Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11940
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2-May-2012
metadata.dc.creator: ANDRADE, Luiz Saturnino de
metadata.dc.contributor.advisor1: NOGUEIRA, Afonso César Rodrigues
Title: Fácies e estratigrafia da parte superior da Formação Pedra de Fogo, Permiano da Bacia do Parnaíba, região de Filadélfia-TO
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: ANDRADE, Luiz Saturnino de. Fácies e estratigrafia da parte superior da Formação Pedra de Fogo, Permiano da Bacia do Parnaíba, região de Filadélfia-TO. Orientador: Afonso César Rodrigues Nogueira. 2012. 87 f. Dissertação (Mestrado em Geologia e Geoquímica) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém,2012. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/11940. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: A Formação Pedra de Fogo, de idade permiana, pertencente ao Grupo Balsas da Bacia do Parnaíba, norte do Brasil, é caracterizada por uma sucessão cíclica siliciclástica-carbonática, com expressivo conteúdo de chert (sílex), raros estromatólitos e fósseis de animais e vegetais, destacando-se troncos de madeiras silicificados, principalmente do gênero Psaronius. No intuito de ampliar o conhecimento paleoambiental e estratigráfico da porção superior da Formação Pedra de Fogo, no sudoeste da Bacia do Parnaíba, realizou-se a análise de fácies em afloramentos na região de Filadélfia (TO), SW da Bacia do Parnaíba. O estudo permitiu definir uma sucessão de aproximadamente 100 m de espessura, predominantemente siliciclástica e com carbonatos e evaporitos subordinados. Foram definidas 25 fácies sedimentares agrupadas em seis associações de fácies (AF): AF1-Lacustre com rios efêmeros; AF2-Lago influenciado por ondas de tempestade; AF3-Sabkha continental; AF4-Lago central; AF5-Campo de dunas; e AF6-Lago/oásis com inundito. Estas associações indicam que durante o Permiano, desenvolveu-se um extenso sistema lacustre de clima árido, adjacente a campos de dunas e sabkha continental, com contribuições de rios efêmeros. As incursões fluviais nos lagos propiciavam a formação de lobos de suspensão e fluxos em lençol (AF1). Planícies de sabkha (AF3) formaram-se nas porções marginais do lago que, eventualmente, era influenciado por ondas de tempestades (AF2), enquanto as zonas centrais eram sítios de intensa deposição pelítica (AF4). O baixo suprimento de areia eólica neste sistema propiciou a formação de um campo de dunas restrito (AF5) com desenvolvimento de lagos de interdunas, onde proliferavam núcleos de samambaias gigantes, inundados esporadicamente por rios efêmeros (AF6). O predomínio de esmectita e a ausência de caulinita bem como a ocorrência de evaporitos na Associação AF3 corroboram os resultados faciológicos que a sedimentação da parte superior da Formação Pedra de Fogo ocorreu sob condições climáticas quentes e áridas.
Abstract: The Permian Pedra de Fogo Formation, which belongs to the Balsas Group of the Parnaíba Basin, northern Brazil, is characterized a siliciclastic-carbonate succession with expressive chert content, rare stromatolites and fossils of animals and plants, especially silicified trunks, mainly of the Psaronius genus. In order to emprove the stratigraphic and paleoenvironmental knowledgement of the upper portion of the Pedra de Fogo Formation, outcrop-basedm facies analysis was carried out in the Filadélfia region, State of Tocantins, Southwestern Parnaíba Basin. This study allowed the definition of a 100 m thick siliciclastic succession with subordinate occurrences of carbonate and evaporites. Twenty-five sedimentary facies grouped into six facies associations (FA) were identified: FA1-Lacustrine with ephemeral river deposits; FA2- Storm wave-influenced lake deposits; FA3-Continental sabkha deposits; FA4- Central lake deposits; FA5-Dune field deposits; and AF6-Lake/oasis deposits with inunditos. These associations indicate that during Permian, an extensive lacustrine system developed with adjacent dune fields and continental sabkha, as well as with contributions from ephemeral rivers. Which when debauching into the lakes provide the formation of suspension lobes and sheet flows (FA1). Sabkha plains (FA3) were formed in the marginal portions of the lake, eventually influenced by storm waves (FA2), while the central zone was site of intense pelitic deposition (FA4). The low supply of wind-blocon sand led to the formation of restricted dune fields (FA5) with development of interdune lakes (oasis), where giant ferns, sporadically flooded by ephemeral rivers (FA6). The predominanc of smectite and the lack of kaolinite as well as the ocorrence of evaporites in the Association AF3 support the facies data that the apper part of the Pedra de Fogo Formation was laid during a hot and arid climate.
Keywords: Sedimentologia
Geologia estratigráfica – Permiano
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: GEOLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ANÁLISE DE BACIAS SEDIMENTARES
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::ESTRATIGRAFIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_FaciesEstratigrafiaParte.pdf11,17 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons