Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2325
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Issue Date: Apr-2010
metadata.dc.creator: MENEZES, Aline Beckmann de Castro
BRITO, Regina Célia Souza
FIGUEIRA, Renata Almeida
BENTES, Tatiana Frazão
MONTEIRO, Eline Freire
SANTOS, Marina Cunha
Title: Compreendendo as diferenças de gênero a partir de interações livres no contexto escolar
Other Titles: Understanding gender differences through free interactions at scholar environment
Citation: MENEZES, Aline Beckmann de Castro et al. Compreendendo as diferenças de gênero a partir de interações livres no contexto escolar. Estudos de Psicologia (Natal), Natal, v. 15, n. 1, p. 79-87, abr. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/epsic/v15n1/11.pdf>. Acesso em: 25 ago. 2011. <http://dx.doi.org/10.1590/S1413-294X2010000100011>.
metadata.dc.description.resumo: Para a Psicologia Evolucionista as diferenças de gênero existentes nas brincadeiras resultam de influências culturais que interagem com uma pré-disposição selecionada na espécie. Objetivou-se investigar se tais diferenças seriam compatíveis com dimorfismo sexual descrito na literatura da área. Setenta e três alunos entre seis e sete anos de uma escola particular foram filmados em quatro sessões de 30 minutos de recreio. Contabilizou-se a freqüência dos comportamentos e os pares com que ocorriam. Posteriormente, 21 crianças foram entrevistadas sobre suas brincadeiras prediletas e suas classificações de brincadeiras segundo o gênero. Pôde-se observar que ambos os sexos participam de atividades similares, mas em interações intra-sexuais. Além disso, observaram-se diferenças topográficas na forma de brincar, de acordo com o sexo. Nas entrevistas, como previa a literatura, foram registradas diferenças entre o relatado e o observado, indicando maior influência cultural sobre o conteúdo relatado.
Abstract: Evolutionary Psychology considers that gender differences in play are a result of cultural influences upon pre-dispositions selected in the species. The compatibility of these differences with theoretical prevision was investigated. Seventy three six/seven years old students of private schools were recorded in four 30 minutes sessions. Playful behavior frequency and playmate choice were counted. Later, 21 children were asked about favourite plays and how they classified those plays accordingly to gender patterns. Both sexes participated in similar activities but their interactions were mostly restricted to members of the same sex. It was also observed that there were topographic differences in the way they played, accordingly to sex. The interviews, as shown in the literature, allowed to identify that the speech and the behavior observed were different, with a higher cultural influence upon the speech.
Keywords: Psicologia evolucionista
Crianças
Comportamento
ISSN: 1413-294X
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Artigos Científicos - FAPSI/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_compreendendoDiferençasGenero.pdf469,38 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons