Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/4399
Compartilhar:
Type: Artigo de Periódico
Issue Date: May-2013
Authors: SILVA, Jenevaldo Barbosa da
FONSECA, Adivaldo Henrique da
ANDRADE, Stefano Juliano Tavares de
SILVA, André Guimarães Maciel e
OLIVEIRA, Carlos Magno Chaves
BARBOSA NETO, José Diomedes
Title: Prevalência de anticorpos anti-Toxoplasma gondii em búfalos (Bubalus bubalis) no estado do Pará
Other Titles: Serological prevalence of Toxoplasma gondii in water buffaloes (Bubalus bubalis) in Marajó Island, state of Pará, Brazil
Citation: SILVA, Jenevaldo Barbosa da, et al. Prevalência de anticorpos anti-Toxoplasma gondii em búfalos (Bubalus bubalis) no estado do Pará. Pesquisa Veterinária Brasileira, Rio de Janeiro, v. 33, n. 5, p. 581-585, maio 2013. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/pvb/v33n5/05.pdf>. Acesso em: 21 out. 2013. <http://dx.doi.org/10.1590/S0100-736X2013000500005>.
Resumo: O objetivo do estudo foi conhecer a prevalência sorológica de Toxoplasma gondii em búfalos (Bubalus bubalis) do Estado do Pará, Brasil. Foram selecionados randomicamente 319 bubalinos distribuídos em sete municípios da Ilha do Marajó. Para efeito comparativo também foram avaliados 128 bubalinos pertencentes a cinco municípios do Estado do Pará. A prevalência sorológica de Toxoplasma gondii foi avaliada pelo Ensaio de Imunoadsorção Enzimático Indireto (iELISA). As amostras diagnósticadas como positivas no iELISA foram submetidas a Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI). Foram avaliados os fatores de risco: localidade, raça, gestação, co-infecção por Brucella abortus e co-infecção por Mycobacterium bovis. As frequências de animais positivos no iELISA para T. gondii foram comparadas pelo teste de Qui-quadrado (χ2) com 95% de confiabilidade. As variáveis com p<0,2 foram submetidos à análise de regressão logística, sendo o modelo construído baseado no teste da "odds ratios". A prevalência de T. gondii observada no iELISA foi de 41,6% (186/447). Na RIFI, 86,5% (161/186) das amostram positivas no iELISA tiveram sua positividade para T. gondii confirmada. A prevalência média nos municípios da Ilha do Marajo e do Continente foi de 32% (103/319) e 55% (70/128), respectivamente. Os municípios que apresentaram as maiores prevalências foram Soure (53%) e Salvaterra (49%) na Ilha do Marajó e Castanhal (55%) e Tailândia (50%) no Continente. Os fatores de risco raça e co-infecção por Brucella abortus ou Mycobacterium bovis não influenciaram na prevalência de T. gondii. Além disso, animais gestantes foram 57% mais positivos para T. gondii do que animais não gestantes. A circulação de anticorpos é um indicativo da presença do agente da toxoplasmose em búfalos no Estado do Pará. Esses achados representam um risco não apenas para os animais de produção, mas à saúde pública, como uma fonte de infecção.
Abstract: The aim was to study the seroprevalence of Toxoplasma gondii in water buffaloes (Bubalus bubalis) from State of Pará, Brazil. Three hundred and nineteen buffaloes were randomly selected into seven municipalities of Marajó Island. For comparative purposes, 128 buffaloes of five municipalities in the state of Pará were also evaluated. The seroprevalence of T. gondii was evaluated by Indirect Enzyme Linked Immunosorbent Assay (iELISA). The samples diagnosed as positive in iELISA were subjected to Immunofluorescence Antibody Test (IFAT). We evaluated risk factors: location, breed, pregnancy and co-infection with Brucella abortus or Mycobacterium bovis. The frequency of animals positive for T. gondii in iELISA were compared by chi-square (χ2) with 95% confidence. Variables with p <0.2 were subjected to logistic regression analysis; the model was built based on the "odds ratios" test. The prevalence of T. gondii in iELISA was 41,6% (186/447). In IFAT, 86,5% (161/186) had their positivity for T. gondii confirmed. The average prevalence in the municipalities of the Marajó Island and of the mainland was 32% (103/319) and 55% (70/128), respectively. The municipalities with the highest prevalence were Soure (53%) and Salvaterra (49%) in Marajó Island, and Castanhal (55%) and Thailândia (50%) in the Continent. The breed and co-infection with Brucella abortus or Mycobacterium bovis presented no influence on the prevalence of T. gondii. Additionally, pregnant animals were 57% more positive for T. gondii than nonpregnant animals. The presence of antibodies is an indicative of T. gondii in buffaloes in the state of Pará, and these findings represent a risk not only for farm animals, but to public health as a source of infection.
Keywords: Bubalinos
Búfalo
Toxoplasma gondii
Ensaio de imunoadsorção enzimática
Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI)
Prevalência
Ilha de Marajó - PA
Pará - Estado
Amazônia Brasileira
ISSN: 0100-736X
Appears in Collections:Artigos Científicos - FAMEVE/CCAST

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Artigo_PrevalenciaAnticorposAnti-Toxoplasma.pdf279,14 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons