Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3659
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 23-Dec-2003
metadata.dc.creator: MARTINS, Valéria de Carvalho
metadata.dc.contributor.advisor1: VIEIRA, José Luiz Fernandes
Title: Aspectos clínicos e epidemiológicos da infecção por pseudomonas aeruginosa em pacientes portadores de fibrose cística no Estado do Pará
Citation: MARTINS, Valéria de Carvalho. Aspectos clínicos e epidemiológicos da infecção por pseudomonas aeruginosa em pacientes portadores de fibrose cística no Estado do Pará. 2003. 109 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2003. Curso de Mestrado em Patologia das Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: Pseudomonas aeruginosa é um bacilo gram-negativo, importante patógeno para pacientes neutropênicos, queimados e em condições de ventilação artificial em Unidades de Tratamento Intensivo, onde causam infecção nosocomial. Nestas condições, a infecção pode ser séria e muitas vezes letal. Em pacientes com fibrose cística, o curso da patologia por P. aeruginosa evolui como uma infecção pulmonar crônica severa, pois a bactéria produz diversas toxinas e outros fatores de virulência responsáveis pelo estabelecimento da colonização persistente do trato respiratório destes pacientes. A apresentação característica da persistente infecção por P. aeruginosa é a produção de alginato mucóide e a formação de microcolônias, que é considerada a estratégia de sobrevivência da bactéria no meio ambiente, P. aeruginosa crescendo em biofilm é altamente resistente a antibióticos, estando usualmente associada com progressiva perda da função pulmonar. Esta pesquisa realizou uma avaliação epidemiológica e clínica de portadores de fibrose cística, colonizados por P. aeruginosa, atendidos no Hospital Universitário João de Barros Barreto, na cidade de Belém, Pará no ano de 2003. Foi feito coleta de escarro dos pacientes expectoradores e swab de orofaringe nos demais para estudo microbiológico realizado no laboratório microbiologia deste hospital. Foram avaliados 32 pacientes fibrocísticos, distribuídos em três grupos, conforme: ausência de infecção por P. aeruginosa (G1), infecção pela bactéria sem colonização (G2) e colonização crônica (G3). Pacientes pertencentes a G3 apresentaram complicações respiratórias mais frequëntes e mais graves que os demais. A ocorrência de cepas mucóidaes de P. aeruginosa foi significativamente mais prevalente neste grupo, onde a doença respiratória se apresentou de forma mais severa. Cepas não-mucóides foram identificadas de forma similar nos grupos G2 e G3. Os sintomas respiratórios foram os mais frequëntes ao diagnóstico. A idade média dos pacientes ao diagnóstico foi de 7 anos. Condições sócio-econômicas adversas, diagnóstico tardio, desnutrição e mutação genética parecem ter favorecido a colonização e contribuído para ocorrência de óbito no grupo G3.
Abstract: Pseudomonas aeruginosa is a gram-negative motile rod; they are important pathogens in neutropenic patients, burn and artificially ventilated patients in Intensive Care Units, where they may cause nosocomial infections. At this condition, the infection seems to be serious and sometimes lethal. However, in Cystic Fibrosis patients the course of infection by P. aeruginosa, has become severe chronic lung infection, because this bacteria produce many toxins and others virulence factors with potential effect on the lungs of this patients that are thought to play a role during establishment of the initial persistent colonization of the Cystic Fibrosis respiratory tract. The most characteristic feature of persistent P. aeruginosa infection is the production of mucoid alginate and the formation of the micro colonies in the lungs of the patients that is the survival strategy of environrnent bacteria. P. aeruginosa growing in alginate biofilms is highly resistant to antibiotics and is usually associated with progressive loss of pulmonary function. This research wants to study Cystic Fibrosis patients chronically colonized by P. aeruginosa who has been taken care on University Hospital João de Barros Barreto, Belém (Pará), in 2003 year, at about epidemiological and clinicalaspects. The sputum of these patients, have been collected by expectoration and swab of throat, to microbiological study realized on microbiology laboratory of this hospital. Thirty two patients with Cystic Fibrosis have been evaluated and divided according microbiological aspect of their sputum in three groups: patients who have never been infected by P. aeruginosa (Gl), patients that have been infected by this bacterial but not colonized (G2), patients chronically colonized by this microorganism. Patients who concern to G3 group have been more serious respiratory complications than patients that belong to the others groups. The pattern mucoid of P. aeruginosa has been significant on patients' sputum of G3. The incident of non- mucoid strains in most patients of groups G2 and G3 seems to be similar. Respiratory symptoms have been important during diagnosis of Cystic Fibrosis. The median age for fibrosis cystic diagnosis was about 7,69 years. Certainly several events contribute to support P. aeruginosa respiratory colonization on Cystic Fibrosis patients of G3, like: low social and economic conditions, lateness diagnosis, malnutrition and pattern Cystic Fibrosis gene mutation.
Keywords: Fibrose cística
Pseudomonas aeruginosa
Epidemiologia
Belém - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_AspectosClinicosEpidemiologicos.pdf51,43 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons