Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3910
Compartilhar:
Type: Dissertação
Issue Date: 2009
Authors: SILVA, Dayse Danielle de Oliveira
First Advisor: QUARESMA, Juarez Antônio Simões
Title: Detecção in situ de citocinas de perfil TH1 e TH2 por imunoistoquímica e relação com a atividade de macrófagos nas formas polares da doença de Hansen
Citation: SILVA, Dayse Danielle de Oliveira. Detecção in situ de citocinas de perfil TH1 e TH2 por imunoistoquímica e relação com a atividade de macrófagos nas formas polares da doença de Hansen. 2009. 100 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2009. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
Resumo: A hanseníase é uma doença infecto-contagiosa, de evolução lenta e progressiva, com grande incidência e prevalência nos estados que compõem a Amazônia legal onde o Pará ocupa lugar de destaque no número de casos no contexto nacional. A fim de se avaliar o perfil de citocinas e a atividade de macrófagos nas formas polares da hanseníase e correlacionar com os seus aspectos histopatológicos, foi realizado um estudo transversal com uma amostra composta por 29 pacientes portadores de uma das formas polares da hanseníase, tuberculoide ou virchowiana, dos quais foram colhidas biópsias de pele de lesões hansênicas. Pode-se observar, através da análise imonoistoquímica deste material que os grupos estudados não apresentaram diferença significativa quanto aos níveis de IL-10, TGF-β, CD68, iNOS e Lisozima. Os níveis de IL-4 não foram expressivos nos tecidos analisados e os níveis de IFN-γ foram maiores nos pacientes do grupo MHV. No polo virchowiano todas as citocinas tiveram uma tendência a uma correlação negativa com a atividade de macrófagos, no polo tuberculoide a IL-10 apresentou uma tendência à correlação negativa com os níveis de iNOS, IFN-γ e lisozima, evidenciando uma inibição da atividade macrofágica por esta citocina. Pode-se concluir que não há diferença na expressão de citocinas de perfil TH1 e TH2 nas formas polares da doença de Hansen e as citocinas apresentam uma tendência a correlação negativa com a atividade de macrófagos no pólo MHV e uma tendência a correlação positiva no pólo MHT. Novas pesquisas são necessárias para esclarecer como populações apresentam mais susceptibilidade à hanseníase que outras, um estudo semelhante com um maior número de indivíduos poderá ter resultados mais expressivos.
Abstract: Leprosy is an infectious disease that has a slow and progressive evolution, with high incidence and prevalence in the states that compose the Legal Amazon. Considering the number of cases, the Pará state plays a prominent role in the national context. In order to evaluate the cytokine profile and the macrophages activity in the polar forms of leprosy and correlate with their histopathological aspects, a transversal study was performed, with a sample of 29 patients who had one of the polar forms of leprosy, namely tuberculoid or virchowian, from who skin biopsies of leprosy lesions were taken. It could be observed, through the analysis of this immunohistochemical material, that the studied groups showed no significant variation in the levels of IL-10, TGF-β, CD68, iNOS and Lysozyme. The levels of IL-4 were not expressive in the analyzed tissues and the levels of IFN-γ were higher in patients in the MHV group. In the virchowian pole, all cytokines tended towards a negative correlation with the macrophages activity. In the tuberculoid pole, the level of IL-10 showed a negative correlation with the levels of iNOS, IFN-γ and lysozyme, indicating a macrophage activity inhibition for this cytokine. It can be concluded that there is no difference in cytokine expression of TH1 and TH2 profile in polar forms of Hansen's disease and cytokines have a tendency to negative correlation with the activity of macrophages in MHV pole and a tendency to positive correlation in the pole MHT. Further research is needed to clarify why some populations have more susceptibility to leprosy than others. A similar study with a larger number of individuals may have a more significant outcome.
Keywords: Hanseníase
Imunoistoquímica
Doenças transmissíveis
Citocinas
Pará - Estado
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::IMUNOLOGIA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
Country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Institution Acronym: UFPA
Department: Núcleo de Medicina Tropical
Program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_DeteccaoCitosinasPerfil.pdf3.88 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons