Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/4157
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 20-Dec-2001
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, Manuela França de
metadata.dc.contributor.advisor1: TOLEDO, Peter Mann de
Title: Morfologia funcional e desenho corporal da cintura pélvica e membros posteriores dos Tamanduás (Mammalia : Xenarthra : Myrmecophagidae)
Citation: OLIVEIRA, Manuela França de. Morfologia funcional e desenho corporal da cintura pélvica e membros posteriores dos Tamanduás (Mammalia : Xenarthra : Myrmecophagidae). 2001. 71 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2001. Curso de Mestrado em Zoologia.
metadata.dc.description.resumo: Entre os mamíferos, os xenartros são, sem dúvida alguma um grupo bastante singular no que diz respeito à morfologia, fisiologia e hábitos locomotores e alimentares. Dentro da ordem Xenarthra, a família Myrmecophagidae é a que tem recebido nos últimos anos, menos atenção em termos de trabalhos sobre morfologia funcional e biomecânica, em especial dos membros posteriores. Visando contribuir para o enriquecimento do conhecimento biológico acerca da natureza morfofuncional e biomecânica dos membros posteriores (fêmur e tíbia) e cintura pélvica destes animais [gêneros Cyclopes (tamanduaí), Tamandua (tamanduá-de-colete) e Myrmecophaga (tamanduá-bandeira)], este trabalho propõe um estudo osteológico descritivo-comparativo destas estruturas, enfatizando os principais pontos com reflexo na funcionalidade biomecânica ligada aos hábitos locomotores. Para isso, além das descrições osteológicas, foram tomadas vinte e três medidas pós-cranianas distribuídas entre a cintura pélvica, fêmur, tíbia, úmero e rádio. A partir de tais medidas, foram calculados treze índices osteométricos, os quais provaram ser eficazes na caracterização morfofuncional dos três gêneros mirmecofagídeos, além de separá-los biomecanicamente em seus estilos locomotores.
Abstract: Among mammals, xenarthrans are certainly a very singular group with respect to its morphology, physiology, and feeding and locomotory habits. Within the order Xenarthra, the family Myrmecophagidae has received little attention in papers on functional morphology and biomechanics, especially concerning the hindlimbs. In order to contribute to the biological knowledge on the morphofunctional and biomechanical natures of the hindlimbs (femur and tibia) and peivic girdie in these animais [genera: Cyclopes (silky anteater), Tamandua (lesser anteater) and Myrmecophaga (giant anteater)], this paper aims at a comparative and descriptive osteological study of those structures, emphasizing the main points reflecting biomechanical functionality related to locomotory habits. In addition to osteological descriptions, 23 post-cranial measurements for the pelvic girdle, femur, tibia, humerus, and radius were taken. From those measurements, thirteen osteometric indexes were obtained and proved effective in the morphofunctional characterization of the three genera, biomechanically separating them according to their respective locomotory styles.
Keywords: Mamíferos
Tamanduá
Xenarthra
Osteologia
Biomecânica
Morfologia funcional
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::MORFOLOGIA DOS GRUPOS RECENTES
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
MPEG
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Zoologia (Mestrado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_MorfologiaFuncionalDesenho.pdf17,33 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons