Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11695
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 21-Feb-2017
metadata.dc.creator: COSTA, Alessa Nayhara Mendanha
metadata.dc.contributor.advisor1: VASCONCELOS, Steel Silva
Title: Efluxo de CO2 do solo em sistemas de produção de palma de óleo na Amazônia Oriental
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: COSTA, Alessa Nayhara Mendanha. Efluxo de CO2 do solo em sistemas de produção de palma de óleo na Amazônia Oriental. Orientador: Steel Silva Vasconcelos. 2017. 63 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2017. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11695. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: As áreas de florestas tropicais desempenham um importante papel no ciclo global do carbono. No entanto, distúrbios antropogênicos vêm alterando a estrutura do ecossistema e, consequentemente, o balanço de carbono. Avaliar como as alterações de uso da terra influenciam no efluxo de CO2 do solo (principal via de deslocamento do CO2 presente no solo para atmosfera) é importante para compreender como os diferentes tipos de vegetação podem afetar o balanço de carbono. Na Amazônia, o efeito da conversão de áreas para cultivo de palma de óleo sobre o balanço de carbono precisa ser avaliado, em função da expansão em larga escala desses sistemas na região. Neste estudo avaliou-se o efluxo de CO2 do solo, bem como suas variáveis controladoras, em dois sistemas de produção da palma de óleo (monocultivo de palma de óleo e sistemas agroflorestais com palma de óleo). A pesquisa foi desenvolvida no município de Tomé-Açu, em áreas de agricultura familiar e propriedade particular empresarial. O efluxo de CO2 do solo, a temperatura do solo e a umidade gravimétrica do solo foram avaliados entre marco de 2016 e novembro de 2016. O estoque de raízes finas e serapilheira nos sistemas foram avaliados no período de maior precipitação (maio) e menor precipitação (outubro). O efluxo de CO2 do solo foi maior nas áreas de floresta sucessional, intermediário nos sistemas agroflorestais com palma de óleo, e menor nos sistemas convencionais da palma de óleo. O efluxo de CO2 do solo foi maior no período de mais chuvoso e menor no período menos chuvoso. O efluxo de CO2 do solo é sensível à “conversão” de áreas de floresta em cultivos de palma de óleo. O “metabolismo do solo” no sistema de cultivo de palma de óleo mais diversificado (SAF) se assemelha mais ao do sistema mais integro ecologicamente (floresta secundaria).
Abstract: Tropical forest areas play an important role in the global carbon cycle. However, anthropogenic disturbances have altered the structure of the ecosystem and consequently imply in the carbon budget. To evaluate how changes in land use influence the efflux of CO2 from the soil (the main pathway of CO2 displacement in soil to atmosphere), it is possible to understand how the different types of vegetation affect the CO2 efflux of the soil, evaluating the variables that contribute to this process. A greater understanding of this influence motivates the study in different ecosystems, which seek to identify and develop practices that increase carbon stock and nutrient cycling, such as agroforestry systems (SAFs). Due to the expressive expansion of the oil palm in the Amazon region, the objective of this research was to evaluate the effects of CO2 efflux from the soil, as well as its control variables, in two oil palm production systems (conventional palm oil production systems and agroforestry systems with oil palm). The research was developed in the municipality of Tomé-Açu in areas of family farming and production. Soil CO2 efflux, soil temperature and soil gravimetric moisture were evaluated between March 2016 and November 2016. The stocks of fine roots and litter in the systems were evaluated in the period of higher precipitation (May) and lower precipitation (October). Soil CO2 efflux was higher in successional forest areas, intermediate in oil palm agroforestry systems, and lower in conventional palm oil systems. The CO2 efflux of the soil is sensitive to the "conversion" of forest areas into oil palm crops. The "soil metabolism" in the more diversified oil palm (SAF) system is more similar to that of the more ecologically integrated system (secondary forest).
Keywords: Carbono
Umidade do solo
Dendezeiro
Sistemas agroflorestais
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: CLIMA E DINÂMICA SOCIOAMBIENTAL NA AMAZÔNIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ECOSSISTEMAS AMAZÔNICOS E DINÂMICAS SOCIOAMBIENTAIS
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Museu Paraense Emílio Goeldi
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
EMBRAPA
MPEG
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EfluxoCO2Solo.pdf1,94 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons