Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/1718
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 29-Apr-2005
metadata.dc.creator: ANDRADE, Rosemary Ferreira de
metadata.dc.contributor.advisor1: SIMONIAN, Ligia Terezinha Lopes
Title: Malária e migração no Amapá: projeção espacial num contexto de crescimento populacional
Other Titles: Malaria and migration in Amapá: space projection in a context of population growth
Citation: ANDRADE, Rosemary Ferreira de. Malária e migração no Amapá: projeção espacial num contexto de crescimento populacional. 2005. 418 f. Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, 2005. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido.
metadata.dc.description.resumo: Como a malária ainda se mantém como um grave problema de saúde pública e continua afetando grupos da população que vive na região amazônica, principalmente os que moram em áreas de assentamentos e de exploração de garimpos é que decidiu-se desenvolver estudos voltados para a expansão da endemia e sua vinculação com o processo migratório. Outras questões, como a atividade ocupacional, moradia, e a situação da malária importada pela fronteira internacional, também foram consideradas. O universo alvo do estudo está no estado do Amapá, mais especificamente nos municípios de Ferreira Gomes, Porto Grande, Pedra Branca do Amapari, Serra do Navio e Oiapoque com enfoque no contexto urbano de cada município e nas áreas de assentamentos e garimpos onde, no período de 1990 2003, ocorreu a maior incidência parasitária anual e o maior índice de lâminas positivas, para a infecção pelo Plasmodium falciparum. O estudo exploratório - descritivo vinculado ao estudo ecológico foram utilizados para descrever as áreas geográficas e os dados obtidos pelo Sistema de Informações de Malária (SISMAL) e Sistema de Vigilância Epidemiológica (SIVEP), deram suporte para as análises quantitativas e abordagem qualitativa da situação da malária nas áreas de estudo. Os mapas temáticos foram gerados a partir do georreferenciamento da população estudada utilizando-se a ferramenta ArquiGiz e a base cartográfica digital da Secretaria de Meio Ambiente SEMA , que possibilitaram através de uma visão espacial a discussão, analise e descrição dos fenômenos observados. Mediante os resultados obtidos concluiu-se que a atividade ocupacional e moradia têm relação direta com a incidência da malária, pois no período analisado mesmo com as políticas que foram utilizadas para o controle da endemia as áreas estudadas se mantiveram como de alto risco e a infecção pelo P. falciparum aumentou, principalmente no Oiapoque, fronteira internacional, onde os casos importados apresentaram a mesma tendência.
Abstract: Malaria is still a serious public health problem, which continues to affect groups of the population living in the Amazon region. The main affected groups live in settlement areas and in artesanal gold mining camps (garimpos). This work aimed to analyze the relationship between the spread of the disease and the migratory process that leads people without any immunity against malaria to the areas of settlement and garimpos. This work also approached issues such as occupational activities, housing, and imported malaria cases from the international frontier with the Guyana. This study focused in the state of Amapa, specifically in the municiples of Ferreira Gomes, Porto Grande, Pedra Branca do Amapari, Serra do Navio, and Oiapoque where, from 1990 to 2003, the highest annual incidences of Plasmodium falciparum have been recorded for the urban sector, settlements, and garimpos. Both the exploratory/descriptive and ecological analysis systems were combined to describe the geographic areas. The data obtained by the Malaria Information System (SISMAL) and Epidemiological Watch System (SIVEP) supported the quantitative analysis and the qualitative approach of the malaria epidemics in the study area. Thematic maps were generated from geographic information system (GIS) data of the population under study and used the ArquiGiz system and the digital cartographic database of the Secretary for the Environment (SEMA). These maps allowed the spatial description, analysis, and discussion of the observed phenomena. The results lead to the conclusion that the occupational activity and housing have a direct relationship with the incidence of malaria. During the period under study, despite the policies used to control malaria, the studied areas remained as high-risk areas, and infection by P. falciparum increased, mainly in the geographic area of Oiapoque, an international frontier, where the imported cases presented the same tendency.
Keywords: Saúde pública
Migração interna
Plasmodium falciparum
Amapá - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::CIENCIA POLITICA::POLITICAS PUBLICAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Altos Estudos Amazônicos
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Doutorado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_MalariaMigracaoAmapa.pdf22,3 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons