Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/3932
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2012
metadata.dc.creator: MALCHER, Sérgio Alexandre Oliveira
metadata.dc.contributor.advisor1: BICHARA, Cléa Nazaré Carneiro
Title: Estudo de prevalência da esquistossomose mansônica no bairro do Maracajá, distrito de Mosqueiro, Belém, Pará
metadata.dc.description.sponsorship: SEDUC/PA - Secretaria de Estado de Educação
Citation: MALCHER, Sérgio Alexandre Oliveira. Estudo de prevalência da esquistossomose mansônica no bairro do Maracajá, distrito de Mosqueiro, Belém, Pará. 2012. 66 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Núcleo de Medicina Tropical, Belém, 2012. Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais.
metadata.dc.description.resumo: A esquistossomose mansônica é uma das doenças parasitárias mais difundidas no mundo e tem prevalência maior nos países em desenvolvimento, constituindo atualmente um sério problema de saúde pública no Brasil. Em Belém-PA, no Distrito Administrativo de Mosqueiro (DAMOS), há possibilidades de ocorrência de casos autoctones de esquistosomose mansônica, devido a proximidade geográfica com outras áreas onde há registros deste agravo, bem como, pela presença de outros fatores ambientais de risco, como a presença do Biomphalaria straminea. Com a proposta de determinar a prevalência de esquistosomose mansônica no bairro do Maracajá-DAMOS, foi realizado um estudo transversal prospectivo no período entre março de 2011 a janeiro de 2012, através de inquérito coproscópico pelo método quantitativo de Kato-Katz, associado a inquérito sócio-demográfico e ambiental da localidade. Participaram do universo amostral 407 indivíduos incluídos na atenção da Estratégia Saúde da Família, que aceitaram espontaneamente participar da pesquisa, segundo os preceitos éticos vigentes. O perfil sócio-demográfico populacional mostrou predomínio da faixa etária entre 11 e 40 anos, sem diferenças quanto ao gênero, cuja ocupação de dona de casa e estudante, com ensino fundamental incompleto foram as mais citadas. A maioria dos moradores nasceu e procede do DAMOS, residentes no bairro do Maracajá há mais de 20 anos, sem relatos importantes de deslocamentos para outras localidades. A maioria das residências apresentaram serviço de água encanada, com banheiro interno, presença de sanitário com destino das fezes em fossa séptica. As coleções hídricas peridomiciliares se caracterizaram por valas de baixo fluxo e com pequena vazão de água, alta concentração de produtos orgânicos, presença de vegetação macrófitica e do vetor Biomphalaria straminea. Esta população referiu não ter contato com as coleções hídricas e desconhecer o planorbideo vetor, assim como a própria esquistossomose. O inquérito coproscópico resultou em 100% de lâminas negativas quanto a identificação de ovos do S. mansoni, levando a conclusão que embora o bairro do Maracajá ainda seja indene, possui vários fatores para a instalação de um foco de transmissão ativa de esquistossomose, mas ainda existe um frágil equilíbrio ecológico, sustentado pela reduzida exposição dos indivíduos às coleções hídricas, pouco deslocamento da população para áreas com focos estabelecidos da endemia e razoável cobertura de esgotamento sanitário. Este conjunto de variáveis tem funcionado como fatores limitantes ao processo de endemização da esquistossomose no bairro do Maracajá, entretanto deve ser mantido sob vigilância pelas peculiaridades propicias ao fechamento do ciclo do S. mansoni.
Abstract: Schistosomiasis mansoni is one of the most widespread parasitic diseases in the world and has a higher prevalence in developing countries, and is currently a serious public health problem in Brazil. In Belém-PA, District Administrative Mosqueiro (DAMOS), there are possibilities of occurrence of autochthonous cases of schistosomiasis mansoni, due to geographical proximity to other areas where there are records of this disease, as well as the presence of other environmental risk factors, as the presence of Biomphalaria straminea. With the proposal to determine the prevalence of schistosomiasis mansoni in the neighborhood of Marazion-DAMOS, a cross-sectional study was conducted prospectively between March 2011 and January 2012, through parasitological survey by the quantitative method of Kato- Katz, associated with social inquiry demographic and environmental location. Participated in the sampling universe included 407 individuals in the care of the Family Health Strategy, which voluntarily agreed to participate in the survey, according to the ethical regulations. The socio-demographic profile of the population was mainly aged between 11 and 40 years without gender differences, whose occupation of housewife and student, with incomplete primary education were the most cited. Most residents were born and proceeds from the DAMOS, residents in the neighborhood of Marazion for over 20 years, without reports of significant displacement to other locations. Most households had piped water service, with indoor bathroom, toilet presence of bound stools in the septic tank. Water collections peridomestic ditches were characterized by low flow and small water flow, high concentration of organic products, the presence of vegetation and macrófitica vector Biomphalaria straminea. This population reported having no contact with the water collection and know the planorbid vector, as well as the very schistosomiasis The investigation has resulted in 100% parasitological blade negative and the identification of eggs of S. mansoni, leading to the conclusion that although the neighborhood of Marazion is still harmless, several factors have to install a focus of active transmission of schistosomiasis, but there is still a fragile ecological balance, supported by the reduced exposure of individuals to water collection, bit shift population to areas with established foci of endemic and reasonable coverage of sanitation. This set of variables has acted as limiting factors to the process of endemic schistosomiasis in the neighborhood of Marazion, however, must be kept under surveillance by the peculiarities conducive to closing the cycle of S. mansoni.
Keywords: Esquistossomose mansoni
Inquéritos epidemiológicos
Ilha de Mosqueiro - PA
Belém - PA
Pará - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Núcleo de Medicina Tropical
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Doenças Tropicais
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Doenças Tropicais (Mestrado) - PPGDT/NMT

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_EstudoPrevalenciaEsquistossomose.pdf4,06 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons