Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1898
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 1-May-2007
Authors: BRASIL, Roberta Gilet
First Advisor: BARRETTO, André Maurício Lima
Title: Forjando-se imaginariamente mulher: um estudo sobre as representações de gênero das jovens no grupo de mulheres do Benguí
Other Titles: Forging imaginarily woman: a study on the representations of sort of the young in the group of women of the Benguí
Citation: BRASIL, Roberta Gilet. Forjando-se imaginariamente mulher: um estudo sobre as representações de gênero das jovens no Grupo de Mulheres do Benguí. 2007. 161 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Para, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2007. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Resumo: O presente trabalho objetiva compreender as representações de gênero de jovens, identificando as significações sociais e entendendo subjetivamente seus posicionamentos imaginários sobre ser mulher. Foi utilizada a metodologia qualitativa e realizadas observação participante e entrevistas semi-dirigidas, para obtenção das informações. Foram entrevistadas seis jovens entre quatorze e dezoito anos, moradoras do bairro do Benguí, em Belém. Os resultados demonstraram que, na socialização primária, as jovens internalizaram valores patriarcais. Havendo, contudo, coexistência de significações patriarcais e igualitárias de gênero em suas representações. Estas últimas, internalizadas na socialização secundária com o grupo de amigos e integrantes do Jepiara/GMB. Contexto social potencializador de questionamentos às normativas patriarcais, mas também restritivo da mulher ao âmbito privado, dado às contingências sócio-econômicas. Trama de fatores subjetivos e sociais, na qual as jovens forjam-se mulheres, reproduzindo e elaborando singularmente discursos sociais adquiridos em suas trajetórias de vida. Esboçando autonomia em meio à heteronomia, que as constitui enquanto indivíduos.
Abstract: This work aimed the comprehension of the young gender representations, identifying the social meanings and trying to understand the imaginary positions about being women subjectively. A qualitative methodology was adopted and a participative observation was realized with semi-guided interview in order to obtain the necessary data. Young women from 14 to 18 years living in Benguí (a section of the capital Belem) were interviewed. In a primary socialization, results indicated that the younger internalized some patriarchal values although there were patriarchal and equalitarian meanings of gender coexisting in their representations which were internalized during the secondary socialization with a group of friends and some Jepiara/GMB components. It was reported an empowering social context which contests the patriarchal rules but also being restrictive about women in privacy considering the socio-economic contingencies; a net of subjective and social factors in which the teenagers pretend to be women (adults), singularly reproducing social speech formed during their lives, sketching autonomy on the heteronomy that constitute them as individuals.
Keywords: Imaginação
Gênero
Adolescentes
Psicologia social
Benguí (Belém, PA)
Mulheres
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::TRATAMENTO E PREVENCAO PSICOLOGICA
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Appears in Collections:Dissertações em Psicologia (Mestrado) - PPGP/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ForjandoseImaginariamenteMulher.pdf11,61 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons