Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2898
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 12-Apr-2012
metadata.dc.creator: ALFAIA, Fred Junior Costa
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Gilmar Pereira da
Title: A práxis dos trabalhadores da Cooperativa Agrícola Resistência Tocantina em Cametá/PA
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: ALFAIA, Fred Junior Costa. A práxis dos trabalhadores da Cooperativa Agrícola Resistência Tocantina em Cametá/PA. 2012. 140 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências da Educação, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Educação.
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho teve como objeto de estudo a práxis dos trabalhadores da Cooperativa Agrícola Resistência Tocantina/CART. Dessa forma, buscou-se responder as seguintes questões: de que forma a cooperativa, como realidade objetiva, apresenta-se ao trabalhador como elemento da contradição, ou seja, como a objetividade criada pelos trabalhadores forja a práxis dos trabalhadores? De que forma a objetividade criada se relaciona com a estrutura econômica e superestrutura política e ideológica? E como essa relação reflete na práxis do trabalhador organizado na CART? Com isso, objetivou-se analisar a dinâmica da formação social do trabalhador, tomando por base a categoria da práxis. A metodologia ocorreu a partir da revisão bibliográfica e entrevista semi-estruturada, tendo como método de análise o materialismo histórico-dialético. A pesquisa chegou às seguintes conclusões: A práxis dos trabalhadores no interior da cooperativa forja-se a partir das diversas situações vividas pelo coletivo, seja de natureza econômica, política, técnica, ou científica; Os interesses externos (do capital) se materializam na CART pelo condicionamento da formação empreendida pelas ONGs, as quais fornecem uma formação restrita ao processo produtivo (assistência técnica e comercial); Ocorre também pelo condicionamento do planejamento anual da CART que obedece às exigências das parceiras comerciais (qualidade e quantidade e o tipo de produto que irá fornecer). Esse fato contribui para o desenvolvimento e reprodução da práxis utilitária, a qual se caracteriza por não proporcionar ao homem a compreensão das coisas e da realidade. No entanto, a práxis utilitária, no percurso histórico, produz objetivamente a sua contradição. Isso, porque, ela não se constitui simplesmente como um saber prático, mas se sustenta pela realização concreta; o que a torna elemento das relações econômicas e sociais. Assim, ela oportuniza ao trabalhador/associado um “novo” movimento dialético. Possibilitando, pela atividade cognoscitiva do sujeito, a apreensão da contradição a partir dessa realidade concreta; o que poderá refletir na qualidade da elaboração, ainda que no plano ideal, da atividade teleológica, caracterizada pela exigência prática. Esse processo denomina-se como: a dialética da práxis.
Abstract: This present work had the objective the study of the theory and practice of workers agricultural cooperative resistance “Tocantina”/ CART. Thus sought answer the follows questions. How to engineer with the real reality as a dialectical element ,in other words, how the reality maked for the workers forge the theory and practice of this workers? that form the objective engeneered is relationed with the structure economic, political and ideological? And with this relation reflects with the theory and practice of this worker organized in the CART? With this sought to explain the dynamic of the social formation, using the comprehension of category of the theory and practice. The methodology was made with the bibliographic revision, interview semi structured and method of analysis of materialism historical dialectical. That form the research met the follow conclusions: the theory and practice of the workers, the inside of the cooperative forge with the real conditions of life in the comunity, the nature economic, politic, technical and cientical; The outside interests (the capital) are materialized in CART by conditioning training undertaken by ONGs, which provide training restricted to the production process (technical and commercial) is also conditioning the CART's annual plan that meets the requirements of partner commercial (quality and quantity and type of product that will provide). This contributes to the development and reproduction of utilitarian praxis which is characterized by not giving the man the understanding of things and reality. However, the utilitarian praxis the historical path produces objectively its contradiction. This is because it is not simply as a practical knowledge, but is supported by its concrete realization, this in turn becomes an element of economic relations and giving opportunities to the worker members / associate a "new" dialectical movement that will enable the activity cognitive subject's apprehension of contradiction from this reality, which may reflect the quality of development, although the ideal plan, teleological activity which is characterized by the practical requirement. This process is known as the dialectic of praxis.
Keywords: Cametá - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
Trabalhadores rurais
Dialética
Cooperativa
Cooperativismo
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO::FUNDAMENTOS DA EDUCACAO::SOCIOLOGIA DA EDUCACAO
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências da Educação
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Educação
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Educação (Mestrado) - PPGED/ICED

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_PraxisTrabalhadoresCooperativa.pdf733,44 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons