Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/12046
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 8-Oct-2019
metadata.dc.creator: MOREIRA, Felipe de Sá
metadata.dc.description.affiliation: Leal Moreira
metadata.dc.contributor.advisor1: DUARTE, André Augusto Azevedo Montenegro
Title: Bem-estar no trabalho: proposta de uma escala para operários da construção
Other Titles: Wellbeing at work: proposal of a scale for construction workers
Citation: MOREIRA, Felipe de Sá. Bem-estar no trabalho: proposta de uma escala para operários da construção. Orientador: André Augusto Montenegro de Azevedo Duarte. 2019. 161 f. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Instituto de Tecnologia, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/12046. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Os conceitos de bem-estar, muito difundidos nas ciências sociais, ganham cada vez mais espaço e vêm sendo trabalhados em diversas outras áreas. Tipicamente utilizam-se de duas teorias de abordagem: o bem-estar subjetivo, por meio da teoria hedônica, e o bem-estar psicológico, apoiado na teoria eudaimônica. Com base nestas teorias o campo de estudo denominado bem-estar no trabalho (BET) foi desenvolvido, o qual busca a compreensão dos fatores que proporcionam a felicidade ou bem-estar nas organizações. Apesar da utilização intensiva de mão-de-obra, a indústria da construção parece não aplicar tais conhecimentos, mas desenvolve muitos aspectos voltados a qualidade de vida do trabalhador. Assim, o objetivo desta pesquisa é propor uma escala de BET voltado aos operários da indústria da construção civil. Para isto, utilizou-se a Teoria de Resposta ao Item (TRI) para a concepção do instrumento utilizado na escala. Por meio de uma Revisão Sistemática da Literatura (RSL) realizada em 10 bases de pesquisa, foram mapeados 92 estudos que apontaram 89 aspectos referente ao bem-estar deste nicho de trabalhadores. Com base nestes aspectos, buscaram-se diversos instrumentos já validados em outras pesquisas para constituir o instrumento inicial deste estudo, o qual é composto por 53 itens relacionados às seguintes temáticas: BET, estresse, relação trabalho-família, clima de segurança, consumo de álcool e tabaco, saúde física e distúrbios musculoesqueléticos. O instrumento foi aplicado em 376 operários da construção. Os resultados foram tabulados e foi utilizada a TRI por meio do modelo de Samejima para itens graduais. O instrumento final é composto por 32 itens, uma vez que 2 itens possuíam carga fatorial reduzida (menor que 0,30) e 19 itens tinham um baixo poder discriminativo (abaixo de 0,65). A escala constitui-se em 5 níveis (-2, -1, 0, +1 e +2), classificando o indivíduo segundo sua percepção quanto aos seguintes aspectos: (BET), estresse, relação trabalho família e saúde física. Espera-se que esta pesquisa contribua para o arcabouço teórico do BET, assim como para o fomento de tais perspectivas na construção civil.
Abstract: Well-being concepts, which are widespread in the social sciences, are gaining more space and are being worked on in several other areas. Two theories of approach are typically used: subjective well-being through hedonic theory and psychological well-being supported by eudaimonic theory. Based on these theories the field of study called well-being at work (WBW) was developed, which seeks to understand the factors that provide happiness or well-being in organizations. Despite the intensive use of labor, the construction industry does not seem to apply such knowledge, but develops many aspects of worker quality of life. Thus, the objective of this research is to propose a scale of WBW aimed at the workers in the construction industry. For this, the Item Response Theory (IRT) was used to design the instrument used in the scale. Through a Systematic Literature Review (RSL) conducted in 10 research bases, 92 studies were mapped that pointed out 89 aspects related to the welfare of this group of workers. Based on these aspects, several instruments already validated in other researches were sought to constitute the initial instrument of this study, which consists of 53 items related to the following themes: WBW, stress, work-family relationship, safety, alcohol and tobacco consumption, physical health and musculoskeletal disorders. The instrument was applied to 376 construction workers. The results were tabulated and IRT was applied using the Samejima model for gradual items. The final instrument is composed of 32 items, since 2 items had reduced factor loading (less than 0.30) and 19 items had low discriminatory power (below 0.65). The scale consists of 5 levels (-2, -1, 0, +1 and +2), classifying the individual according to their perception of the following aspects: WBW, stress, work-family relationship and physical health. This research is expected to contribute to the theoretical framework of WBW, as well as to the promotion of such perspectives in civil construction.
Keywords: Bem-estar no trabalho (BET)
Teoria de resposta ao item
Indústria da construção
Well-being at work (WBW)
Item response theory
Construction industry
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE PRODUCAO::ENGENHARIA DO PRODUTO::PROCESSOS DE TRABALHO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Tecnologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD ROM
Appears in Collections:Teses em Engenharia Civil (Doutorado) - PPGEC/ITEC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_BemEstarTrabalho.pdf2,06 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons