Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://10.7.2.42:8080/jspui/handle/2011/12383
Tipo: Artigo de Periódico
Data do documento: Dez-2014
Autor(es): ACIOLI, Ellen Cristina Serrão
OLIVEIRA, Selvino Neckel
Afiliação do(s) Autor(es): ACIOLI, E. C. S. Universidade Federal do Pará
Título: Reproductive biology of Ameerega trivittata (Anura: Dendrobatidae) in an area of terra firme forest in eastern Amazonia
Título(s) alternativo(s): Biologia reprodutiva de Ameerega trivittata (Anura: Dendrobatidae) em uma área de terra firme na Amazônia Oriental
Citar como: ACIOLI, Ellen Cristina Serrão; NECKEL-OLIVEIRA, Selvino. Reproductive biology of Ameerega trivittata (Anura: Dendrobatidae) in an area of terra firme forest in eastern Amazonia. Acta Amazonica, Manaus, v. 44, n. 4, p. 473-480, Dec. 2014. DOI: https://doi.org/10.1590/1809-4392201305384 . Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/. Acesso em:.
Resumo: O sucesso reprodutivo das espécies de anfíbios tropicais sofre influência de fatores como local de reprodução e tamanho do corpo dos reprodutores. Informações sobre a biologia reprodutiva são importantes para entender a dinâmica populacional e a manutenção das espécies. Os objetivos deste estudo foram de verificar a abundância, o uso de microhabitat por machos, o comprimento rostro-cloacal (CRC) de machos e fêmeas em atividade reprodutiva, a quantidade de girinos transportados por machos e o número de oócitos maduros por fêmea, e relacionar o número de oócitos maduros e o tamanho médio dos oócitos maduros com o CRC da fêmea. Um total de 31 parcelas foi vistoriado, tamanho médio de 2,3 ha, e um registro de 235 indivíduos, média de 3,26 por hectare. Sessenta e seis por cento dos indivíduos avistados estavam na serapilheira, 17,4% sobre troncos em decomposição no chão da floresta, 15,7% sobre raízes aéreas de Cecropia sp. e 0,8% sobre cipó. Foram observados machos transportando girinos no dorso, a média de girinos transportados foi de 10,80 por macho. A quantidade média de oócitos maduros no ovário das fêmeas foi de 20,17. Houve correlação significativa entre o diâmetro médio dos oócitos e CRC. Neste estudo obtivemos dados novos relacionados ao tamanho médio de oócitos em fêmeas ativamente reprodutivas e observamos que o tipo de sítio de vocalização usado por machos varia entre as espécies do gênero Ameerega.
Abstract: The reproductive success of tropical amphibians is influenced by factors such as body size and the characteristics of breeding sites. Data on reproductive biology are important for the understanding of population dynamics and the maintenance of species. The objectives of the present study were to examine the abundance of Ameerega trivittata, analyze the use of microhabitats by calling males and the snout-vent length (SVL) of breeding males and females, the number of tadpoles carried by the males and mature oocytes in the females, as well as the relationship between the SVL of the female and both the number and mean size of the mature oocytes found in the ovaries. Three field trips were conducted between January and September, 2009. A total of 31 plots, with a mean area of 2.3 ha, were surveyed, resulting in records of 235 individuals, with a mean density of 3.26 individuals per hectare. Overall, 66.1% of the individuals sighted were located in the leaf litter, while 17.4% were perched on decaying tree trunks on the forest floor, 15.7% on the aerial roots of Cecropia trees, and 0.8% on lianas. Males were observed transporting a mean of 10.8 tadpoles on their backs. A significant correlation was found between the size of the females and the mean diameter of the oocytes. New data were collected on the size of oocytes and no pattern was found in the type of perches used by calling males of the different Ameerega species.
Palavras-chave: Local de vocalização
Tamanho dos oócitos
Dimorfismo sexual
Transporte de girinos
Calling site
Oocyte size
Sexual dimorphism
Tadpole transportation
Título do Periódico: Acta Amazonica
ISSN: 1809-4392
País: Brasil
Instituição: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Sigla da Instituição: INPA
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
Fonte URI: http://ref.scielo.org/9wy6vw
Identificador DOI: https://doi.org/10.1590/1809-4392201305384
Aparece nas coleções:Artigos Científicos - ICB

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Article_ReproductiveBiologyAmeerega.pdf817,44 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons