Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/12214
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorFERREIRA, Maria da Conceição Gonçalves-
dc.date.accessioned2020-01-24T15:33:31Z-
dc.date.available2020-01-24T15:33:31Z-
dc.date.issued2019-06-02-
dc.identifier.citationFERREIRA, Maria da Conceição Gonçalves. Trote ecológico no campus sede da Universidade Federal do Pará, Belém-PA, Brasil: memória e percepção de um legado. Orientador: Gilmar Wanzeller Siqueira. 2019. 93 f. Dissertação (Mestrado em Ciências e Meio Ambiente) - Instituto de Ciências Exatas e Naturais, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/12214. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/12214-
dc.description.abstractThe Federal University of Pará, created in 1957, located in the Amazon region, bordered and cut by rivers, was installed in 450 hectares of várzea area. Its implantation occurred at the cost of severe loss of the vegetal cover of great part of the designated area, resulting in great transformations in the ecosystem of the region. This study investigates the impacts caused by the Ecological Trot project implemented at the UFPA campus in Belém from 1990 to 1997. The main objective of this project was to contribute to the development of a preservation awareness and belonging to the institution's students. as well as throughout the academic community, with the pedagogical commitment to reforest and recover the soils of UFPA campus areas suffering from vegetation suppression. The project also added the idea of making the students' admission to the university more humane and less aggressive, against the abusive academic trots commonly applied in the country. The research is based on the documented or perceived memory of the project's creators and implementers and the servers that experienced the daily routine of the transformations that occurred from the application of the trot. The subjects of the research were interviewed in two distinct stages: in the first stage were interviewed, through a semistructured form, the implementers of the Ecological Trot that were part of the organizational team; in the second stage were interviewed, through a mixed form, servers that experienced the Ecological Trot. The third step was aerial satellite images of the study area to verify the tree evolution in the landscape, after applying the Ecological Trot. The results of the study showed that the Ecological Trot fulfilled its objective, demonstrated by the increase of densified areas, mainly in the forests and the banks of the Tucunduba Igarapé, which limits the Basic Professional Sector, even with the occurrence of important occasional losses of afforestation of the UFPA expansion need. It was also evidenced that the Ecological Trot became a guiding framework for subsequent actions related to the environment, spreading beyond the walls of the institution and the country. Today, in addition to preserving the tree legacy of the Ecological Trot, the Institution continues to work with other socio-environmental actions and citizen awareness among the academic community, but not forgetting the planting and replanting of new species, providing the academic community with a vast array of objects for research in all areas of knowledge and giving future generations a continuous reflection, in the sense of writing a story more harmonious with nature and the chain of life.en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectTrote ecológicopt_BR
dc.subjectReflorestamentopt_BR
dc.subjectPreservaçãopt_BR
dc.subjectEducação ambientalpt_BR
dc.subjectEcological troten
dc.subjectReforestationen
dc.subjectPreservationen
dc.subjectEnvironmental educationen
dc.titleTrote ecológico no campus sede da Universidade Federal do Pará, Belém-PA, Brasil: memória e percepção de um legadopt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Ciências Exatas e Naturaispt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRApt_BR
dc.contributor.advisor1SIQUEIRA, Gilmar Wanzeller-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3145792580729701Vpt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5680518225879561pt_BR
dc.description.resumoA Universidade Federal do Pará criada em 1957, inserida na região Amazônica, margeada e cortada por rios, foi instalada em 450 hectares de área de várzea. Sua implantação deu-se à custa de severa perda da cobertura vegetal de grande parte da área a ela designada, resultando em grandes transformações no ecossistema da região. Este estudo investiga os impactos causados pelo projeto Trote Ecológico implantado no campus da UFPA, em Belém, no período de 1990 a 1997. Tal projeto teve como principal objetivo contribuir com o desenvolvimento de uma consciência preservacionista e de pertencimento nos alunos ingressantes da instituição, bem como em toda a comunidade acadêmica, com o compromisso pedagógico de reflorestar e recuperar os solos das áreas do campus sede da UFPA sofridas com supressão vegetal. O projeto agregava também a ideia de tornar mais humana e menos agressiva o ingresso dos alunos na Universidade, de encontro aos trotes acadêmicos abusivos, comumente aplicados no país. A pesquisa é fundamentada na memória documentada ou percebida dos idealizadores e implementadores do projeto e pelos servidores que vivenciaram o cotidiano das transformações ocorridas a partir da aplicação do trote. Os sujeitos da pesquisa foram entrevistados em duas etapas distintas: na primeira etapa foram entrevistados, por meio de um formulário semiestruturado, os implementadores do Trote Ecológico que fizeram parte da equipe organizativa; na segunda etapa foram entrevistados, por meio de formulário misto, servidores que vivenciaram o Trote Ecológico. A terceira etapa utilizou-se imagens aéreas de satélite da área de estudo para verificação da evolução arbórea na paisagem, após a aplicação do Trote Ecológico. Os resultados do estudo evidenciaram que o Trote Ecológico cumpriu o seu objetivo, demostrado pelo acréscimo de áreas adensadas, principalmente nos bosques e nas margens do Igarapé Tucunduba, que limita o setor Básico do Profissional, mesmo com a ocorrência de perdas pontuais importantes de arborizações advindas da necessidade de expansão da UFPA. Ficou evidenciado também que o Trote Ecológico se tornou um marco orientador para ações subsequentes relacionadas ao meio ambiente, espraiando-se para além dos muros da instituição e do país. Hoje, além da preservação do legado arbóreo do Trote Ecológico, a Instituição continua a atuar com outras ações socioambientais e de conscientização cidadã junto à comunidade acadêmica, porém sem esquecer o plantio e replantio de novas espécies, disponibilizando à comunidade acadêmica vasto manancial de objetos para pesquisa em todas as áreas do conhecimento e oportunizando às futuras gerações uma reflexão contínua, no sentido de escrever uma história mais harmônica com a natureza e a cadeia da vida.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências e Meio Ambientept_BR
dc.subject.linhadepesquisaCONSERVAÇÃO E CONSTRUÇÃO SOCIAL DO MEIO AMBIENTEpt_BR
dc.subject.areadeconcentracaoRECURSOS NATURAIS E SUSTENTABILIDADEpt_BR
dc.description.affiliationUFPA - Universidade Federal do Parápt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Ciências e Meio Ambiente (Mestrado) - PPGCMA/ICEN

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_TroteEcologicoCampus.pdf2,35 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons