Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/12235
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorSANTOS, Eduardo da Silva-
dc.date.accessioned2020-01-27T19:08:05Z-
dc.date.available2020-01-27T19:08:05Z-
dc.date.issued2019-03-13-
dc.identifier.citationSANTOS, Eduardo da Silva. Aplicabilidade altimétrica no mapeamento fitogeográfico e uso da terra: contribuições ao planejamento territorial e à restauração ambiental. Orientador: Christian Nunes da Silva. 2019. 103 f. Dissertação (Mestrado em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia) - Núcleo de Meio Ambiente, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/12235. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/12235-
dc.description.abstractThis study aims to improve the mapping method for the vegetation cover, elaborated in the 1: 250,000 scale, using the theoretical reference of Classificação da Vegetação Brasileira Adaptada a um Sistema Universal by Veloso, Rangel-Filho and Lima (1991) ). The mapping of the vegetation units was carried out in corresponding to the forest formations and sub-formations of the IBGE vegetation. In this sense, the proposal of this research will enable, through a geotechnology tool, to rectify such designs. Starting from the official mapping (IBGE), later, it was superimposed on the hypsometric map generated in this work. As a result of this process, a new mapping of the vegetation cover properly adjusted to the classification used was obtained. In the assessment of the proposed mapping, a field validation was performed, having as its main axis the positional accuracy of the outlines of forest formations and sub- formations in the area under study. The research was carried out in the Municipality of Paragominas, State of Pará, with a total area of 19,342,254 km2. The results showed a strong need for inclusion of this device in the methodological process, since deep changes in the spatialization of these designs (forest formations and sub - formations) were performed and rectified, both in the qualitative and/or quantitative aspects, which are observed in the comparative map between the official data and the proposed data: Official Map Db 43%, in the Proposed Map, it changed to 52.95%; In the Official Map Ds 54.98%, in the Proposed Map, it was 45.68%. The analysis of the environmental liability was carried out in the SICAR database available in November/2018, corresponding to 93.4% of registered properties, presenting the following 85.15% of the Legal Reserves have anthropogenic levels in the range of <40; that is, low anthropization; 8.95% of the RL (s) are in the range of> 60, that is, high anthropization; and 5.9% of the RL (s), are in the range of 40-60, that is, average anthropization. In this way, the final product meets a more effective instrument and, in a way, can be best used in territorial planning actions.en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source1 CD-ROMpt_BR
dc.subjectMapeamento da cobertura vegetalpt_BR
dc.subjectAltimetriapt_BR
dc.subjectFitogeografiapt_BR
dc.subjectTopografiapt_BR
dc.subjectGestão ambientalpt_BR
dc.subjectMapeamento geológico – Parápt_BR
dc.titleAplicabilidade altimétrica no mapeamento fitogeográfico e uso da terra: contribuições ao planejamento territorial e à restauração ambientalpt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentNúcleo de Meio Ambientept_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA HUMANA::GEOGRAFIA AGRARIApt_BR
dc.contributor.advisor1SILVA, Christian Nunes da-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4284396736118279-
dc.contributor.advisor-co1BARBOSA, Wagner Luiz Ramos-
dc.contributor.advisor-co1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1372405563294070-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/8106030173673441-
dc.description.resumoO presente estudo objetiva o aperfeiçoamento metodológico do mapeamento da cobertura vegetal, executado na escala de 1:250.000, quando se utiliza o referencial teórico da Classificação da Vegetação Brasileira Adaptada a um Sistema Universal, de autoria de Veloso, Rangel-Filho e Lima (1991). O estudo em tela foi realizado no mapeamento das unidades de mapeamento correspondentes às formações e subformações florestais da vegetação do IBGE. Nesse sentido, a proposição dessa pesquisa possibilitará, através de uma ferramenta de geotecnologia, retificar tais delineamentos. Partiu-se do mapeamento oficial (IBGE), posteriormente, sobrepôs- se ao mapa hipsométrico gerado neste trabalho. Como resultante desse processo, obteve-se um novo mapeamento da cobertura vegetal devidamente ajustado à classificação utilizada. Na aferição do mapeamento proposto, executou-se uma validação de campo, tendo-se como principal eixo a acurácia posicional dos delineamentos das formações e subformações florestais existentes na área objeto de estudo. A pesquisa foi realizada no Município de Paragominas, Estado do Pará, com área total de 19.342.254 km 2 . Os resultados alcançados evidenciaram fortemente a necessidade de inclusão desse dispositivo no processo metodológico, haja vista que profundas alterações na espacialização desses delineamentos (formações e subformações florestais), foram realizadas e retificadas, tanto no aspecto qualitativo e/ou quantitativo, os quais são observados no mapa comparativo entre o dado oficial e o dado proposto: Mapa Oficial Db 43%, no Mapa Proposto passou à 52,95%; Na Ds Mapa Oficial 54,98%, no Mapa Proposto passou à 45,68%.A análise do passivo ambiental foi realizada na base de dados do SICAR disponíveis em Nov/2018, correspondendo 93,4% de Imóveis cadastrados, apresentando o seguinte quadro: 85,15 % das Reserva Legais encontram-se com níveis de antropização na faixa de < de 40; ou seja, baixa antropização; 8,95% das RL(s) encontram-se na faixa de > de 60, ou seja, alta antropização; e 5,9% das RL(s), encontram-se na faixa de 40 – 60, ou seja, média antropização. Dessa forma, o produto final vai ao encontro de um instrumento mais eficaz e que, de certa forma, pode ser mais bem utilizado nas ações do planejamento territorial.pt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazôniapt_BR
dc.subject.linhadepesquisaGESTÃO AMBIENTALpt_BR
dc.subject.areadeconcentracaoGESTÃO DOS RECURSOS NATURAIS E DESENVOLVIMENTO LOCALpt_BR
dc.description.affiliationIBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticapt_BR
dc.description.affiliationCensipam - Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazôniapt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia (Mestrado) - PPGEDAM/NUMA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AplicabilidadeAltimetricaMapeamento.pdf4,8 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons