Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/4176
Tipo: Dissertação
Fecha de publicación : 2002
Autor(es): PINTO, Gabriel Silva
Primer Orientador: ÁVILA-PIRES, Teresa Cristina Sauer de
Título : Análise morfométrica em cinco espécies do gênero Mabuya Fitzinger, 1826 (Squamata : Scincidae)
Citación : PINTO, Gabriel Silva. Análise morfométrica em cinco espécies do gênero Mabuya Fitzinger, 1826 (Squamata: Scincidae). 2002. 29 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2002. Programa de Pós-Graduação em Zoologia.
Resumen: O presente trabalho tem como objetivo analisar a variação da forma do corpo ao longo da ontogenia em Mabuya agilis Boulenger, 1887; M. bistriata (Spix, 1825); M. guaporicola Dunn, 1936; M. macrorkyncha Hoge, 1946 e M. nigropunctata (Spix, 1825), espécies sul-americana de lagartos, buscando definir as diferenças interespecíficas em termos de suas proporções corporais, qual o papel de um possível crescimento alométrico no desenvolvimento da forma adulta de cada espécie, e se as diferenças observadas poderiam estar associadas às diferenças nos hábitats ocupados por cada espécie. Para isso foi utilizado a análise de componentes principais (PCA), para estimar tanto as trajetórias ontogenéticas como o crescimento alométrico de cada espécie. Dados sobre os hábitats ocupados por cada espécie foram compilados da literatura. A inclinação da reta indicando a trajetória ontogenética foi significativamente diferente entre Mabuya guaporicola e todas as demais espécies, e entre M. bistriata e M. nigropunctata. A análise dos coeficientes alométricos permitiram constatar que: a redução relativa dos membros, associado com um alongamento do corpo em Mabuya guaporicola, foi alcançada através da redução das mãos, pés e, especialmente, dos dígitos; em M. agi/is houve um alongamento do corpo; M. macrorhyncha apresentou a região da cintura escapular robusta, especialmente alta, e as mãos com uma redução acentuada; em M. bistriata os braços são relativamente curtos e coxa e tíbia alongados; e M. nigmpunctata, comparado com as demais espécies estudadas, foi a espécie cuja forma do corpo menos se alterou ao longo do crescimento. Através desses resultados, juntamente com os dados obtidos da literatura sobre o hábitat ocupado por cada espécie estudada, foi concluído que algumas especializações morfológicas encontradas poderiam ser explicadas como adaptações funcionais ao uso de seus hábitats.
Resumen : The present study has as its main objective to analyse the ontogenetic variation of body shape in the South American skinks Mabuya agi/is Boulenger, 1887; M. bistriata (Spix, 1825); M. guaporicola Dunn, 1936; M. rnacrorhyncha Hoge, 1946 and M. nigropunctata (Spix, 1825). Interspecific differences of body proportions as a possible result of allometric growth in these species are also examined. PCA analysis was used for estimate the both ontogenetic trends and allometric growth. Ontogenetic trend lines were significantly different between M. guaporicola and the others species, and between M. bistriata and M. nigropunctata. Ali of the other pairs showed significantly different Y intercept between each other. Analysis of the allometric coefficients indicates that relative reduction of limbs associated with body elongation in Mabuya guaporicola are due to the reduction of its hands, feet and specially digits; M. rnacrorhyncha presents a high and stout pectoral girdle and its hands show an accentuated reduction; in M. bistriata, its arms are relatively short and its thigh and tibia elongate. M. nigropunctata is the species which the least modified body shape during ontogeny. The association of these results with data on habitats utilized by each species (obtained from the literature) indicates that some morphological specializations found in each species could be explained as functional adaptations to their habitats.
Palabras clave : Morfologia
Réptil
Lagarto (Animal)
Mabuya
Filogenia
Amazônia brasileira
CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::MORFOLOGIA DOS GRUPOS RECENTES
País: Brasil
Editorial : Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
Sigla da Instituição: UFPA
MPEG
Instituto: Instituto de Ciências Biológicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Aparece en las colecciones: Dissertações em Zoologia (Mestrado) - PPGZOOL/ICB

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Dissertacao_AnaliseMorfometricaCinco.pdf3,58 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons