Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/1912
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 3-Jul-2008
Authors: HABER, Gabriella Mendes
First Advisor: BAPTISTA, Marcelo Quintino Galvão
Title: Ensino de leitura de frases com compreensão a alunos de 1ª série de escolas públicas de Belém
Other Titles: Teaching sentence-reading comprehension to first grade students in Belem
Sponsor: CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Citation: HABER, Gabriella Mendes. Ensino de leitura de frases com compreensão a alunos de 1ª série de escolas públicas de Belém. 2008. 121 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento.
Resumo: O fracasso escolar é uma realidade nacional alarmante que torna indispensável o aprimoramento da tecnologia de ensino. O paradigma de equivalência tem contribuído para a compreensão de processos comportamentais relacionados à aquisição de repertórios lingüísticos e de habilidades cognitivas. As investigações acerca da aprendizagem de leitura por meio deste paradigma tem sido relevantes tanto para a identificação das variáveis de controle de respostas corretas e de respostas incorretas na leitura de palavras com função substantiva, quanto para a análise de quais procedimentos são eficazes no sentido de o responder ficar sob controle de propriedades relevantes dos estímulos impressos. Investigou-se, por meio de uma replicação sistemática, o ensino de leitura com compreensão de frases compostas por pronome demonstrativo, substantivo, adjetivo e verbo intransitivo. Participaram cinco alunos com dificuldades em leitura. Os estímulos foram de modalidade auditiva (sílabas, palavras e frases faladas), representada pela letra A; visual (grafia de sílabas, palavras, frases e figuras que representam palavras e frases), representada pela letra B para as figuras e pela letra C para os estímulos impressos e modalidade auditivo-visual. Foi realizado o treino das discriminações condicionais entre palavras/frases faladas e figuras (relações AB) e sílabas/palavras/frases faladas e estímulos impressos (relações ACs, ACp e ACf). Foram programadas conseqüências diferenciais (reforço social) para os acertos e aplicação de procedimentos de correção ou procedimentos especiais para respostas incorretas. Pretendeu-se investigar se após o ensino destas relações pré-requisitos ocorreriam relações equivalentes (palavras impressas e figuras e vice-versa), bem como se os participantes demonstrariam o desempenho de leitura generalizada. Não foram programadas conseqüências diferenciais durante a aplicação dos testes. Ao término de cada sessão, os participantes recebiam brindes variados. Foram programadas quatro fases experimentais. Na Fase I, os estímulos impressos eram palavras com função substantiva. Na Fase II, frases formadas por palavras com funções substantiva e adjetiva. Na Fase III, acrescentou-se o pronome demonstrativo às frases. Na Fase IV, acrescentaram-se verbos intransitivos às frases. Na Fase V, programou-se a retenção do desempenho aprendido durante o experimento. Todos os participantes, com exceção de um, aprenderam o desempenho de linha de base. Nos testes de equivalência e de leitura generalizada, houve maior variabilidade em relação aos estudos anteriores. Todos os participantes apresentaram a leitura com compreensão em pelo menos uma das fases envolvendo frases. Nas Etapas de leitura Generalizada, apenas uma participante obteve 100% de acertos nos testes da Fase II. Os demais participantes apresentaram leitura generalizada parcial ou ausência de leitura recombinativa, sendo necessária a aplicação de procedimento especial para promover escores mais elevados. Considerou-se o paradigma de equivalência promissor para proporcionar o ensino de leitura de frases com compreensão. Propôs-se mudanças no procedimento que tornem o controle experimental mais rígido. Sugeriu-se ainda a investigação da pertinência do paradigma de equivalência para o ensino de leitura de frases, com compreensão, envolvendo classes gramaticais como artigos, advérbios, verbos transitivos diretos e objetos diretos.
Abstract: School failure is a nationwide alarming fact, increasing the necessity for improved teaching techniques. The equivalence paradigm has been useful in understanding the behavior processes related to the acquisition of linguistic repertories and cognitive abilities. Research into the learning of reading by means of this paradigm hasaided in the identification of variables controlling both correct and incorrect responses, as well as the analysis of procedures that are efficient in eliciting responses under the control of printed stimuli. In this study, the teaching of sentences composed of demonstrative pronouns, nouns, adjectives, and intransitive verbs was investigated. There were five students with reading difficulties. All were tested on selected sentences at the beginning of the study. Stimuli in the auditory modality (syllables, words, and spoken sentences) were designated as letter A; visual stimuli for figures as B (written syllables, words, sentences, and figures representing words and sentences); the letter C refers to printed stimuli in the visual-auditory modality. Training in conditional discrimination was provided for spoken words/sentences and figures (relations AB), for spoken syllables/words/sentences and for printed stimuli (relations AC, Acp and Acf). There were differential consequences (social reinforcement) for correct responses, and corrective and other special procedures for incorrect responses. We sought to investigate whether, after teaching these prerequisite relations, equivalent relations would emerge (printed words, figures, and vice versa), and whether the participants would show generalized performance. No differential consequences were programmed prior to testing. At the end of each session, participants received prizes. The experiment was conducted in four phases. In Phase I, the stimuli were printed words with substantive function. In Phase II, sentences formed by words with substantive and adjective functions. In Phase III, the demonstrative pronoun was added to the sentences. In Phase IV, the verbs intransitives were added to the sentences. All participants, except one, learned the baseline units. On tests of equivalence and generalized learning, contrary to results from previous studies, the level of variability increased. All participants evinced reading comprehension in at least one of the phases involving sentences. During the stage of generalized reading in Phase II, only one participant emitted correct responses at the 100% level. The remaining students showed partial generalized reading or no recombinative reading, making it necessary to use a special procedure in order to raise the level of performance. Overall, the equivalence paradigm was considered to be eficacious in teaching reading comprehension. Procedural changes were suggested in order to make experimental control more rigorous. Results indicated that the stimulus equivalence paradigm is especially effective for teaching comprehension involving such grammatical classes as articles, adverbs, direct transitive verbs, and objects.
Keywords: Psicologia educacional
Leitura
Teste de equivalência
Pará - Estado
Amazônia Brasileira
Aprendizagem
Ensino fundamental
Fracasso escolar
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA::PSICOLOGIA EXPERIMENTAL::PROCESSOS DE APRENDIZAGEM, MEMORIA E MOTIVACAO
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento
Program: Programa de Pós-Graduação em Teoria e Pesquisa do Comportamento
Appears in Collections:Dissertações em Teoria e Pesquisa do Comportamento (Mestrado) - PPGTPC/NTPC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EnsinoLeituraFrases.pdf2,62 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons