Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/12163
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorPANTUZZO, Fernando Luiz-
dc.date.accessioned2020-01-16T14:36:44Z-
dc.date.available2020-01-16T14:36:44Z-
dc.date.issued1996-08-21-
dc.identifier.citationPANTUZZO, Fernando Luiz. Modelo para correlação de litologias complexas utilizando os perfis de espectrometria de raios gama naturais. Orientador: Jadir da Conceição da Silva. 1996. 114 f. Dissertação (Mestrado em Geofísica) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Pará, Belém, 1996. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/12163. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/12163-
dc.description.sponsorshipPETROBRAS - Petróleo Brasileiro S.A.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectLitologias complexaspt_BR
dc.subjectEspectrometriapt_BR
dc.subjectPerfis nuclearespt_BR
dc.subjectRaios gama naturaispt_BR
dc.subjectCorrelaçãopt_BR
dc.subjectProspecção - Métodos geofísicospt_BR
dc.subjectRadioatividadept_BR
dc.titleModelo para correlação de litologias complexas utilizando os perfis de espectrometria de raios gama naturaispt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICApt_BR
dc.contributor.advisor1SILVA, Jadir da Conceição da-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9855982521499301pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2270334190661422pt_BR
dc.description.resumoA correlação de litologias em subsuperfície e suas caracterizações são de grande importância ao estudo de reservatórios de petróleo. No domínio das ferramentas nucleares, a medida da radioatividade natural das formações através dos perfis de contagem total (GR) tem sido a muito realizada para identificar tipos litológicos, calcular volumes de folhelho e fazer correlação poço a poço. Entretanto, a capacidade de se medir seletivamente a radioatividade natural através da espectrometria de raios gama (¿), veio a ser uma evolução acompanhada de uma série de benefícios, traduzidos pela possibilidade de se realizar tais estudos em litologias mais complexas, bem como fornecer diversas informações geológicas ambientais. De posse de um algoritmo capaz de simular discriminadamente as respostas devidas ao potássio (40K), urânio (238U) e tório (232Th) radioativos, principais emissores naturais de raios-¿, bem como as respostas de suas combinações lineares (a contagem radioativa total), elabora-se neste trabalho diferentes modelos geológicos sintéticos nos quais se fazem correlações poço a poço em litologias complexas utilizando estes dados, e compare-se os resultados espectrométricos com os resultados obtidos através da contagem total. As vantagens encontradas para o primeiro caso são relevantes, incluindo aí interpretações geológicas importantes que seriam impossíveis pelo uso dos perfis GR: Discriminação de litologias que apresentassem valores semelhantes de grau API, melhor reconhecimento da continuidade lateral de litologias, diferenciação entre evaporitos e folhelhos, indicações sobre o ambiente geológico da formação e sobre a presença de descontinuidades, como planos de falha. Em dois modelos envolvendo ambientes arenito-folhelho, é aplicado um procedimento secundário para se confirmar as correlações a partir das respostas do perfil simulado GR, combinado às respostas dos perfis de lito-densidade e porosidade neutrônica (também simulados). A confirmação das correlações por este método foi efetivada com relativo sucesso no que diz respeito à discriminação de unidades litológicas, através da influência do volume calculado de argilo-minerais nos parâmetros índice fotoelétrico e densidade das rochas. A espectrometria de raios-¿ naturais para efeitos de correlação foi aplicada em dados de campo procedentes de dois poços de uma bacia da plataforma continental brasileira, e novamente apresentou melhores resultados na verificação da continuidade lateral de litologias, em relação ao mesmo procedimento pelo uso de perfis GR. Permitiu também fazer interpretações geológicas qualitativas da formação analisada, como uma indicação do grupo de rochas sedimentares no qual ela se encaixaria, e seu grau de maturidade. O estudo da utilização dos perfis de K, U e Th radioativos com os objetivos acima descritos foi, enfim, satisfatório, e pode ser ampliado devido à versatilidade do algoritmo de elementos finitos possíveis.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Geofísicapt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Geofísica (Mestrado) - CPGF/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ModeloCorrelacaoLitologias.pdf17,16 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons