Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3331
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2-Feb-2005
metadata.dc.creator: CARDOSO, Marcelo Ramos
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVA, Ivan Sebastião de Souza e
Title: Amplificador para registro de potenciais corticais
metadata.dc.description.sponsorship: CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Citation: CARDOSO, Marcelo Ramos. Amplificador para registro de potenciais corticais. Orientador: Ivan Sebastião de Souza e Silva. 2005. 86 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Elétrica) - Centro Tecnológico, Universidade Federal do Pará, Belém, 2005. Disponível em: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3331. Acesso em:.
metadata.dc.description.resumo: Vários órgãos do corpo humano manifestam suas funções por meio de atividades elétricas. A medição desses e de outros biopotenciais pode fornecer indícios importantes que permitem o estudo do funcionamento real dos órgãos. Tais medições não constituem tarefa simples porque envolvem aquisição de dados de sinais cujas amplitudes podem ser na faixa entre 1 μV e 10 mV e também porque, no ambiente em que são feitos esses registros, estão presentes diversos tipos de sinais interferentes que causam degradação da relação sinal/ruído. Logo, o projeto do condicionador de biopotencial deve ser cercado de cuidados para que o circuito final reúna as melhores características de desempenho. Neste trabalho apresenta-se um estudo da origem dos biopotenciais, suas características, os circuitos utilizados para ganho e filtragem do sinal, além das interferências presentes nos sistemas de medições e alguns circuitos para redução desses sinais. É desenvolvido então, um condicionador para registro de biopotenciais corticais com blocos de filtragem e ganho do sinal em até 40 000. Os testes com o condicionador foram realizados registrando o potencial cortical provocado visual e o eletroencefalograma, e nos resultados experimentais é possível observar um desempenho satisfatório do equipamento.
Abstract: Many organs in the human body manifest their functions through electric activities. Measurements of these and other biopotentials can provide vital clues that permits study as real functions of the organs. These measurements are not an easy task because envolves extremely low amplitudes data acquisition, between 1 μV and 10 mV, and also because these bioelectric recordings are often disturbed by an excessive level of interference presents, resulting in signal/noise degradation. Therefore, the biopotential amplifier project must be associated with precaution to final circuit can meet great characteristics in such signals measureming. This work shows a study about biopotentials origins, their characteristics, circuits used in signal amplifiering and filtering, interferences present in measurement systems and some circuits used to reduce such interferences. Thereafter, is developed a cortical biopotential amplifier with filtering and gain blocks. The tests with amplifier where realized by registering a visual evoked potential and the electroencephalogram. In the experimental results is possible to observe a satisfactory equipment performance.
Keywords: Amplificador de biopotencial
Amplificador de instrumentação
Medição de sinais biológicos
Biopotential amplifier
Instrumentation amplifier
Biologic signal measurement
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA BIOMEDICA::BIOENGENHARIA::PROCESSAMENTO DE SINAIS BIOLOGICOS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Tecnologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Engenharia Elétrica (Mestrado) - PPGEE/ITEC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AmplificadorRegistroPotenciais.pdf1,54 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons