Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/3002
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 22-Jun-2012
metadata.dc.creator: FUJIHARA, Satomi
metadata.dc.contributor.advisor1: LIMA, Patrícia Danielle Lima de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: FREITAS, Jofre Jacob da Silva
Title: Alterações oxidativas em portadores da doença de Alzheimer: correlação com os estágios da doença e o quadro cognitivo dos pacientes
metadata.dc.description.sponsorship: FAPESPA - Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas
Citation: FUJIHARA, Satomi. Alterações oxidativas em portadores da doença de Alzheimer: correlação com os estágios da doença e o quadro cognitivo dos pacientes. 2012. 90 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular.
metadata.dc.description.resumo: A sobrevida da população tem aumentado de forma progressiva e atribui-se à melhoria da qualidade dos serviços de saúde e das condições gerais de vida, sendo marcante, sobretudo nos países industrializados. Este aumento da expectativa de vida repercute no aumento da incidência de doenças comuns em idades avançadas. O envelhecimento é considerado fator de risco para o desenvolvimento de doenças neurodegenerativas como a doença de Alzheimer (DA). Uma das teorias para a patogênese da DA postula que a neurodegeneração é o resultado de alterações no metabolismo oxidativo com acometimento do tecido cerebral vulnerável. O fato de o envelhecimento ser um fator de risco na DA, reforça também a hipótese da participação dos radicais livres, pois os efeitos de sua ação podem se acumular durante anos. A DA é uma doença insidiosa e progressiva e caracteriza-se clinicamente por uma perda progressiva da memória e de outras funções cognitivas, além de mudanças comportamentais e sociais. O déficit de memória é o principal e usualmente o primeiro sintoma da DA, com comprometimento especialmente da retenção e recordação de novas informações. O presente trabalho visa avaliar se ocorrem alterações no metabolismo oxidativo detectáveis no sangue de pacientes com a DA, e se estas podem ser relacionadas com os diferentes estágios da doença e com o quadro cognitivo dos pacientes. Foram avaliados 30 pacientes com a doença de Alzheimer e 28 indivíduos no grupo controle atendidos na Unidade de Ensino e Assistência de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade do Estado do Pará (UEAFTO-UEPA). O metabolismo oxidativo foi avaliado através da medida da capacidade antioxidante total equivalente ao Trolox (TEAC) e da mensuração dos níveis das substâncias que reagem ao ácido tiobarbitúrico - TBARS. Também foram realizados testes neuropsicológicos em todos os sujeitos participantes do estudo. Não foram observadas correlações significativas no desempenho dos testes neuropsicológicos com os níveis de TBARS e TEAC nos pacientes com a DA. Observou-se que a capacidade antioxidante total (CAOT) estava significativamente diminuída nos pacientes com a DA em comparação com o grupo controle independentemente do estágio da doença, mostrando uma possível relação entre a CAOT e a DA. Na avaliação de TBARS houve uma tendência para maiores concentrações nos pacientes com DA do que no grupo controle, porém a diferença não foi estatisticamente significativa, apenas a fase moderada foi significativa quando comparada com o grupo controle. A avaliação da peroxidação lipídica através dos níveis de TBARS provavelmente não seria um biomarcador adequado para a doença de Alzheimer.
Abstract: The survival of the population has increased gradually and it is correlated with quality of health services and general living conditions, being particularly marked in industrialized countries. The increase in life expectancy affects the incidence of age-associated diseases. Aging is considered a risk factor for the development of neurodegenerative diseases like Alzheimer’s disease (AD). One theory on the pathogenesis of AD postulates that neurodegeneration is the result of oxidative stress and damage to vulnerable cerebral tissues. The fact that aging is a risk factor in AD also reinforces the hypothesis of free radicals involvement, because the effects of their actions can accumulate for years. It is an insidious, progressive disease and is characterized clinically by progressive loss of memory and other cognitive functions, as well as behavioral and social changes. The memory deficit is the main and usually the first symptom of AD, especially with deficiency of retention and recall of new information. The present study aims to evaluate if there are changes in oxidative metabolism detected in the blood of patients with AD, and if there is correlation with different stages of the disease and the patients’ cognitive framework. We evaluated 30 patients with Alzheimer’s disease and 28 subjects in the control group attended at Unit Education and Assistance Physical Therapy and Occupational Therapy at the University of Pará (UEAFTO-UEPA). Oxidative metabolism was assessed by measuring the total antioxidant capacity equivalent to Trolox (TEAC) and measuring the levels of substances that react with thiobarbituric acid (TBARS). Neuropsychological tests were also performed on all participants in the study. No significant correlations were observed in the performance of neuropsychological tests to the levels of TBARS and TEAC in patients with AD. It was observed that the total antioxidant capacity (TAC) was significantly decreased in AD patients compared to controls whatever stage of disease, showing a possible relationship between TAC and AD. In the evaluation of TBARS was a trend toward higher concentrations in AD patients than in control group but the difference was not statistically significant, only the moderate stage was significant when compared with the control group. Evaluation of the lipidic peroxidation through TBARS a biomarker would probably not be suitable for Alzheimer's disease.
Keywords: Doença de Alzheimer
Peroxidação de lipídeos
Estresse oxidativo
Testes neuropsicológicos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOQUIMICA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Neurociências e Biologia Celular (Mestrado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AlteracoesOxidativasPortadores.pdf1,8 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons