Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1745
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 17-Feb-2006
Authors: FARIAS, Gabriela Ribeiro Barros de
First Advisor: AGUIAR, Maria Socorro dos Santos
Title: Análise dos comportamentos de aproximação e retraimento de pré-termos de risco evidenciados em uma unidade de terapia intensiva neonatal
Other Titles: Analysis of the behavior of further and pre-retraction terms of risk in an evidence neonatal intensive care units
Citation: FARIAS, Gabriela Ribeiro Barros de. Análise dos comportamentos de aproximação e retraimento de pré-termos de risco evidenciados em uma unidade de terapia intensiva neonatal. 2006. 184 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2006. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
Resumo: Os cuidados em neonatologia têm se intensificado nos últimos anos no que tange as condições de prematuridade e do baixo peso ao nascimento, especialmente em relação à saúde, crescimento e desenvolvimento das crianças submetidas a esta condição de risco. Um dos pontos relevantes das pesquisas em neonatologia condiz à observação comportamental dos sinais emitidos pelo funcionamento do organismo do prematuro, que possivelmente revelam o nível de organização ou de desorganização do seu organismo como um todo, tornando possível predizer futuros déficits. Desde 1978, uma pesquisadora americana, Heidelise Als, juntamente com um grupo de colaboradores, iniciaram diversas pesquisas sobre o comportamento e assistência ao prematuro de baixo peso, as quais enfatizam uma prática diferenciada de cuidados para o desenvolvimento utilizando como base a Teoria Síncrono Ativa do Desenvolvimento (TSAD), que permitiu o registro e elaboração de cuidados individualizados para promoção do desenvolvimento de bebês prematuro, refletindo em ganhos para um desenvolvimento efetivo das diferentes funções do organismo, em particular as áreas cognitivo-motora e comportamental. Desta forma, o presente estudo tem como objetivo quantificar os comportamentos que são mais evidentes no contexto de uma UTIN, e quais os mecanismos ambientais que favorecem a manifestação dos mesmos, a fim de traçar os cuidados para o desenvolvimento de acordo com a realidade apresentada na UTIN. A pesquisa foi planejada a partir de um pré-projeto, o qual possibilitou o registro em 19 amostras de crianças para 30 sessões de observação, sendo desenvolvida no período de abril à julho de 2005. A coleta de dados foi realizada em bebês prematuros com baixo peso ao nascimento e com idade gestacional entre 26 a 37 semanas. A mesma utilizou um etograma padrão, baseado na observação comportamental de H. Als, assinalando os eventos ambientais que promoviam determinados comportamentos. A observação foi realizada em um período de 15 minutos por sujeito de cada sessão. Os dados tabulados resultaram em: dados gerais, que constituem as variáveis maternas e dos bebês, e dados específicos, referindo os comportamentos e as interferências ambientais observados. Os dados gerais mantiveram a similaridade com outras pesquisas, apontando as condições sociais desfavoráveis e a predisposição materna a infecções como possíveis fatores predisponentes ao parto prematuro, assim como a situação de prematuridade como agravante da condição de saúde e bem-estar do bebê. Entre os dados específicos, foi possível registrar uma prevalência dos comportamentos de retraimento, que revelam a desorganização do bebê, mediante aos excessos de interferências ambientais, como ruído, manipulação e luminosidade, muito comuns em UTIN. Mediante estes fatos, sugerimos nesta pesquisa as possíveis soluções para amenizar o excesso de manifestações comportamentais desorganizadoras, buscando priorizar os cuidados para o desenvolvimento por meio de práticas utilizadas por H. Als e sua equipe.
Abstract: Care taking in neonatology has been increased in the last years concerning the conditions of prematurity and low weight at birth, specially related to health, growth and development of children who are under such a condition of risk. One of the most relevant points of neonatology researches is about the behavioral observation of signs emitted by the premature organism work, which possibly reveal the level of organization or disorganization of the organism as a whole, making it possible to predict future harms. Since 1978, an American researcher , Heidelise Als, with a group of collaborators, has started several researches about the behavior and assistance to low weight premature babies which do emphasize a differential care practice to their development using as a base the Syncronic Active Theory of Development (SATD), which has enabled the registration and elaboration of individualized care in order to promote the development of premature babies, reflecting gains for an effective development of the different functions of the organism, mainly in the motor cognitive and behavioral areas. Hence, this paper has the aim to quantify those behaviors which are more evident in the context of a Neonatology Intensive Care Unit (NICU), and what the environmental mechanisms which favor their manifestations are, in order to track down the cares to development according to the reality present in the NICU. The research has been planned through a pre-project which has enabled the registration in 19 samples of children to 30 sections of observation, being developed in the period of April to June, 2005. Data collection has been performed in premature babies with low weight at birth and with fetus age between 26 to 37 weeks. Such collection has used a standard etogram based on behavioral observation of H.Als, marking the environmental events that had promoted some behaviors. The observation was performed in a period of 15 minutes per individual of such sample. The tabulated data resulted in general data through maternal and babies variables and through specific data of behaviors and environmental interferences. The general data have kept a similarity with other researches, pointing out unfavorable social conditions and maternal predisposition to infections as possible predisposition factors to a premature delivery as well as the prematurity situation as a worsening event of the babys health and welfare. Among the specific data, it was possible to register a prevalence of restraint behaviors which do reveal the babys disorganization facing the excess of environmental interferences, such as noises, manipulation and luminosity, much common in NICUs. Eventually, through such facts, we suggest into this research possible solutions to ease the excess of disorganizing behavioral manifestations, trying to make a priority to the cares of the development through practices already used by H.Als and her team.
Keywords: Psicologia do desenvolvimento
Comportamento humano
Assistência hospitalar
Aspecto psicológico
Prematuro
Tratamento intensivo neonatal
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO HUMANO
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
Program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AnaliseComportamentosAproximacao.pdf3,35 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons