Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/11932
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 2-may-2012
Autor(es): BRELAZ, Luciana Castro
Primer Orientador: NOGUEIRA, Afonso César Rodrigues
Primer Coorientador: LOPES, Renata Lourenço
Título : Paleoambiente dos calcários e folhelhos betuminosos da Formação Guia, Neoproterozóico, Sudoeste do estado do Mato Grosso
metadata.dc.description.sponsorship: ANP - Agência Nacional do Petróleo
Citación : BRELAZ, Luciana Castro. Paleoambiente dos calcários e folhelhos betuminosos da Formação Guia, Neoproterozóico, Sudoeste do estado do Mato Grosso. Orientador: Afonso César Rodrigues Nogueira. Coorientadora: Renata Lourenço Lopes. 2012. 64 f. Dissertação (Mestrado em Geologia e Geoquímica) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2012. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11932. Acesso em:.
Resumen: A implantação de extensas plataformas carbonáticas após a última glaciação do Criogeniano (~ 635 M.a.) é relatada em diversas partes do globo em resposta à súbita elevação da temperatura global, concomitante ao degelo das coberturas glaciais responsáveis por eventos transgressivos globais. No Brasil, um dos melhores exemplos de depósitos transgressivos pósglaciação de idade Ediacarana (630 - 580 M.a.) é a Formação Guia, unidade calcária do Grupo Araras, exposta por centenas de quilômetros no segmento Norte da Faixa Paraguai e Sul do Cráton Amazônico. A Formação Guia consiste predominantemente de calcários e folhelhos betuminosos, com espessura de mais de 400 m. A partir da análise faciológica e estratigráfica das pedreiras situadas nas regiões de Cáceres, Nobres e Cuiabá, foram individualizadas oito litofácies, agrupadas em três Associações de Fácies (AF), representativas de uma plataforma carbonática retrogradante: AF1- face de praia inferior influenciada por tempestades, AF2- costa afora e AF3- costa afora externa inclinada. AF1 alcança espessuras de aproximadamente 160 m e incluem margas e calcários finos com abundantes grãos terrígenos e estruturas produzidas por fluxo oscilatório e combinado, relacionado a ondas de tempo bom e de tempestades. AF2 compreende os mais espessos depósitos da Formação Guia, com quase 200 m. É constituída por calcário cinza com partição de folhelho e abundante matéria orgânica. A notável a monotonia litológica e estrutural, refletida na continuidade lateral de camadas tabulares de calcário intercalado a delgadas lâminas de folhelho por centenas de quilômetros, denota que a sedimentação hemipelágica ocorreu em condições de baixa energia, abaixo da base de ondas de tempestades na zona de costa afora. A grande quantidade de material orgânico acumulado nestas rochas associado à presença de pirita revela a natureza anóxica e estagnante das águas na plataforma carbonática. Palinomorfos na AF2 compreendem poucas espécies de leiosferídeos, simples acritarcos esferomorfos indeterminados e prováveis fragmentos de algas. A coloração marrom do material orgânico amorfo e de acritarcos indica grau moderado de maturação. A raridade de formas orgânicas bem preservadas e a grande quantidade de matéria orgânica amorfa revelam moderada degradação. AF3 apresenta depósitos com até 70 m de espessura. É composta por brechas calcárias com clastos tabulares e feições de escorregamento, intercaladas a camadas tabulares de calcário fino. As brechas, de natureza intraformacional, foram formadas por fluxos gravitacionais de massa gerados pela instabilidade de carbonatos em zonas externas plataformais. Estes fluxos gravitacionais episódicos se alternaram com sedimentação hemipelágica cíclica (formando lama micrítica e terrígena). Para a definição da morfologia da plataforma, três aspectos foram considerados: 1) a transição vertical dos depósitos de águas rasas (shoreface) para de águas profundas (offshore) sem mudança abrupta de fácies, 2) a ausência de estruturas deformacionais rúpteis sinsedimentares (falhas e de depósitos de deslizamento) e 3) a extensão por centenas de quilômetros destes depósitos. Todas estas feições são diagnósticas de plataformas em rampa do tipo homoclinal. A presença de uma ampla plataforma carbonática na margem do Cráton Amazônico durante o Ediacarano, sítio deposicional de lama carbonática rica em matéria orgânica, abre perspectivas para a prospecção de rochas geradoras de um provável sistema petrolífero neoproterozóico, desenvolvido na região central do Brasil.
Resumen : The establishment of large carbonate platforms worldwide linked to the sudden increase in global temperature after the last Cryogenian glaciation (~ 635 Ma) was concomitant with the ice-melting and transgressive events. In Brazil, one of the best examples of these post-glacial transgressive Ediacaran deposits is the Guia Formation, the calcareous unit of Araras Group, exposed for hundreds of kilometers in the North Paraguay Belt and Southern Amazon Craton. The Guia Formation consists predominantly of limestone and bituminous shale, more than 400 m thick. It was investigated in open pits of quarries in the Cáceres, Nobres and Cuiabá region, southwestern of the State of Mato Grosso, Brazil. The facies and stratigraphic analysis of the Guia Formation allowed recognizing of three facies associations (FA) representative of a retrogradational platform succession: FA1- lower shoreface influenced by storms, FA2- proximal offshore and FA3- distal offshore with slope facies. The association FA1 up to ~ 150 m thick, and includes marl and grey terrigenous-rich fine-grained limestone with megaripple bedding, wavy bedding and hummocky cross-stratification, produced by oscillatory and combined flow related to fairweather and storms wave in the shoreface zone. The association FA2 corresponds to the thickest deposits of the Guia Formation, reaching almost 200 m in thickness and consists of grey to black organic-rich ribbon limestone interbedded with shale. The remarkable lateral monotonous continuity of these deposits, extensive by hundreds of kilometers, suggests low energy conditions, below the storm wave base, related to the offshore zone. The large amount of organic material accumulated in these deposits associated with pyrite crystals implies stagnant and anoxic deep waters. Palynomorphs in these facies include a few species of leiosphaerids, indeterminate sphaeromorph acritarchs and probable algae fragments. The brown colour of amorphous organic material and acritarchs indicates moderate degree of maturation. The rarity of preserved organic forms and the large amount of amorphous organic matter indicate moderate degree of degradation. The association AF3 has 70 m thick and consists of limestone breccias with tabular clasts and slump features interbedded with fine-grained limestone. The intraformational breccias were formed by gravity flows generated during instability of carbonates in the distal offshore zone. These episodic gravity flows alternated with cyclic hemipelagic sedimentation (forming lime and terrigenous mud). Three aspects were considered to define the morphology of the platform: 1) the transition from shallow to deep deposits without an abrupt facies change; 2) the absence of brittle sinsedimentary deformation; and 3) the lateral continuity of these deposits over hundreds of kilometers, suggesting sedimentation in a homocline ramp. The existence of a wide carbonate ramp in the margin at the Amazon Craton during the Ediacaran, site of organic matter-rich lime mud deposition, opens perspectives for prospection of source rocks of a probable Neoproterozoic petroliferous system developed in the Central Brazil region.
Palabras clave : Sedimentologia – Mato Grosso
Geologia estratigráfica
Folhelho
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: GEOLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ANÁLISE DE BACIAS SEDIMENTARES
CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::SEDIMENTOLOGIA
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Sigla da Instituição: UFPA
Instituto: Instituto de Geociências
Programa: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Aparece en las colecciones: Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_PaleoambienteCalcariosFolhelhos.pdf14,85 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons