Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/12293
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 29-Mar-2019
metadata.dc.creator: ABREU, Walber Gonçalves de
metadata.dc.description.affiliation: UFRA - Universidade Federal Rural da Amazônia
metadata.dc.contributor.advisor1: FERREIRA, Marília de Nazaré de Oliveira
Title: Processos de formação de sinais: um estudo sobre derivação e incorporação nominal na Língua Brasileira de Sinais
Citation: ABREU, Walber Gonçalves de. Processos de formação de sinais: um estudo sobre derivação e incorporação nominal na Língua Brasileira de Sinais. Orientadora: Marília de Nazaré de Oliveira Ferreira. 2019. 177 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Instituto de Letras e Comunicação, Universidade Federal do Pará, Belém, 2019. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/12293. Acesso em: .
metadata.dc.description.resumo: Os estudos linguísticos da Língua Brasileira de Sinais (Libras) começaram a se desenvolver a partir das pesquisas pioneiras de Ferreira-Brito (1995), mas, ainda hoje, apesar do desenvolvimento social e de uma popularização da Libras, percebemos uma escassez de pesquisas descritivas dessa língua. Nesse sentido, a presente dissertação tem o objetivo de descrever aspectos morfológicos de formação de sinais a partir dos processos de derivação e de incorporação nominal (IN) na Libras. Nas línguas sinalizadas, a derivação tem sido atestada por diversos pesquisadores. Nessas línguas, ocorre a alteração da raiz pela adição de, pelo menos, um parâmetro ao sinal primitivo (QUADROS; KARNOPP, 2004; JOHNSTON, 2006; FELIPE, 2006; XAVIER; NEVES, 2016; PFAU, 2016). Esse parâmetro pode ser entendido como um morfema gramatical (livre ou preso) que é adicionado de forma simultânea ou sequencial à raiz. A IN é entendida como a associação do verbo e de seu argumento dentro da estrutura sintática (MITHUN, 1984; ROSEN, 1989; MEIR, 1999; FERREIRA, 2013). O resultado de ambos os processos é a criação de um novo sinal. Nesse viés, para a realização da pesquisa, elencamos três formas de coleta de dados. Para o processo de derivação, coletamos os sinais do material da área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias da videoprova em Libras do ENEM 2017, o que perfaz um total de 45 vídeos. Esses sinais foram descritos e distribuídos em tabelas descritivas por tipo de derivação. Quanto ao processo de IN, coletamos sinais do Dicionário da Língua de Sinais do Brasil (CAPOVILLA et al., 2017) e de vídeos de sinalização de pessoa surdas, esses coletados de forma elicitada. Por fim, todos os sinais foram analisados qualitativamente. Os resultados demonstram dois casos de derivação na Libras: (i) derivação infixal, marcada pelo parâmetro movimento (MOV) (derivação direcional do MOV, derivação da dinâmica do MOV e reduplicação do MOV) e pela produtividade do morfema-base TEXTO e (ii) derivação sufixal, estabelecida por meio dos marcadores de negação – PRONAÇÃO-DO-ANTEBRAÇO, além de dois marcadores afixais possivelmente em processo de gramaticalização, marcador - ZERO e marcador agentivo. Na IN descrevemos dois grupos de verbos que incorporam seus argumentos, são eles: verbos manuais e verbos simples. Concluímos que ambos os grupos de verbos apresentam as IN composta e classificatória. Constatamos nos verbos manuais, casos de dupla incorporação, no qual tanto objeto quanto adjunto foram incorporados pelo verbo. Finalmente, concluímos que: (i) os processos de derivação e de IN são produtivos na Libras; (ii) os infixos são mais recorrentes na formação de novos itens lexicais da Libras e (iii) os verbos da Libras apresentam uma tendência em incorporar argumentos que ocupam a função de adjunto da sentença, ou seja, instrumentos de uso habitual.
Abstract: Brazilian Sign Language (Libras) linguistic studies started from Ferreira-Brito research in 1995. Although there are a social development and a popularization of Libras, in the sense of being more known now a days, this language is not very well described yet. This dissertation intends to describe morphological aspects on the sign formation considering derivational and nominal incorporation (NI) processes. Derivation has been studied by different researchers in different sign languages. The root sign is changed by the addition of at least one parameter to the original sign (QUADROS e KARNOPP, 2004; JOHNSTON, 2006; FELIPE, 2006; XAVIER e NEVES, 2016; PFAU, 2016). That parameter can be understood as a grammatical morpheme (bound or free) which is added simultaneously or sequentially to the root. The NI is seen as the association of the verb and its argument inside the syntactic structure (MITHUN, 1984; ROSEN, 1989; MEIR, 1999; FERREIRA, 2013). Both processes create a new sign. The collected data are form the ENEM 2017 video test in Libras (45 videos). Those signs were described and distributed in descriptive table referring each kind of derivation. To study the nominal incorporation, the data came from Libras dictionary (CAPOVILLA ET AL., 2017) and from videos made according to a field research conducted by the author of this dissertation. All signs were analyzed qualitatively. Results demonstrate two kinds of derivation in Libras: (i) infixal derivation marked by the movement parameter (MOV) (directional derivation of MOV, dynamic derivation of the MOV and reduplication of MOV) and by the productivity of the base morpheme TEXT and (ii) sufixal derivation, made by negative markers -PRONATION OF FOREARM, plus two affixe markers possibly under grammaticalization, -ZERO marker and agentive marker. In NI two groups of verbs were described. Both undergo argument incorporation: manual and simple verbs. Those verbs present compound NI and classifier NI. Manual verbs tend to show cases of double incorporation – object and adjunct can be enrolled by the verb. In conclusion it is possible to say: (i) derivation and NI are productive in Libras; (ii) infixes are more recurrent to form new lexical items in Libras; (iii) Libras verbs tend to incorporate arguments which function as an adjunct in the sentence as instruments.
Keywords: Linguística descritiva
Morfologia
Derivação
Incorporação nominal
Libras
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: ESTUDOS LINGUÍSTICOS
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ANÁLISE, DESCRIÇÃO E DOCUMENTAÇÃO DAS LÍNGUAS NATURAIS
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LINGUISTICA::LINGUISTICA APLICADA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Letras e Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Letras (Mestrado) - PPGL/ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ProcessosFormacaoSinais.pdf6,29 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons