Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/12137
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 4-Oct-2019
metadata.dc.creator: NERY, Paulo Hiago de Souza
metadata.dc.contributor.advisor1: LAMARÃO, Claudio Nery
Title: Química mineral e condições de cristalização do granito Gradaús, sul do Pará, Província Carajás.
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: NERY, Paulo Hiago de Souza. Química mineral e condições de cristalização do granito Gradaús, sul do Pará, Província Carajás. Orientador: Claudio Nery Lamarão. 2019. 86 f. Dissertação (Mestrado em Geologia e Geoquímica) – Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/12137. Acesso em: .
metadata.dc.description.resumo: O Granito Gradaús (1882±9 Ma) é integrante do intenso magmatismo granítico anorogênico que ocorreu durante o paleoproterozóico na Província Carajás. Apresenta forma subarredondada, com cerca de 800 km² de área aflorante, e é intrusivo em metassedimentos do Grupo Rio Fresco. É composto por cinco fácies petrográficas, com conteúdos de máficos e granulação variados. Os anfibólios são cálcicos, dominantemente Fe-edenitas com razões Fe/(Fe+Mg) entre 0,77 e 0,9; hastingsitas e Fe-hornblendas ocorrem subordinadamente. A biotita é ferrosa, com composições próximas ao pólo da annita, apresentando razões Fe/(Fe+Mg) entre 0,81 e 0,96. Com base nos conteúdos de alumínio no anfibólio a pressão de colocação do plúton foi estimada em 2,4 e 3,6 kbar. Estimativas de temperatura obtidas a partir do geotermômetro de saturação em zircônio, interpretadas como próximas ao início da cristalização, variaram entre 780 e 870°C, enquanto aquelas próximas do solidus, obtidas por meio do geotermômetro do anfibólio, variaram de 700 a 750°C. As elevadas razões Fe/(Fe+Mg) do anfibólio, a presença de ilmenita>magnetita e a ausência de titanita magmática indicam que o plúton Gradaús cristalizou sob condições relativamente reduzidas, provavelmente entre os tampões NNO e FMQ. Suas biotitas mostram composições alcalinassubalcalinas e plotam sempre nos campos de granitos tipo-A. Os dados comparativos de química mineral e de condições de cristalização com outros granitos anorogênicos da Província Carajás indicam, conforme estudos recentes, que o Granito Gradaús possui maiores semelhanças com os granitos da Suíte Serra dos Carajás.
Abstract: The Gradaús Granite (1882±9 Ma) is part of the intense anorogenic granitic magmatism that occurred during the paleoproterozoic in Carajás Province. It has a rounded shape, with about 800 km² of outcrop area, and is intrusive in metassediments of the Rio Fresco Group. It is composed of five petrographic facies with varying mafic content and texture. The amphiboles are calcic, predominantly Fe-edenites with Fet/(Fet+Mg) ratios between 0.77 and 0.9; hastingsites and Fe-hornblendes occurs subordinately. Biotite is ferrous, with compositions close to the annite pole, with Fet/(Fet+Mg) ratios between 0.81 and 0.96. Based on the aluminum content in the amphibole the emplacement pressure of the pluton was estimated at 240 e 360 MPa. Temperature estimates obtained from the zirconium saturation geothermometer, interpreted as close to the beginning of crystallization, ranged from 780 to 870 °C, while those near the solidus obtained from the amphibole geothermometer ranged from 700 to 750 °C. Amphiboles with high Fet/(Fet+Mg) ratios, the presence of ilmenite> magnetite and the absence of magmatic titanite indicate that Gradaús pluton crystallized under reduced conditions, probably between NNO and FMQ buffers. Biotites show alkaline-subalkaline compositions and always plot in A-type granite fields. Comparative data on mineral chemistry and crystallization conditions with other anorogenic granites from Carajás Province indicate, according to recent studies, that Gradaús Granite has greater similarities to the Serra dos Carajás Suite granites.
Keywords: Petrologia
Rochas ígneas
Granito
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: GEOQUÍMICA E PETROLOGIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: PETROLOGIA E EVOLUÇÃO CRUSTAL
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Geologia e Geoquímica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Geologia e Geoquímica (Mestrado) - PPGG/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_QuimicaMineralCondicoes.pdf4,24 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons