Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3829
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2008
metadata.dc.creator: BORGES, Larissa Maria Guimarães
metadata.dc.contributor.advisor1: VIEIRA, José Luiz Fernandes
Title: Determinação de mefloquina e carboximefloquina em pacientes com malária por plasmodium falciparum no estado do Amapá
Citation: BORGES, Larissa Maria Guimarães. Determinação de mefloquina e carboximefloquina em pacientes com malária por Plasmodium falciparum no estado do Amapá. 2008. 126 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: A determinação das concentrações plasmáticas e eritrocitárias de mefloquina (MQ) e carboximefloquina (CMQ) foram estudadas em crianças e adultos com malária por Plasmodium falciparum não complicada no estado do Amapá. Os pacientes adultos receberam esquema oral de MQ 20 mg/kg dividido em dois dias e artesunato 4 mg/kg/dia durante três dias. Para as crianças a dose de MQ seguiu o esquema preconizado pelo manual de terapêutica da malária. As concentrações eritrocitárias de MQ e CMQ foram quantificadas por cromatografia líquida de alta eficiência no terceiro dia de tratamento (D3) e os teores plasmáticos foram mensurados no terceiro e quadragésimo segundo dia após a instituição da terapia (D3 e D42). A concentração média de MQ e CMQ no plasma de crianças em D3 foram 1,84 ± 0,83 μg/mL e 1,44 ± 0,70 μg/mL, e a eritrocitária 5,26 ± 1,46 μg/mL e 1,18 ± 0,65 μg/mL. Em D42 as concentrações plasmáticas foram 0,45 ± 0,11 μg/mL e 0,51 ± 0,10 μg/mL, respectivamente. A relação entre as concentrações eritrocitárias e plasmáticas de MQ e CMQ foram 2,86 ± 1,27 e 0,75 ± 0,26. Nos indivíduos adultos, as concentrações de MQ e CMQ no plasma foram 2,43 ± 1,13 μg/mL e 1,10 ± 0,38 μg/mL, e as eritrocitárias 5,51 ± 1,92 μg/mL e 1,08 ± 0,35 μg/mL, respectivamente. A concentração plasmática em D42 foram 0,54 ± 0,15 μg/mL e 0,58 ± 0,93 μg/mL, respectivamente. A relação hemácia:plasma para MQ foi 3,03 ± 1,56 e para CMQ 1,12 ± 0,29. O coeficiente de correlação entre as concentrações plasmáticas e eritrocitárias de MQ nas crianças foi 0,035 e nos adultos 0,0436. Para CMQ o coeficiente de correlação foi 0,8722 nas crianças e 0,5155 nos adultos. O maior acúmulo de MQ no eritrócito nos permite enfatizar a importância do mecanismo de difusão simples para a entrada do fármaco na célula em função das suas características físico-químicas.
Abstract: The determination of plasmatic and erythrocyte concentrations of mefloquine (MQ) and carboxymefloquine (CMQ) were studied in children and adults with malaria by Plasmodium falciparum not complicated in the Amapa state. The adult patients received oral outline of MQ 20 mg/kg divided in two days and artesunate 4 mg/kg/day for three days. For children the dose of MQ followed the schedule recommended by the manual of malaria therapy. Concentrations of MQ and CMQ in erythrocytes were quantified by high performance liquid chromatography on the third day of treatment (D3) and plasma levels were measured in the third and second fortieth day after the institution of therapy (D3 and D42). The average concentration of MQ and CMQ in plasma of children in D3 were 1.84 ± 0.83 μg/mL and 1.44 ± 0.70 μg/mL, and in erythrocytes 5.26 ± 1.46 μg/mL and 1.18 ± 0.65 μg/mL. In D42 the plasma concentrations were 0.45 ± 0.11 μg/mL and 0.51 ± 0.10 μg/mL, respectively. The relationship between plasma and erythrocytes concentrations of MQ and CMQ were 2.86 ± 1.27 and 0.75 ± 0.26. In adults, concentrations of MQ and CMQ in plasma were 2.43 ± 1.13 μg/mL and 1.10 ± 0.38 μg/mL, and in erythrocytes 5.51 ± 1.92 μg/mL and 1.08 ± 0.35 μg/mL, respectively. The plasma concentrations in D42 were 0.54 ± 0.15 μg/mL and 0.58 ± 0.93 μg/mL, respectively. The relationship erythrocyte:plasma for MQ was 3.03 ± 1.56 and 1.12 ± 0.29 to CMQ. The correlation coefficient between plasma and erythrocytes concentrations of MQ in children was 0.035 and adults 0.0436. For CMQ the correlation coefficient in children was 0.8722 and in adults 0.5155. The higher accumulation of MQ in the red blood cells allows us to emphasize the importance of the simple diffusion for the entry of the drug in the cell because of their physical and chemical characteristics.
Keywords: Malária falciparum
Plasmodium falciparum
Mefloquina
Carboximefloquina
Cromatografia líquida de alta eficiência
Monitorização
Crianças
Adultos
Macapá - AP
Amapá - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::FARMACIA::ANALISE E CONTROLE E MEDICAMENTOS
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_DeterminacaoMefloquinaCarboximefloquina.pdf1,26 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons