Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/2941
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorGONÇALVES, Maria Raimunda Martins-
dc.date.accessioned2012-09-10T15:23:29Z-
dc.date.available2012-09-10T15:23:29Z-
dc.date.issued2011 - 06-
dc.identifier.citationGONÇALVES, Maria Raimunda Martins. Tensões, uso e apropriação da terra no Xingu: o caso da RESEX “Verde para Sempre”, Porto de Moz/PA. 2011. 198 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos, Belém, 2011. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/2941-
dc.description.abstractThe peasants' struggle for land in the Xingu at the turn of the twentieth century is the focus of this work. We will deal with forms of organization and struggle of the peasantry within the global/local dynamic that led to the creation of the extractive reserve "Verde para Sempre" in the municipality of Porto de Moz, state of Pará. It was in memory of social groups and through the research field that we seek the peasant perspective of development, and its actions and strategies to remain in their territories against the advancing of big business to the field from the 1960s in the Amazon.-
dc.description.sponsorshipSEDUC/PA - Secretaria de Estado de Educação-
dc.language.isoporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Pará-
dc.rightsAcesso Aberto-
dc.subjectCampesinatopt_BR
dc.subjectReserva Extrativista Verde para Sempre - PApt_BR
dc.subjectDesenvolvimento comunitáriopt_BR
dc.subjectMovimentos sociaispt_BR
dc.subjectPorto de Moz - PApt_BR
dc.subjectPará - Estadopt_BR
dc.subjectAmazônia brasileirapt_BR
dc.titleTensões, uso e apropriação da terra no Xingu: o caso da RESEX “Verde para Sempre”, Porto de Moz/PApt_BR
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.publisher.countryBrasil-
dc.publisher.departmentNúcleo de Altos Estudos Amazônicos-
dc.publisher.initialsUFPA-
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::SOCIOLOGIA::SOCIOLOGIA RURAL-
dc.contributor.advisor1EMMI, Marília Ferreira-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4619867698790381-
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/1804270024893970-
dc.description.resumoA luta dos camponeses pela terra no Xingu na virada do século XXI é o foco deste trabalho. Trataremos das formas de organização e luta do campesinato dentro da dinâmica global/local que desembocou na criação da RESEX “Verde para Sempre”, no município de Porto de Moz, no Estado do Pará. É na memória dos grupos sociais e por meio da pesquisa de campo que se buscou a perspectiva camponesa de desenvolvimento, e suas ações e estratégias para permanência em seus territórios diante do avanço do grande capital para o campo a partir da década de 1960 na Amazônia.-
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido-
dc.description.affiliationSEDUC/PA - Secretaria de Estado de Educaçãopt_BR
Appears in Collections:Dissertações em Desenvolvimento Sustentável do Trópico Úmido (Mestrado) - PPGDSTU/NAEA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_TensoesUsoApropriacao.pdf2,42 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons