Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1902
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 1-Aug-2007
metadata.dc.creator: PORTO, Allana Ribeiro
metadata.dc.contributor.advisor1: BARROS, Romariz da Silva
Title: Formação de classes de equivalência através de reforçamento específico em crianças com dificuldades de aprendizagem
Other Titles: Equivalence class formation through specific reinforcement in children with learning difficulties
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: PORTO, Allana Ribeiro. Formação de classes de equivalência através de reforçamento específico em crianças com dificuldades de aprendizagem. 2007. 61 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2007. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
metadata.dc.description.resumo: Na Análise do Comportamento, vários estudos são realizados a fim de entender como comportamentos podem produtivamente ser controlados por eventos arbitrariamente relacionados, através da formação classes de equivalência. A inclusão de estímulos reforçadores nas classes tem sido apontada como um possível facilitador de sua formação. O presente estudo teve como objetivos avaliar a formação de classes de equivalência mediada por estímulos reforçadores específicos em crianças que apresentam baixo rendimento escolar. Usando crianças com desenvolvimento típico e em maior número, comparado com a literatura, pretendeu-se obter dados com menor variabilidade intersujeitos que é comumente encontrada nesse tipo de pesquisa. Para isso, foram utilizados reforçadores específicos com quatorze crianças (no Experimento I) que apresentam dificuldades de aprendizagem. O procedimento do Experimento 1 foi dividido em 10 fases. Em todas as fases, houve reforçadores específicos (frutas ou brinquedos) para cada uma das classes potenciais que se pretendia verificar. Inicialmente foi realizado um treino de pareamento por identidade com os estímulos dos Conjuntos A (A I e A2), B (B 1 e B2) e C (C I e C2) com reforçamento contínuo, seguido do mesmo treino com Reforçamento Intermitente. Logo após esses treinos foram realizados os testes de relações emergentes AB/BA, ACICA e BCICB. Antes de cada teste foi feito o retorno às discriminações de linha de base. Os dados do Experimento I evidenciam grande variabilidade intersujeitos nos testes de formação de classes. O Experimento 2 pretendeu investigar o efeito de dois tipos de pré-treino sobre o desempenho nos testes de formação de classes. Foi realizado com seis crianças e subdividido em dois grupos. O Grupo I foi submetido a um pré-treino de pareamento por identidade e o Grupo 2 a um pré-treino de pareamento arbitrário. Os resultados confirmam parcialmente a hipótese de que pré-treino de pareamento arbitrário pode reduzir a variabilidade inter-sujeitos nesse tipo estudos, pois altas taxas de variabilidade persistem no presente estudo. .Estudos posteriores deverão explorar essa possibilidade mais sistematicamente.
Abstract: In Behavior Analysis, several studies have been carried out in order to understand how behavior can be productively controlled by arbitrarily related events, through equivalence class formation. The inclusion of reinforcer stimuli in the classes has been pointed as a possible facilitator of their formation. The present study aimed to evaluate the formation of equivalence classes mediated by reinforcer stimuli with children with mild learning difficulties. By using normally developing children and in a larger number we intended to obtain data with less across subject variability, which is commonly found in this kind of research. It was used specific reinforcement with fourteen children that showed mild learning difficulties at school (Experiment 1). The experiment comprised 10 phases. In all phases, there were specific reinforcers (fruit or toys) to each of the potential classes. Initially we carried out an identity matching-to-sample procedure with the stimuli of the sets A (A1 and A2), B (B1 and B2) and C (C1 and C2) in a continuous reinforcement schedule, followed by an intermittent reinforcement schedule. Then, tests for emergent relations ABBA, ACCA, and BCCB were carried out. Before each test, we returned to the baseline training. Data from Experiment 1 show great across subject variability. The Experiment 2 was to investigate the effect of two different kinds of pre-training on the performance in tests for class formation. Six children participated and they were divided into two groups. Group 1 was trained with identity matching-to-sample and Group 2 with arbitrary matching-to-sample. The results confirm partly the hypothesis that arbitrary MTS as pre-training may reduce across subject variability in this kind of research, because high rates of variability were found in this study. Further research will explore this possibility more systematically.
Keywords: Psicologia da aprendizagem
Rendimento escolar
Crianças
Aprendizagem cognitiva
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA DO ENSINO E DA APRENDIZAGEM
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_FormacaoClassesEquivalencia.pdf860,96 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons