Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/12148
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 31-Jul-2018
metadata.dc.creator: VILHENA, Luiz Felipe Nazaré
metadata.dc.contributor.advisor1: DARNET, Laura Angélica Ferreira
Title: Reforma agrária popular e agroecológica do MST: experiências de assentados do PA abril vermelho, Santa Bárbara-Pa
metadata.dc.description.sponsorship: FAPESPA - Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas
Citation: VILHENA, Luiz Felipe Nazaré. Reforma agrária popular e agroecológica do MST: experiências de assentamentos do PA Abril Vermelho, Santa Barbara - PA. Orientadora: Laura Angélica Ferreira Darnet. 2018. 121 f. Dissertação (Mestrado em Agriculturas familiares e desenvolvimento sustentável ) - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Amazônia Oriental, Instituto Amazônico de Agriculturas Familiares, Universidade Federal do Pará, Belém, 2018. Disponível em:. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Desde sua formação o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST se destaca na luta pela reforma agrária, sendo no cenário nacional, a principal organização camponesa no combate ao latifúndio, exploração da mão de obra, pobreza e concentração de renda no campo. Seu método de ocupação de terras para reforma agrária tornou-se a materialização de sua existência, consolidando o sentido de sua organização e formação na espacialização e territorialização de seus assentamentos, realizando processos de campesinação e recampesinação. Este trabalho objetiva analisar e refletir sobre as estratégias de produção em áreas com histórico de monocultivo, a partir da experiência de assentados do Abril Vermelho, em Santa Bárbara-PA, incentivados pela proposta agroecológica do MST. Para alcançar o objetivo proposto, foi necessário caracterizar como o MST pensa e organiza sua proposta agroecológica de produção, identificar junto aos assentados do Abril Vermelho, as suas estratégias produtivas, e analisar a influência da proposta agroecológica do MST no desenvolvimento dos seus sistemas produtivos. Para isso, usou-se uma abordagem metodológica interdisciplinar com elementos teóricos das ciências agrárias e sociais, partindo de um referencial teórico fundamentado nos conceitos de campesinato, movimentos sociais e agroecologia, utilizando-se das técnicas de pesquisa: documentação indireta (pesquisa documental); a observação participante (pesquisa de campo); passando pela análise histórica, caracterização das práticas produtivas, entrevistas semiestruturadas, caminhada transversal (nos lotes) e registros fotográficos. Como resultado do trabalho, constatamos que no abril vermelho a proposta agroecológica do MST tem contribuído para a consolidação dos sistemas produtivos na linha orgânica, sustentável. Concluímos a partir dos apontamentos do setor de produção do MST e das estratégias produtivas dos assentados do Abril Vermelho, que a Reforma Agrária Popular de base agroecológica do MST tem sido imprescindível para consolidar sistemas produtivos de base ecológica e sustentável, enriquecendo suas autonomias produtivas, valorizando seus conhecimentos tradicionais, sendo, nessa escala de análise, um eficiente modelo contra hegemônico de produção.
Abstract: Since its formation, the Brazil's Landless Workers Movement (MST in Portuguese) fights for land reform. On national scenario, it is the main campesine organization against “latifundios” (large landed estates), rural workers exploitation, poverty and income concentration in rural areas. It materializes its existence through the method of occupying land for reform. This consolidates how they organize and form the encampments spatialization and territorialization, doing process of "campesinação" (making common urban people into farmers) and "recampesinação" (making urban people who came from rural areas back to being farmers). This works intends to analyze and reflect MST's agro-ecological production strategies for areas previously under monoculture production. The research field was Abril Vermelho settlement in Santa Bárbara-PA. Therefore, we characterized how MST thinks and organizes its proposal for an agro-ecological production and identified along with Abril Vermelho settlers, their production strategies, trying to analyze the MST influence within it. The interdisciplinary methodological approach consisted in theoretical framework from agrarian and social sciences, funded in campesine, social movements and agroecology concepts. The research techniques were indirect documentation and field research with participative observation. The research procedures consisted in historical analysis, production practices characterization, semi-structured interviews, transverse walks and photographical registers on land plots. The research results shows that in Abril Vermelho settlement, the MST agro-ecological proposal has contributed on consolidating organic and sustainable production systems. Thus, in this analysis scale, the agro-ecological basis for MST's Agrarian Reform is indispensable to the construction of an efficient counter-hegemonic production system that values traditional knowledge and autonomy of small farmers.
Keywords: MST
Campesinato
Agroecologia
PA Abril Vermelho
Santa Barbara-PA
Reforma Agrária Popular
Comunidades agrícolas - Pará
Reforma agrária
Movimento dos trabalhdores sem terra (MST)
Ecologia agrícola
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: AGRICULTURAS FAMILIARES E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::AGRONOMIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
EMBRAPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto Amazônico de Agriculturas Familiares
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Agriculturas Amazônicas
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Agriculturas Amazônicas (Mestrado) - PPGAA/INEAF

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ReformaAgrariaPopular.pdf7,55 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons