Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2922
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 26-Nov-2007
Authors: CORRÊA, Jean Michel
First Advisor: FIGUEIREDO, Ricardo de Oliveira
First Co-Advisor: GERHARD, Pedro
Title: Estrutura de comunidades de peixes de igarapés de três pequenas bacias de drenagem sob uso de Agricultura Familiar no Nordeste Paraense
Citation: CORRÊA, Jean Michel. Estrutura de comunidades de peixes de igarapés de três pequenas bacias de drenagem sob uso de Agricultura Familiar no Nordeste Paraense. 2007. 92 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Belém, 2007. Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais.
Resumo: As espécies da ictiofauna podem se distribuir no espaço e no tempo de maneira organizada, seguindo um padrão que pode ser percebido pela associação ou agrupamento das espécies e pela sua relação com determinados habitats. O número reduzido de estudos e o pequeno conhecimento da fauna aquática na Amazônia resultam em sub-estimativas dos impactos na ictiofauna de igarapés. A Região Bragantina, no nordeste paraense, é tida como um exemplo de fronteira agrícola antiga na Amazônia. A agricultura familiar é expressiva na área, sendo as principais culturas milho, caupi e mandioca, e cultivos semi-perenes, como maracujá e pimenta-do-reino. Estas áreas de produção familiar constituem hoje importantes elementos da paisagem, podendo ocasionar à degradação dos solos e do ecossistema aquático. Nesse contexto, um estudo foi realizado nos anos de 2006 e 2007 em três igarapés situados nessa região: Cumaru, São João e Pachibá. Foram coletados 2.117 peixes, distribuídos em sete ordens, 13 famílias, 27 gêneros e 43 espécies. A espécie mais abundante em todas as amostras coletadas foi Hypessobrycon heterorhabudus, com 337 indivíduos, seguido por Bryconops caudomaculatus, com 326 indivíduos. A riqueza de espécies foi maior num trecho do Pachibá (IGPA-B), com 21 espécies. O Índice de Dominância de Simpson mostrou o valor mais alto no trecho B do igarapé Cumaru, enquanto o Índice de Diversidade de Shannon revelou que o IGP A-B possuiu a maior diversidade. Iguanodectes spirulus foi a espécie amostrada com mais constância, e ocorreu em 50% das amostras. A similaridade entre os ambientes revelou que a distribuição das espécies seguiu a um padrão longitudinal ao invés de um padrão geográfico. O uso da terra, em especial a agricultura familiar não influenciou na estrutura das comunidades de peixes, uma vez que a baixa intensificação dessa atividade ainda permite certa integralidade do ecossistema aquático. Porém, com uma maior intensificação e ampliação futura desses sistemas de produção não se sabe qual será a resposta desse ecossistema.
Abstract: Stream fish species can be distributed in space and time and in an organized pattern, which can be observed on the association of groups of species and their relationship to certain habitats. The reduced number of studies and the scarce knowledge on the aquatic fauna in Amazon contribute to the under-estimation of the magnitude of impacts upon lotic habitats and stream fish fauna. The Bragantina Region, in the northeast portion of Pará, is an example of an old agricultural frontier in the Amazon. Smallholder farming in the area is expressive, the main cultures are corn, caupi, and cassava, and semi-perennial cultures, such as “maracujá” (passion fruit) and “pimenta-do-reino” (black pepper). The areas of familiar production are a dominant feature of the landscape, thus contributing to most of the soil and aquatic ecosystem degradation. Aiming at the description of stream fish communities and its relations to environmental variables, a two-year study was carried out in eight reaches of three streams located in this region: Cumaru, São João and Pachibá streams. After nine monthly collections, 2.117 fishes were collected, distributed in seven orders, 13 families, 27 genera and 43 species. The most abundant species in all samples was Hypessobrycon heterorhabudus, totalling 337 individuals, followed by Bryconops caudomaculatus, with 326 individuals. The species richness was highest in a Pachibá stream reach (IGPA-B), with 21 species. Simpson’s diversity index showed the highest species dominance in a Cumaru stream reach, while Shannon’s diversity index showed that the IGPA-B had the greatest diversity. Iguanodectes spirulus was the most constant species, occurring in 50% of samples. The similarity between the environments showed that the distribution of species followed a longitudinal pattern instead of a geographic pattern. Land use, specially small farms, did not affect the ichthyofauna, since the low intensification of this activity still permit some integrity to aquatic ecosystem. However, as agriculture system intensification increases in the future, we do not know what will be the ecosystem response.
Keywords: Ictiofauna
Agricultura familiar
Pará - Estado
Uso do solo
Amazônia Brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ECOLOGIA::ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Institution Acronym: UFPA
MPEG
EMBRAPA
Department: Instituto de Geociências
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais
Appears in Collections:Dissertações em Ciências Ambientais (Mestrado) - PPGCA/IG

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EstruturaComunidadesPeixes.pdf3.31 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons