Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/12456
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorAMORIM, Lena Cláudia dos Santos-
dc.date.accessioned2020-08-03T23:06:52Z-
dc.date.available2020-08-03T23:06:52Z-
dc.date.issued2018-04-
dc.identifier.citationAMORIM, Lena Cláudia dos Santos. A pintura corporal e a arte gráfica entre os Tembé. Nova Revista Amazônica, Bragança, v. 6, n. 1, p. 199-215, abr. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.18542/nra.v6i1.6228. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/12456. Acesso em:.pt_BR
dc.identifier.issn2318-1346pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/12456-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Parápt_BR
dc.relation.ispartofNova Revista Amazônicapt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.source.urihttps://periodicos.ufpa.br/index.php/nra/article/view/6228pt_BR
dc.subjectTembépt_BR
dc.subjectCriançapt_BR
dc.subjectJovenspt_BR
dc.subjectPintura corporalpt_BR
dc.titleA pintura corporal e a arte gráfica entre os Tembépt_BR
dc.typeArtigo de Periódicopt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFPApt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2339135339295995pt_BR
dc.citation.volume6pt_BR
dc.citation.issue1pt_BR
dc.citation.spage199pt_BR
dc.citation.epage215pt_BR
dc.identifier.doihttp://dx.doi.org/10.18542/nra.v6i1.6228pt_BR
dc.description.resumoO artigo tem como propósito discutir como se constrói o conhecimento e identidade das crianças e jovens indígenas nas aldeias Sede e Cajueiro, situadas na Terra Indígena Alto rio Guamá. A discussão propõem apresentar que a práticas cotidianas viabilizam a aprendizagem desses sujeitos como a pintura corporal na relação com a afirmação da identidade. Nesse contexto o saber é construído pela oralidade, tendo como suporte as brincadeiras, a prática cotidiana e o ambiente que os cercam. Este trabalho analisa o conhecimento tradicional do povo Tembé, em consonância com as diversas realidades sociais e culturais, as quais são significativas para a identidade neste contexto, pois é necessário entender os questionamentos centrais como: de que modo é constituído o conhecimento da criança e do jovem em relação a sua identidade? A pesquisa teve como enfoque central o método etnográfico, e ainda como suporte a observação participante, entrevistas semiestruturadas e registros audiovisuais, nas aldeias do Guamá e Gurupi. Os sujeitos envolvidos foram às crianças, jovens, professores indígenas e não indígenas, pajés, os idosos que são responsáveis pela continuidade e transmissão dos saberes tradicionais de seu povo. Diante desse cotidiano o povo Tembé vivência momentos relevantes de aprendizagem, apresentando o quanto a pintura corporal é um elemento importante na afirmação da identidade.pt_BR
dc.description.affiliationUFPA - Universidade Federal do Parápt_BR
Appears in Collections:Artigos - NRA/UFPA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_PinturaCorporalArtes.pdf4,18 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons