Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3524
metadata.dc.type: Tese
Issue Date: 13-Dec-2012
metadata.dc.creator: FERRAZ, Jefferson José Sodré
metadata.dc.contributor.advisor1: RODRÍGUEZ BURBANO, Rommel Mario
metadata.dc.contributor.advisor-co1: QUARESMA, Juarez Antônio Simões
Title: Prevalência e associação da infecção por Helicobacter pylori e do vírus de Epstein-Barr em adenocarcinoma gástrico, em uma população do norte do Brasil
Citation: FERRAZ, Jefferson José Sodré. Prevalência e associação da infecção por Helicobacter pylori e do vírus de Epstein-Barr em adenocarcinoma gástrico, em uma população do norte do Brasil. 2012. 85 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Ciências Biológicas, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular.
metadata.dc.description.resumo: As neoplasias gástricas são a segunda maior causa de morte por câncer e apesar das descobertas sobre a fisiopatologia das células tumorais, o câncer é considerado como, no melhor das hipóteses, minimamente controlado pela medicina moderna. O carcinoma gástrico é uma das poucas neoplasias malignas nas quais os agentes infecciosos tem um importante papel etiológico. O objetivo do presente trabalho foi pesquisar a prevalência e o grau de associação da infecção por Helicobacter pylori e do vírus de Epstein-Barr em adenocarcinoma gástrico, em uma população do norte do Brasil. Foram analisadas 125 amostras de adenocarcinoma gástrico que foram submetidas à técnica de PCR para detecção de H. pylori e da cepa cagA de H. pylori, à técnica de hibridização in situ para detecção do EBV e à análise histopatológica para determinação de características clínico-patológicas e epidemiológicas. Observou-se o maior acometimento de pacientes do sexo masculino (68%) e de faixa etária acima de 50 anos (78%). A prevalência encontrada para H. pylori foi de 88%, e foi considerada alta quando comparada a estudos anteriores na região norte. A prevalência encontrada para o EBV foi de 9,6%. Os pacientes positivos para H. pylori-cagA+ apresentaram um risco relativo aumentado para adenocarcinoma do tipo intestinal. A frequência para os estádios III e IV foi de 82,4%, evidenciando que o diagnóstico desta neoplasia é geralmente realizado tardiamente. Os casos positivos para urease apresentaram um fator de risco relativo (OR=4,231) maior que quatro vezes, para H. pylori-cagA+, que é a cepa mais virulenta de H. pylori. Não houve significância estatística para a associação entre H. pylori e EBV na população estudada, porém os casos positivos para EBV apresentaram 100% de positividade para H. pylori, sugerindo uma possível atuação sinérgica destes agentes na carcinogênese gástrica.
Abstract: Gastric neoplasias are the second leading cause of cancer-related deaths and although discoveries over physio-pathology of tumour cells, cancer is considered, to the best of our knowledge, minimally controlled by modern medicine. Gastric carcinoma is among the few malignant neoplasms in which infectious agents play an important role. The aim of the present work was to research the prevalence and the association of Helicobacter pylori and Epstein-Barr virus infection in gastric adenocarcinoma in a northern population of Brazil. A hundred twenty-five samples of gastric adenocarcinoma were analyzed by PCR to detect H. pylori and pathogenic genotype H. pylori-cagA+, by in situ hybridization to detect EBV, and by histopathological analysis to determine epidemiologic and clinico-pathological data. It was observed a higher frequency in male patients (68%) as much as older patients (78%). Prevalence to H. pylori was 88%, and it was considered high when compared to early studies in northern region of Brasil. To EBV the prevalence was 9,6%. Patients H. pylori-cagA+ showed increased relative risk to intestinal type adenocarcinoma. The case’s frequency to III and IV stages of the disease was 82,4%, demonstrating that the diagnostic to this neoplasia has been done late. The urease positive cases presented a higher than four-fold relative risk (OR=4,231) to H. pylori-cagA+, the more pathogenic genotype. There wasn’t statistical significance to the association between H. pylori and EBV in the studied population; however the EBV positive cases showed 100% positivity to H. pylori suggesting a possible synergistic relation of these agents in gastric carcinogenesis.
Keywords: Adenocarcinoma gástrico humano
Neoplasias gástricas
Infecções por Helicobacter
Infecções por vírus Epstein-Barr
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::MICROBIOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Biologia Celular
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Teses em Neurociências e Biologia Celular (Doutorado) - PPGNBC/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_PrevalenciaAssociacaoInfeccao.pdf2,2 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons