Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4235
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2005
metadata.dc.creator: VON MÜHLEN, Eduardo Matheus
metadata.dc.contributor.advisor1: SILVEIRA, Ronis da
Title: Consumo de proteína animal em aldeias de terra firme e de várzea da terra indígena Uaçá, Amapá, Brasil
Citation: VON MÜHLEN, Eduardo Matheus. Consumo de proteína animal em aldeias de terra firme e de várzea da terra indígena Uaçá, Amapá, Brasil. 2005. 46 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2005. Programa de Pós-Graduação em Zoologia.
metadata.dc.description.resumo: Estudei, entre abril e junho de 2004, o consumo de proteína animal em sete aldeias de terra firme e oito aldeias de várzea na Terra Indígena (TI) Uaçá utilizando calendários diários de consumo. A TI Uaçá localiza-se no município de Oiapoque, no extremo norte do Estado do Amapá, e faz divisas com as Terras Indígenas Juminã e Galibi e com o Parque Nacional de Cabo Orange. A TI Uaçá é habitada por aproximadamente 4.500 índios das etnias Palikur, Karipuna e Galibi-Marworno em uma área de 470.164 ha, onde ocorrem grandes porções de campos sazonalmente alagados (várzeas), terra firme e pequenas manchas de cerrado. Durante o período de estudo, que na região corresponde à época de cheias, foram distribuídos 243 calendários em 83 casas das aldeias de terra firme e em 160 casas das aldeias de várzea. Cada calendário era composto por um conjunto de desenhos representando as diferentes fontes de proteína animal disponíveis para o consumo e os moradores marcavam em cada dia o que haviam consumido. Nas análises, foram utilizados somente 55 calendários das aldeias de terra firme e 113 de várzea que tinham mais de 40% do total de dias disponíveis preenchidos. A carne de fauna e o pescado foram as fontes de proteína animal mais frequentemente utilizadas na alimentação dos moradores tanto de terra firme como de várzea. Itens comercializados, como a carne de frango, conservas enlatadas e carne de gado foram menos consumidos pelos índios, sendo porém, mais utilizados nas aldeias de terra firme do que na várzea. Os mamíferos foram a classe de vertebrados silvestres mais consumida na terra firme, seguido pelos répteis e pelas aves. Na várzea, não foram encontradas diferenças significativas entre o consumo de mamíferos e répteis, que foram mais consumidos do que as aves. Dentre os grupos de vertebrados consumidos, os ungulados foram os mais freqüentes na dieta dos habitantes da TI Uaçá, sendo os mais consumidos na terra firme e, juntamente com os crocodilianos, os mais consumidos também na várzea. Este estudo será a base para um futuro plano de manejo de fauna para a TI Uaçá, visto a importância da carne de fauna para a alimentação dos moradores da área, que em breve sofrerá os impactos causados pelo asfaltamento de uma rodovia que corta seu território e pela construção de uma linha de energia ligando Oiapoque à Macapá e que também passará por dentro da área.
Abstract: I studied the animal protein consumption in seven terra firme villages and eight várzea villages in the Terra Indígena (TI) Uaçá, using daily consumption calendars between April and June 2004. The TI Uaçá is localized in the Oiapoque city limits, extreme north of Amapá state, and has borders with the Cabo Orange National Park, the Ti Juminã and TI Galibi. Approximately 4.500 indigenous people from ethnic groups Palikur, Karipuna and Galibi-Marwomo tive in the TI. The arta is about 470.164 ha of wide seasonally fiooded fields (várzea), terra firme forests and small arcas of unfolded savanna. During the study period, which corresponded to the high water season, 243 calendars were dispensed in 83 houses of terra firme villages and 160 houses from várzea. Each calendar was composed with animal figures that represented the different sources of animal protein, and the inhabitants participating in the project were requested to mark what they consumed every day. Only the 55 calendars from terra firme villages and 113 from várzea that had more than 40% of the days with registers were used in the analyses. Games animal meat and fish were the major sources of animal protein for the inhabitants of both areas. The people consumed little commercialized foods such as chicken meat or comed beef. However, they ate more of this type of food in terra firme villages than in várzea villages. Mammals was the vertebrate class most consumed in terra firme villages, followed by reptiles and birds. In várzea villages, no significant differences were observed between mammal and reptile consumption, which were both used more often than birds. Ungulate was the most importa.nt vertebrate group for TI Uaçá inhabitant's diet. They were the most consumed in terra firme villages and jointly with crocodilians the most consumed also in várzea villages. This study will be the base for a future elaboration of a fauna management plan in the TI Uaçá, which is highly important for inhabitants' feeding habits.
Keywords: Dieta
Consumo de alimentos
Caça
Proteína animal
Terra firme
Várzea
Terra Indígena Uaçá
Oiapoque - AP
Amapá - Estado
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
Museu Paraense Emílio Goeldi
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
MPEG
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Ciências Biológicas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em Zoologia (Mestrado) - PPGZOOL/ICB

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_ConsumoProteinaAnimal.pdf5,38 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.