Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1793
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 27-Aug-2008
metadata.dc.creator: SOUZA, Ruth Daisy Capistrano de
metadata.dc.contributor.advisor1: ASSIS, Grauben José Alves de
Title: Relações ordinais sob controle contextual em crianças surdas
Other Titles: Ordinal relations under contextual control in deaf children
Citation: SOUZA, Ruth Daisy Capistrano de. Relações ordinais sob controle contextual em crianças surdas. 2008. xxiv, 139 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
metadata.dc.description.resumo: Dificuldades apresentadas por crianças surdas na aprendizagem da matemática têm conduzido educadores ao desenvolvimento de procedimentos especiais de ensino. O paradigma de equivalência tem sido útil na explicação de comportamentos complexos, como comportamentos conceituais numéricos. Uma expansão desse paradigma envolve a formação de classes de estímulos equivalentes em seqüência. A emergência de novas relações através do responder ordinal já foi documentada em estudos com contingências de reforçamento de três termos. Há necessidade de verificar se esses resultados se mantém estáveis sob contingências de quatro e cinco termos. Três experimentos foram programados com o objetivo de investigar a emergência de relações ordinais com controle discriminativo simples, sob controle condicional (sem e com randomização das tentativas) e sob controle contextual em crianças surdas. No Experimento 1 participaram cinco crianças surdas, matriculadas numa Escola Pública Especializada. Um microcomputador com um software (REL 4.0, utilizado nos Experimentos 1, 2a e 2b e atualizado para a versão 5.0 no Estudo 3) foi utilizado. Nesse estudo foi ensinado aos participantes seqüências de pares de estímulos sobrepostos. Em seguida, foram realizados testes de transitividade e conectividade. Todos os participantes alcançaram o critério de acerto e responderam aos testes. Os resultados replicaram estudos da literatura confirmando a eficiência do procedimento de ensino por sobreposição de estímulos no estabelecimento de relações ordinais. No Experimento 2a, quatro novos participantes e um com história experimental, foram ensinados a selecionar estímulos, aos pares, na ordem crescente na presença da cor verde e na ordem decrescente na presença da cor vermelha. Foram aplicados testes de transitividade e conectividade sob controle condicional. Em seguida foi conduzido um teste de generalização com estímulos do ambiente escolar. Todos os participantes alcançaram o critério de acerto e responderam aos testes de transitividade e conectividade. Nos testes de generalização, três participantes responderam consistentemente aos novos estímulos, um respondeu parcialmente e um não respondeu ao teste. Os resultados corroboraram a eficiência do procedimento de ensino por sobreposição de estímulos sob controle condicional em crianças surdas. O Experimento 2b envolveu os mesmos participantes do Experimento 1 com história experimental e a randomização das tentativas com os estímulos condicionais. Todos os participantes alcançaram o critério de acerto. Nos testes demonstraram um responder consistente com a linha de base. No Experimento 3 participaram três crianças dos Experimento 1 e duas do Experimento 2a, que foram expostas ao procedimento de ensino por pares sobrepostos sob controle contextual de duas formas círculo e triângulo e sob controle condicional das cores verde e vermelha (ex. A1A2, na presença do círculo e da cor verde; ou A2A1, na presença do círculo e da cor vermelha). Todos os participantes alcançaram o critério de acerto e responderam aos testes de transitividade e conectividade. Os resultados indicaram a eficiência do procedimento de ensino por sobreposição de estímulos sob controle contextual, sugerindo que o ensino por contingências de reforçamento simples e sob controle condicional foram pré-requisitos para a emergência de classes ordinais sob controle contextual. Uma extensão deste estudo deve ampliar o número de membros na seqüência e investigar a emergência de novas relações ordinais com seqüências mais longas, e verificar se a ordem de treino em que a seqüência é ensinada interfere sobre o responder ordinal.
Abstract: Dificulties presented by deaf children in math learning has led educators to develop special teaching procedures. The equivalence paradigm has been useful in explaining complex behaviors such as numerical concepts. This paradigm has been expanded to evaluate the formation of stumulus equivalence classes in sequence. The emergence of new relations through ordinal responding has been documented in various studies involving three-term reinforcement contingencies. It is also necessary to ascertain whether these results remain stable under four- and five-term contingencies. Three experiments were planned in order to investigate the emergence of ordinal relations with simple discriminative control under conditional and contextual control (with and without cross-trial randomization) in deaf children. In Experiment 1, five deaf children, enrolled in a special public school, served as participants. A microcomputor containing software (REL 4.0, for experiments 1, 2a and 2b, was updated to version 5.0 in Study 3) was used. In study, participants were taught overlapping sequences of stimulus pairs. Aferwards, tests of transivity and connectivity were administered. All of the participants reached the criterion for success. The results replicated findings from independent studies, thereby confirming the efficacy of the overlapping stimulus teaching procedure in establishing of ordinal relations. In Experiment 2a, four new participants, and one with an experimental history were taught to select stimulus pairs in increasing order, in the presence of a green shape, and in decreasing order when a red shape appeared. Thereafter, tests of transivity and connectivity were administered. Following this, a test of stimulus generalization for classroom enviornment was given. All participants attained the criterion for correctness, and in response to the transivity and connectivity tests. On the generalization test, three participants responded consistently to the new stimuli, one gave partial responses, and one gave no response. The results confirmed the eficiency of the overlapping stimulus teaching procedure under conditional control in deaf children. The participants in Experiment 2b were the same as in Experiment 1, with randomized trials and conditional control. All participants reached the correctness criterion. Test responses coincided with baseline data. In Experiment 3, there were three children from Experiment 1, and two from Experiment 2a, who were exposed to the overlapping pair under contextual control (e.g. A1A2 in the presence of the circle + green color, or A2A1, in the presence of the circle + red color). All of them reached the criterion for sucess and passed the tests for transivity and connectivity. The efficiencey of the overlapping stimulus teaching procedure under stimulus control was verified, suggesting that contingency instruction with simple reinforcement, under conditional control, were prerequisites for the emergence of ordinal classes under contextual control. This study may be extended by increasing the number of sequences, and investigating the emergence of new ordinal realtions with longer sequences, and verify whether the order, withing the teaching sequence inferferes with ordinal responding.
Keywords: Psicologia da aprendizagem
Teste de equivalência
Estimulação sensorial
Matemática
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL::PROCESSOS DE APRENDIZAGEM, MEMORIA E MOTIVACAO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Doutorado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_RelacoesOrdinaisControle.pdf2,67 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons