Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11523
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 28-Jan-2019
metadata.dc.creator: SILVA, Ariane Maria Marques da
metadata.dc.contributor.advisor1: ASP NETO, Nils Edvin
Title: Análise integrada da morfologia e sedimentologia do baixo curso do rio Xingu
metadata.dc.description.sponsorship: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: Silva, Ariane Maria Marques da. Análise integrada da morfologia e sedimentologia do baixo curso do rio Xingu. Orientador: Nils Edvin Asp Neto. 2019. 69 f. Dissertação (Mestrado em Geologia e Geoquímica) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11523. Acesso em: .
metadata.dc.description.resumo: O rio Xingu é um importante afluente do rio Amazonas contribuindo com 5% de sua vazão líquida, embora não contribua significativamente com sedimentos. O baixo rio Xingu é definido como uma ria, em função do afogamento de seu vale como resultado da Última Grande Transgressão marinha. Em função de uma influência substancial de maré, com alturas de maré de mais de 1 m na confluência, este setor fluvial corresponde ainda a um tidal river. O presente estudo visa analisar a morfologia e sedimentologia de fundo do baixo rio Xingu, estabelecendo correlação com os dados hidrodinâmicos, visando o entendimento dos processos de preenchimento sedimentar da ria, ainda em andamento. A área amostrada vai desde a confluência com o Amazonas (proximidades da cidade de Porto de Mós) até o estreitamento do lago de ria a montante, nas proximidades da cidade de Vitória do Xingu. Foram efetuados levantamentos sedimentológicos durante períodos de alta (fev/2016) e baixa (nov/2016) descarga de sedimentos. Para o período de alta descarga foram coletadas 109 amostras de sedimentos de fundo. Durante o período de baixa descarga, a amostragem foi repetida em 11 destas estações. No período de máxima descarga liquida do rio Amazonas (jun/2018), foram também monitorados os níveis d’água em diversos pontos ao longo do rio Xingu, assim como ocorreu nos períodos de coleta anteriores. Os dados morfológicos referem-se aos levantamentos batimétricos realizados pela Marinha do Brasil (CLSAOR/DHN). Os resultados demonstram forte correlação da sedimentologia com a morfologia, revelando um preenchimento do lago de ria tanto a partir do próprio rio Xingu, formando um proeminente delta de cabeceira, como a partir do rio Amazonas, onde as variações de maré têm transportado sedimentos a montante no rio Xingu. Por outro lado, grandes áreas de seção transversal na parte central da ria demonstram que volumes relativamente pequenos de sedimento alcançam aquela área, com dinâmica reduzida e sedimentação lamosa. Transversalmente, as areias estão mais associadas às margens e sua erosão por ação de ondas. Longitudinalmente, as areias são substancialmente mais frequentes na região de delta de cabeceira, e na região da confluência com o Amazonas, onde as áreas de seção transversal são notadamente menores. Os resultados sugerem ainda que a sedimentação nas proximidades da confluência com o rio Amazonas tem se reduzido ao longo do tempo, onde a combinação de variação da área da seção transversal com a vazão do próprio rio Xingu reduz o fluxo a montante a partir do rio Amazonas.
Abstract: The Xingu River is an important tributary of the Amazon River, contributing with 5% of its total water discharge. Nevertheless, it does not contribute substantially with sediment load. The lower reaches of the Xingu River correspond to a Ria, as a result of the Holocene sea-level rise. It is also classified as a tidal river, where tides reach over 1 m at its confluence with the Amazon River. This study evaluated the morphology and sedimentology of the area, correlating it with hydrodynamics, aiming to understand the still ongoing infilling process of the Xingu Ria. The study area encompasses a stretch of about 180 km, from the Xingu-Amazon river confluence upward to the narrowing of the channel, near the city of Vitória do Xingu. During the maximum sediment discharge of the Amazon River (i.e., feb/2016) 109 bottom sediment samples were collected, whereas 11 of the sampling sites were re-sampled during the minimum water discharge period of both rivers (i.e., nov/2016). During the maximum water discharge period of the Amazon River (i.e., jun/2018), additional water level measurements were undertaken simultaneously in several locations along the Xingu River, as it was also performed during the other campaigns. The morphology was evaluated on the basis of the bathymetric surveys of the Brazilian Navy (CLSAOR/DHN), including about 20,000 points. The results showed that the infilling process of the ria lake has taken place from both ‘ends’ of the area- from the Xingu River itself, forming a prominent bay-head delta, as well as from the Xingu-Amazon River confluence, where tides have transported Amazon River sediments upstream into the Xingu Ria. Furthermore, there is a central portion of the ria lake with large cross-sectional areas, reached only by relatively small amounts of sediments, being a quiescent environment within muddy sedimentation. In a transversal perspective, sands seem to prevail along the margins, where local wave action seem to result in bluff erosion. Longitudinally, sands are substantially more frequent at the bay-head delta area, and at the confluence area, where cross-sections are clearly narrower. Results also suggest that the sediment input from the Amazon River into the Xingu ria has reduced over time, whereas the combination of cross-section area variation and the Xingu River water discharge itself reduce the sediment flux from the Amazon River into the Xingu River.
Keywords: Transporte de sedimentos
Morfologia
Sedimentologia
Rio Xingu - PA
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AnaliseIntegradaMorfologia.pdf6,61 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons