Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3651
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 15-Dec-2003
metadata.dc.creator: AQUINO, Eulália Gonçalves de
metadata.dc.contributor.advisor1: CORVELO, Tereza Cristina de Oliveira
Title: Parasitismo intestinal: estudo epidemiológico em dois grupos sócio-econômicos distintos de uma população infantil de Porto Velho-RO
Citation: AQUINO, Eulália Gonçalves de. Parasitismo intestinal: estudo epidemiológico em dois grupos sócio-econômicos distintos de uma população infantil de Porto Velho-RO. 2003. 97 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2003. Curso de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: As infecções parasitárias apresentam-se de forma endêmica em diversas áreas do Brasil. A investigação estimou a prevalência de enteroparasitas em 200 crianças de 2 a 13 anos pertencentes a duas classes sócio-econômicas distintas, média e baixa, no período de abril a junho de 2001, na cidade de Porto Velho, RO. E também analisou os fatores contextuais de risco de maior importância epidemiológica. As amostras de fezes foram examinadas pelos métodos Direto e Sedimentação Espontânea. A população de nível sócio-econômico médio (A) composta por 100 indivíduos, apresentou um índice de positividade de 18%, sendo o parasita mais prevalente, Giardia lamblia (52,4%), seguido por Ascaris lumbricoides (19,0%), Trichuris trichiura (14,3%), Enterobius vermicularis (4,8%), Hymenolepis nana (4,8%) e Endolimax nana (4,8%). No grupo de nível sócio-econômico baixo (B), a positividade atingiu 56% dos indivíduos, sendo também Giardia lamblia (28,9%) o mais prevalente, seguido por Entamoeba calí (22,7%), A. lumbricoides (14,4%), T. Trichiura (8,3%), E. vermicularis (7,2%), H. nana (4,1%), E. nana (4,1%), E. histolytica (4,1%), Ancylostomidae (3,1%) e leveduras (3,1%). A ocorrência de mais de um parasito por indivíduo foi maior no grupo B (46,4%), sendo que o parasitismo foi mais prevalente entre as crianças com sintomas gastrintestinais em ambos os grupos A e B. As parasitoses intestinais afetaram igualmente meninos e meninas; negroides e caucasóides e ocorreram igualmente nas duas faixas etárias de crianças menores e maiores de cinco anos, contudo as crianças com menos de cinco anos de grupo A apresentaram predomínio de infecção por protozoários da espécie G. lamblia. A baixa renda salarial e residências com numero elevado de pessoas coabitando e sem rede de abastecimento de água se constituíram em fatores de risco socioeconômicos que favorecem a elevada prevalência das parasitoses intestinais. As condições de anemia e estado nutricional também foram avaliadas e não mostraram associação significantes com enteroparasitoses, nos diferentes grupos sócio-econômicos. Logo, a elevada prevalência de crianças, em especial de baixo nível sócio-econômico, com parasitismo intestinal, anemia e com desnutrição aguda moderada, refletem as precárias condições de saúde pública na cidade de Porto Velho-RO.
Abstract: Parasitic infections are present in endemic ways in several areas of Brazil. The investigation estimated the prevalence of enteroparasites in 200 children between 2 and 13 years belonging to two distinct social-economic classes, middle and low, in a period from April to June in 2001 in the city of Porto Velho, RO. And it also analyzed the contextual risk factors of greater epidemiologic importance. The samples of the feces were examined through direct and spontaneous sedimentation method. The population of middle social-economic level (A) made up of 100 individuals, presented a positivity rate of 18 %, being the most prevalent parasite Giardia lamblia (52,4 %), followed by Ascaris lumbricoids (19 %), Trichuris trichiura (14,3%), Enterobius vermicularis (4,8%), Hymenolepis nana (4,8%) and Endolimax nana (4,8%). In the group of low social-economic level (B) the positivity reached 56 % of the individuals also being Giardia lamblia (28,9%) the most prevalent, followed by Entamoeba coli (22,7%), A. lumbricoides (14,4%), T. Trichiura (8,3%), E. vermicularis (7,2%), H. nana (4,1%), E. nana (4,1%), E. histolytica (4,1%), Ancylostomídeos (3,1%) and leaven (3,1%). The occurrence of more than one parasite per individual was more prevalent in among the children of group B (46,4%), being that the parasitism was more prevalent among children with gastrointestinal symptoms in both groups A and B. The intestinal parasitosis affected boys and girls equally; Negroid and Caucasian and occurred equally in both two age group of children under and above five years, however, children under the age of five of group A presented preponderance of infection by protozoan of the specie G. lamblia. Low income and houses with a great number of people cohabiting and without water supply net constituted social-economic risk factors that support the high prevalence intestinal parasitosis. Anemia and nutritional state conditions were also evaluated and did not show significant relations with enteroparasitosis, in the different social-economic groups. Therefore, high prevalence in children, especially of low social-economic level, with intestinal parasitism, anemia and moderate acute malnutrition, reflect the precarious public healthy conditions in the city of Porto Velho, RO.
Keywords: Doenças parasitárias
Diagnóstico laboratorial
Crianças
Porto Velho - RO
Roraima - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::EPIDEMIOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::PEDIATRIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ParasitismoIntestinalEstudo.pdf56,92 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons