Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2860
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2008
metadata.dc.creator: MOREIRA, Aninha Melo
metadata.dc.contributor.advisor1: VENTURIERI, Adriano
Title: Estudo comparativo do uso da terra em unidades de produção familiar no Nordeste Paraense
Citation: MOREIRA, Aninha Melo. Estudo comparativo do uso da terra em unidades de produção familiar no Nordeste Paraense. 2008. 87 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais. Disponível em: <http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2860>. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: O contexto histórico de formação territorial do Nordeste Paraense, está relacionado com os diversos períodos de ocupação que a região Amazônica sofreu, desde os primórdios da colonização, passando pelos fluxos migratórios, a partir da década de 1950, até sua configuração atual. O Nordeste Paraense é composto pelas microrregiões do Salgado, Bragantina, Cametá, Guamá e Tomé-Açu, ocupando cerca de 135 mil quilômetros quadrados, ou seja, 10,6% da superfície estadual, englobando 49 municípios, possuindo 1,8 milhão de habitantes, 27% da população estadual. Após quase um século de utilização as áreas de mata virgem fazem parte do passado. O padrão de uso da terra baseia-se no manejo de parcelas de floresta secundária (capoeiras), em rotação com culturas anuais e a implantação de culturas perenes e de pastagens. Neste contexto este trabalho objetivou compreender a dinâmica do uso da terra em unidades de produção familiar, para assim subsidiar alternativas para o planejamento das propriedades. A pesquisa foi realizada em trinta e três unidades, dispostas nos municípios de Bragança (apresenta uma ocupação mais antiga, com diferentes históricos de ocupação e uso da terra, aproximadamente 300 anos), Capitão Poço (representa uma ocupação e uso intermediários, 60 anos) e Garrafão do Norte (com um processo de ocupação mais recente cerca de 20 anos). A metodologia baseou-se na observação direta, na aplicação de questionários, entrevistas semi-estruturadas, registros fotográficos, elaboração de mapas mentais e utilização do Sistema de Informações Geográficas, para construção de mapas temáticos e análise das imagens de satélite. Pode-se observar que o padrão de uso não se diferencia nas três áreas, pois não é o ambiente somente que irá influenciar nas práticas estabelecidas, mas sim a territorialidade de cada agricultor, ou seja, a sua carga cultural que é impressa sobre o território. Constatou-se que a paisagem de uma propriedade será mais ou menos fragmentada em função do número de pessoas que fazem uso dela. A vegetação secundária é um elemento importante nesta dinâmica, pois sua presença ou ausência contribuirá para que uma propriedade seja mais ou menos resiliente as pressões de mercados, ou seja, a existência deste recurso florestal, juntamente com outros sistemas produtivos, permitem que aquela propriedade tenha uma variedade de produtos a serem disponibilizados na esfera da família e para o mercado. Assim é necessário que estratégias de planejamento da propriedade sejam elaboradas, para garantir a sustentabilidade social e ambiental.
Abstract: The historical context of territorial formation of the Paraense Northeast, is related with the several occupation periods that the Amazonian area suffered, from the origins of the colonization, going by the migratory flows, starting from the decade of 1950, until his/her current configuration. The Paraense Northeast is composed by Salgado's microrregiões, Bragantina, Cametá, Guamá and Tomé-Açu, occupying about 135 thousand squared kilometers, in other words, 10,6% of the state surface, including 49 municipal districts, possessing 1,8 million inhabitants, 27% of the state population. After almost a century of use the virgin forest areas are part of the past. The pattern of use of the earth bases on the handling of portions of secondary forest, in rotation with annual cultures and the implantation of perennial cultures and of pastures. In this context this work aimed at to understand the dynamics of the use of the earth in units of family production, for like this to subsidize alternatives for the planning of the properties. The research was accomplished in thirty three units, disposed in the municipal districts of Bragança (it presents an older occupation, with different occupation reports and use of the earth, approximately 300 years), Capitão Poço (it represents an occupation and use middlemen, 60 years) and Garrafão do Norte (with a process of more recent occupation about 20 years). the methodology based on the direct observation, in the application of questionnaires, semi-structured interviews, photographic registrations, elaboration of mental maps and use of the System of Geographical Information, for construction of thematic maps and analysis of the satellite images. It can be observed that the use pattern if it doesn't differentiate in the three areas, because it is not the atmosphere only that it will influence in the established practices, but each farmer's culture, in other words, his/her cultural load that it is printed on the territory. It was verified that the landscape of a property will be more or less fragmented in function of the number of people that you/they make use of her. The secondary vegetation is an important element in this dynamics, because his/her presence or absence will contribute more or less to a property to be resilient the pressures of markets, in other words, the existence of this forest resource, together with other productive systems, they allow that property to have a variety of products to be made available in the sphere of the family and to the market. It is like this necessary that strategies of planning of the property are elaborated, to guarantee the social and environmental sustainability.
Keywords: Amazônia brasileira
Agricultura familiar
Uso do solo
Propriedade rural
Pará - Estado
metadata.dc.subject.areadeconcentracao: CLIMA E DINÂMICA SOCIOAMBIENTAL NA AMAZÔNIA
metadata.dc.subject.linhadepesquisa: ECOSSISTEMAS AMAZÔNICOS E DINÂMICAS SOCIOAMBIENTAIS
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA::GEOGRAFIA REGIONAL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
MPEG
EMBRAPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Geociências
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
metadata.dc.source: 1 CD-ROM
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EstudoComparativoUso.pdf6,54 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons