Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br:8080/jspui/handle/2011/4258
metadata.dc.type: Dissertação
Issue Date: 2008
metadata.dc.creator: SOUZA FILHO, Durval de
metadata.dc.contributor.advisor1: COELHO, Mauro Cezar
Title: Os retratos dos Coudreau: índios, civilização e miscigenação através das lentes de um casal de visionários que percorreu a Amazônia em busca do “bom selvagem” (1884-1899)
Citation: SOUZA FILHO, Durval de. Os retratos dos Coudreau: índios, civilização e miscigenação através das lentes de um casal de visionários que percorreu a Amazônia em busca do “bom selvagem” (1884-1899). 2008. 219 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2008. Programa de Pós-Graduação em História Social da Amazônia.
metadata.dc.description.resumo: Considerando a importância da iconografia, principalmente a fotografia, para a elucidação de fatos relacionados à história da Amazônia, principalmente aqueles relativos à história dos povos indígenas, à cultura, à natureza, à história da ocupação da região, à vida das populações tradicionais, faço um exame das fotografias produzidas pelo casal Henri e Octavie Coudreau, nas suas viagens pelo interior do Pará, a serviço do governo do Estado, no período de 1883 a 1899, e aquelas produzidas unicamente por Octavie Coudreau, depois da morte do seu marido, no período de 1899 a 1903, inclusive quando estava a serviço do governo do Estado do Amazonas. Por meio de uma leitura detida e circunstanciada destes retratos, conjugada ao exame de outras fontes escritas, dentre as quais os próprios relatos dos viajantes, procuro entender aquilo que posso afirmar como sendo o maior paradoxo destes viajantes “de la Troisième République française”: a crença no ideal romântico do “bom selvagem” e a defesa intransigente de uma civilização e sua marcha inexorável, a qual, em última instância, seria responsável pela aniquilação total deste homem “primeiro e integral”. Secundariamente, o objetivo desta pesquisa é também refletir sobre o que fez o casal Coudreau se apegar a uma ideia – que depois se transformou em uma crença – de que seria possível encontrar nas matas amazônicas o “bom selvagem”. Assim, pretendemos entender até que ponto isso seria realmente uma crença ou simplesmente uma “isca” para atrair seus leitores, pois é nítida, nos relatos de Coudreau, a existência de dois discursos diferentes: um discurso romântico, este do bom selvagem, e outro claramente laudatório com relação ao progresso da região, a defesa da colonização filantrópica dos povos “primitivos” e o progresso infinito do Homem.
Abstract: Considering the importance of the iconography, mainly the photography, in order to clarify facts about the history of the Amazon, specially those related to life, culture, natureand the history of occupation of the region that belongs to Indian people and traditional populations, I did an accurated examination of photographs produced by Henri and Octavie Coudreau in their expedition for the interior of Pará, when both work for the government of the State, during the period of 1883 to1899. I worked yet on the material produced only by Octavie Coudreau through the period of 1899 until 1903, after her husband death; at this time she was also working for the Amazonas State government. Through attentive and detailed reading of these pictures, besides the examination of other written sources, including the proper travelers stories, I look for to understand what I can affirm as being the biggest paradox of these travelers de la Troisième République française: the belief in the romantic ideal of the “good savage” and the intransigent defense of a civilization and its inexorable march, which, in last instance, would be responsible for the whole destruction of this “first and integral” man. Another secundary objective is also understand what became the Coudreau couple to be attached to an idea – that later became a belief – that would be possible to find in the Amazon Rain Forest the “good savage”. In my research, I intended, moreover, to reflect on if those facts would be really a belief or simply “bait” to attract their readers. Therefore it’s clear, in the stories of the Coudreau couple, two different speeches: a romantic one, that of the good savage, and a laudatory one, regarded to the progress of the region, the defense of the philanthropic colonization of “the primitive” people and the infinite progress of the Man.
Keywords: História social
Fotografia
Índio
Ocupação do território
Descrição e viagens
Amazônia brasileira
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA::HISTORIA DO BRASIL
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Pará
metadata.dc.publisher.initials: UFPA
metadata.dc.publisher.department: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em História Social da Amazônia
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
Appears in Collections:Dissertações em História (Mestrado) - PPHIST/IFCH

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_RetratosCoudreauIndios.pdf22,63 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons