminacaoModeloVelocidade.pdf22,91 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons