Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2649
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 19-Sep-2006
metadata.dc.creator: SALES, Maria Domingas Ferreira de
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Joel Cardoso da
Title: Murilo Mendes: pânico, amor e poesia: uma leitura de A Poesia em Pânico à luz do surrealismo
Citation: SALES, Maria Domingas Ferreira de. Murilo Mendes: pânico, amor e poesia: uma leitura de A Poesia em Pânico à luz do surrealismo. 2006. 108 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Centro de Letras e Artes, Belém, 2006. Curso de Mestrado em Letras.
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa privilegia, a priori, cinco aspectos importantes concernentes à influência do Surrealismo na produção literária de Murilo Mendes, especialmente em A Poesia em Pânico, tais como: a poética da construção por vias da negação; a conciliação de objetos e idéias divergentes que acena para a busca da totalidade; o duplo, indiretamente ligado aos temores da repressão; a mulher e o amor, como confluências necessárias para o estabelecimento do projeto de construção surrealista; e a poesia como espaço da palavra salvadora. Tais aspectos estão em consonância com os estudos propostos por André Breton, Ferdinand Alquié, Chénieux-Gendron, Walter Benjamin e outros. Relacionada à produção de poetas simbolistas e surrealistas, a obra em foco deixa-se ilustrar por alguns trabalhos artísticos do pintor paraense Ismael Nery ¾ com quem Murilo Mendes estabelece grande amizade ¾ e fragmentos de textos de poetas tais como Artur Rimbaud, Charles Baudelaire, Lautréamont, Stéphane Mallarmé, André Breton. Murilo Mendes, para quem as idéias não tem fronteiras, foi um dos autores mais representativos da escrita surrealista no Brasil que, embora notificada aqui em apenas uma de suas obras, constitui traço permanente em toda a sua trajetória poética.
Abstract: This research privileges, a priori, five concerning important aspects to the influence of the Surrealism in Murilo Mendes's literary production, especially in the Poetry in Panic, such as: the poetic of the construction for roads of the denial; the conciliation of objects and you idealize divergentes that waives for the search of the totality; the double, indirectly linked to the fears of the repression; the woman and the love, as necessary confluences for the establishment of the project of surrealist construction; and the poetry as space of the saving word. Such aspects are in consonance with the studies proposed by André Breton, Ferdinand Alquié, Chénieux-Gendron, Walter Benjamin and other. Related to the production of poets simbolistas and surrealist, the work in focus lets to illustrate for some artistic works of the painter paraense Ismael Nery, with whom Murilo Mendes establishes great friendship, and fragments of such poets' texts like Artur Rimbaud, Charles Baudelaire, Lautréamont, Stéphane Mallarmé, André Breton. Murilo Mendes, for who the ideas don't have borders, was one of the most representative authors of the surrealist writing in Brazil that, although notified here in just one of your works, constitutes permanent line in all your poetic path.
Keywords: Mendes, Murilo, 1901-1975 - Crítica e história literária
Poesia brasileira - Séc. XX
Surrealismo
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS::LITERATURA BRASILEIRA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Letras e Comunicação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Letras
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Letras (Mestrado) - PPGL/ILC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MuriloMendesPanico.pdf2,44 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons