Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/11843
Tipo: Dissertação
Data do documento: 30-Abr-2019
Autor(es): ALMEIDA, Áurea Silva
Primeiro(a) Orientador(a): FERREIRA, Joice Nunes
Primeiro(a) coorientador(a): COUDEL, Emilie Suzanne
Título: Percepção de serviços ecossistêmicos por agricultores familiares na Amazônia Oriental: subsídios para a restauração florestal.
Agência de fomento: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citar como: ALMEIDA, Áurea Silva. Percepção de serviços ecossistêmicos por agricultores familiares na Amazônia Oriental: subsídios para a restauração florestal. Orientadora: Joice Nunes Ferreira. Coorientadora: Emilie Suzanne Coudel. 2019. 62 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11843. Acesso em:.
Resumo: Os Sistemas Agroflorestais (SAFs) são comumente recomendados para a restauração de áreas degradadas de agricultores familiares. O uso desse sistema de produção agrícola é pertinente, tanto por já ser uma prática tradicional dos agricultores em alternativa à agricultura itinerante, quanto pela comprovada oferta de diversos serviços ecossistêmicos, em comparação a outros sistemas de produção. Devido a carência de estudos sobre a dimensão sociocultural de Serviços ecossistêmicos, o entendimento dos benefícios para os seres humanos e sua importância em áreas de SAFs e de remanescentes florestais, nesse trabalho, buscou-se a compreensão da percepção dos serviços ecossistêmicos por agricultores familiares no Nordeste Paraense visando subsidiar ações que aumentem a abrangência e eficiência da restauração florestal. Foi realizada a caracterização das estratégias de recuperação florestal a partir da coleta de dados primários – via entrevista, questionário semiestruturado, questionário ilustrado e escala Likert – junto aos agricultores residentes no município de Irituia (PA). A partir da percepção relativa baseada em escala Likert, observou-se que, dentro do conjunto estudado, os agricultores reconhecem os benefícios advindos das paisagens naturais e dos sistemas agroflorestais, apresentando em geral alta percepção de serviços ecossistêmicos em todas as categorias propostas pela Avaliação ecossistêmica do Milênio (provisão, regulação, suporte e cultural). Entretanto, as maiores pontuações foram obtidas para os serviços culturais referentes a tranquilidade e paz de espírito em ambientes mais naturais e arborizados, bem como os serviços de provisão relacionados à água. Observou-se ainda que o grupo de agricultores com menor área de reserva florestal e maior área de SAF foi relacionado às percepções mais altas de serviços ecossistêmicos. Este resultado sugere que a perda de área florestal, no âmbito individual, possivelmente leva a uma maior sensibilização quanto aos benefícios dos sistemas naturais e, com isso, o incremento das áreas de SAF constituem uma tentativa de retorno às funções e benefícios perdidos pela degradação ambiental ao longo do tempo. Foi possível também observar que os agricultores da região possuem um entendimento de que os SAFs que manejam contribuem para a restauração de áreas degradadas. Por outro lado, a alta percepção de serviços ecossistêmicos não refletiu em sistemas com maior diversidade de plantas. De forma geral, programas de apoio são necessários para fortalecer a capacidade dos SAFs em prover serviços ecossistêmicos e aumentar a conservação da biodiversidade.
Abstract: The agroforest systems are commonly recommended to family farmers who seeks to recover degraded areas. The use of this agriculture production system is relevant not only because it offers a proved diversity in ecosystem services, but also because it already is a traditional alternative to itinerant agriculture. Due to the lack of studies about de sociocultural dimension of ecosystem services and the benefits of agroforest system areas, we seek to evaluate in this work the perception and comprehension of northeast Pará family farmers about these. Pursuing this target, we realize the categorization of forest recovery strategies from a primary data collection – interviews, semi structured questionnaire, illustrated questionnaire anf Likert Scale – within the Irituia (PA) residents. Through the relative perception based on the Likert scale application, we noticed that the agricultures recognize the benefits accruing from agroforest systems and natural landscapes. Not only, had the studied group demonstrated high perception of ecosystem services in all proposed categories in the Millennium ecosystem evaluation. Furthermore, the group of agricultures with a smaller area of forest reserve and bigger area of agroforest systems is related to higher perceptions about the ecosystem services. The result suggest that a lost in forest area, in the individual level, probably drives to a higher sense about the benefits of natural systems and then, for those, the increment in agroforest system areas constitutes an attempt to return to functions and benefits lost through environmental degradation over time. The biggest motivations to forest recovery through agroforest systems, named by the farmers, were food security and commodities trade. Was also possible to identify that the agricultures of northeast Pará have an understanding that agroforest systems use contributes to recover degraded areas. Otherwise, the high perception about ecosystem services did not reflect in the plants diversity. In general, we can say that support programs are necessary to strengthen the agroforest systems capacity of provide ecosystem services and increase the biodiversity conservation.
Palavras-chave: Agricultura familiar - Amazônia
Área de Concentração: CLIMA E DINÂMICA SOCIOAMBIENTAL NA AMAZÔNIA
Linha de Pesquisa: ECOSSISTEMAS AMAZÔNICOS E DINÂMICAS SOCIOAMBIENTAIS
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Museu Paraense Emílio Goeldi
Sigla da Instituição: UFPA
EMBRAPA
MPEG
Instituto: Instituto de Geociências
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Fonte: 1 CD-ROM
Aparece nas coleções:Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_PercepcaoServicosEcossistemicos.pdf1,24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons