Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/2583
metadata.dc.type: Artigo de Periódico
Issue Date: Dec-2009
metadata.dc.creator: BRAGA, Cesar França
BEASLEY, Colin Robert
ISAAC, Victoria Judith
Title: Effects of plant cover on the macrofauna of Spartina marshes in northern Brazil
Citation: BRAGA, Cesar França; BEASLEY, Colin Robert; ISAAC, Victoria Judith. Effects of plant cover on the macrofauna of Spartina marshes in northern Brazil. Brazilian Archives Biology and Technology, Curitiba, v. 52, n. 6, p. 1409-1420, dez. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/babt/v52n6/a13v52n6.pdf>. Acesso em: 29 mar. 2012. <http://dx.doi.org/10.1590/S1516-89132009000600013>.
metadata.dc.description.resumo: Dados sobre a densidade e diversidade da macrofauna em relação à altura e densidade de Spartina brasiliensis foram obtidos em bancos de marismas em um estuário tropical no norte do Brasil. A amostragem foi realizada quatro vezes durante um ano, nas estações chuvosa, seca e nos períodos de transição entre estas. A amostragem foi realizada em marismas de três classes de tamanho: pequeno, médio e grande. As variáveis foram analisadas em relação às estações do ano e das classes de tamanho das marismas. Um total de 46 táxons foram encontrados, com os poliquetos, isopodos e o gastropódo Neritina virginea dominando a fauna, resultados similares a estudos realizados em marismas no sul do Brasil. A densidade e a diversidade da macrofauna foram correlacionadas positivamente com a densidade de colmos da vegetação, indicando um possível papel da vegetação em proteção contra predação. Todas as três variáveis foram maiores durante os períodos transicionais entre as estações chuvosa e seca e mudanças sazonais em precipitação, salinidade e disponibilidade de luz possam influenciar mortalidade, disponibilidade de alimento e assentamento da macrofauna. Não houve um efeito de tamanho da marisma sobre a macrofauna ou a vegetação. O efeito beneficial da vegetação sobre a macrofauna é apoiado por outros estudos de marismas brasileiras.
Abstract: Data on macrofauna density and diversity, and the height and density of Spartina brasiliensis, were obtained from salt marsh beds of a tropical estuary in northern Brazil. Sampling was carried out at four distinct times of the year, during the wet and dry seasons and in the transition periods between these. Sampling was also carried out in salt marshes of three size classes, small, medium and large. Variables were analyzed in relation to time of year and salt marsh size class. Overall, 46 taxa were found, with polychaetes, isopods and the gastropod Neritina virginea dominating the fauna. Macrofauna density and diversity were positively correlated with culm density, indicating a possible role in protection from predation. All the three variables were higher during the transitional periods between the wet and dry seasons and seasonal changes in rainfall, salinity and light availability may influence mortality, food availability and settlement of the macrofauna. There was no effect of salt marsh size on either the macrofauna or the vegetation.
Keywords: Macrofauna
Mangue
Estuários
Spartina
Bragança - PA
Amazônia brasileira
Brasil - País
ISSN: 1516-8913
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Artigos Científicos - FBIO/IECOS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_EffectsPlantCover.pdf118,73 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons